As Crianças Índigo, Cristal e Arco-Íris – 04.10.2014

As Crianças Índigo, Cristal e Arco-Íris – 04.10.2014

Durante uma conversa com minha querida amiga Isa, a mesma deu a ideia de montar um post sobre as “Crianças Índigo, Cristal e Arco-Íris”. Ela é pedagoga e várias companheiras de trabalho estão em busca de maiores esclarecimentos sobre estas crianças, pois acreditam ser importante no aspecto profissional. Achei a ideia muito boa e aqui está. Tudo o que estiver digitado em azul são comentários ou observações minhas.

Há vários livros sobre estas crianças, mas ao que parece, os editados por Lee Carrol e Jan Tober são os de maior destaque.

É um assunto muito delicado e você pode vasculhar na internet que nem todos aceitam a existência destas crianças. Pelo que já havia lido, a linha do kardecismo é a que mais combate, a que mais julga. Dizem que os livros não são mediúnicos, que houve adaptações na tradução para a língua portuguesa e que nas obras de Alan Kardec ele nada citou sobre estas crianças.

Não sou o dono da verdade e nem pretendo, mas tenho uma opinião formada e vou expor: Tudo tem seu tempo. A Lei Mosáica dizia “olho por olho, dente por dente”. Já na época de Jesus, ele ensinou o “oferecei a outra face”. Os ensinamentos de Jesus não foram bem entendidos/aceitos, pois dependia e depende muito da evolução do ser humano, seu nível de consciência, esta foi uma das razões por ele ter utilizado muitas parábolas. Com o advento do espiritismo e alguns anos após a Umbanda, aconteceu a mesma coisa. O mesmo ocorreu com Madame Blavatsky durante a criação da Sociedade Teosófica. Alguns chegaram a dizer que era obra do diabo quando os primeiros livros orientais chegaram ao ocidente, principalmente nos EUA. Livros espíritas não são aceitos em hipótese alguma por milhares de pessoas. Em 28.07.1971 e em 21 de dezembro do mesmo ano, um programa/debate da antiga TV Tupi, Canal 4 de São Paulo, chamado “Pinga Fogo”, entrevistou e até “espremeu” o médium Chico Xavier e até hoje ouço pessoas criticando. Mas, infelizmente o ser humano tem o hábito de só aceitar o que é possível ver com o microscópio, pesar no tubo de ensaio, comprovar cientificamente, há uma dificuldade enorme em aceitar e mudar seu hábito de viver, aceita a comodidade como parte de sua vida, tem muito medo de se abrir para o novo, de estudar e entender. O ser humano precisa urgentemente mudar sua forma de pensar e de agir e jamais irá conseguir entrar em uma universidade se continuar a estudar o mesmo livro que usou no primeiro ano primário, concorda?

Vou colocar dois artigos para que você possa analisar melhor. O primeiro é uma palestra do famoso médium Divaldo Pereira Franco e tenho certeza de que você vai achar interessante.

***

Tudo Azul com os Índigos

Médium Divaldo Franco: as Crianças Índigo existem – da Redação

Durante conferência realizada no Centro Espírita Caminho da Redenção, na cidade de Salvador, Bahia, o médium Divaldo Pereira Franco confirmou a existência das crianças índigo – cujo comportamento a psicologia ainda não classificou –, referindo-se à sua origem, natureza e destinação.

Segundo estudos astronômicos avançados – aos quais Divaldo reportou-se durante sua palestra – o Sistema Solar gravita em torno da estrela Alcione, de terceira grandeza, e completa uma elipse a cada 26 mil anos. Alcione é a estrela mais brilhante da constelação das Plêiades, compreendida por sete estrelas e centenas de astros. A cada 12 mil anos, a Terra adentra uma faixa de fótons – “partícula mínima constituída de luz” – que se irradia de Alcione. Essa luminosidade, que não provoca calor, “produz uma atmosfera fluídica excelente”. No ano de 1970, o sistema solar penetrou nessa faixa, mas foi somente em 1982 que a Terra envolveu-se nela por completo. Segundo o médium, a partir desse ano iniciou-se “uma migração de espíritos de alta estirpe” em direção à Terra. Esse processo de renovação da população do planeta seguirá seu curso – de acordo com Joanna de Ângelis, mentora espiritual de Divaldo – até o ano de 2052, quando “o planeta alcançará seu momento de grande renovação”, transformação descrita no capítulo 18, itens 27 e 28, da obra “A Gênese” de Allan Kardec, o qual explica a transição do planeta, de mundo de expiação e provas, para mundo de regeneração. As Crianças Índigo, que apresentam características diferenciadas das demais, estão chegando por intermédio dessa migração.

No decorrer de sua conferência, Divaldo destacou a importância desses espíritos, os quais dividiu em quatro grupos: humanistas, artistas, conceituais e interdimensionais. Ao destacar a importância da educação como ponto de apoio para o desenvolvimento dessa nova geração, referiu-se ao trabalho pioneiro de Pestalozzi – do qual Allan Kardec foi dileto discípulo – às experiências de Fröebel, a Rudolf Steiner – que desenvolveu a pedagogia Waldorf – e a Maria Montessori. Valorizou a importância do papel dos pais, aos quais recomendou não transferir essa responsabilidade aos professores, aos familiares ou mesmo a profissionais contratados. No caso das Crianças Índigo, a participação dos pais em sua educação é fundamental, motivando-as e auxiliando-as a despertar suas potencialidades.

A palestra de Divaldo Franco sobre as Crianças Índigo –  realizada em 26 de setembro do ano passado – foi gravada em DVD, o qual poderá ser adquirido pelo telefone (11) 3186-9766, cujos direitos autorais destinam-se à manutenção da obra social promovida pelo Centro Espírita Caminho da Redenção, fundado pelo médium na cidade de Salvador (BA). (Caso tenha interesse, no final do post colocarei o link do vídeo)

Fonte: Jornal dos Espíritos

Alcion-Pleiades

Alcyon ou Alcyone – Constelação das Plêiades

***

— A Farsa das Crianças Índigo

Simone Simões 

Entrevista de Divaldo Pereira Franco ao Programa Televisivo “O Espiritismo Responde”, da União Regional Espírita – 7ª Região, Maringá, em 21.03.2007.

O médium-estrela Divaldo Franco divulga o mito das “Crianças Índigo” para reforçar suas pregações fantasiosas de que a Terra está evoluindo. Através dessas pregações, somos “convidados” a acreditar que não é preciso que combatamos as injustiças sociais, basta termos o “autoconhecimento” (da forma religiosa do espiritolicismo) para “evoluirmos” e transformar a Terra num “planeta de amor”.

As “Crianças Índigo” seriam, como Divaldo Franco descreve, supostos espíritos dotados de evolução moral e intelectual, num estágio de quase perfeição em relação às “Crianças Cristal”, que seriam aquelas no ápice de seu estágio evolutivo. São criaturas especiais que se destinam a guiar a humanidade para a transformação da humanidade terrena em uma multidão iluminada e fraternal.

Muito fácil. Simples assim, com tais fantasias. Não é maravilhoso acreditar em figuras assim tão misticamente predestinadas, dentro de um processo fantasioso, mais místico do que sociológico, de transformação quase imediatista da humanidade?

Quantas falsas esperanças Divaldo Franco, sob inúmeros aplausos e espectadores saindo sorridentes de suas palestras, dá a seus seguidores, anunciando um mundo de felicidade e paz, enquanto o pau come solto no Oriente Médio, nos EUA ou mesmo no Brasil.

Mas a farsa das Crianças Índigo não foi lançada por Divaldo Franco. Nem por Joana de Ângelis, aquela que não suporta ver pessoas tristes. O mito é estrangeiro e não foi lançado pelo contexto espiritólico, e nem mesmo a FEB necessariamente abraçou a causa, já que a iniciativa tem muito mais a ver com as inclinações “ramatisistas” de Divaldo.

Para quem não sabe, Ramatis é um espírito que criou uma outra corrente de deturpação da Doutrina Espírita, inserindo nela ideias deturpadas de religiões orientais (como as da China e da Índia), e misturando com Astrologia e outros dogmas ocultistas. Detalharemos isso noutra oportunidade.

As Crianças Índigo surgiram das ideias trazidas pelo então casal norte-americano Lee Carroll e Jan Toppe (? o correto é Tober), depois sistematizadas pela parapsicóloga Nancy Ann Tappe. Em 1989, Carroll disse ter recebido a mensagem de uma entidade extra-terrestre chamada Kryon, que seria “de máxima evolução” e que teria anunciado a vinda de “mensageiros” para a humanidade terrestre.

A partir dessa mensagem, Carroll e sua então esposa, a cantora Jan, criaram uma seita, o Grupo Iluminação Kryon, além de lançar muitos livros que se tornaram sucesso editorial, garantindo fama e fortuna para o então casal. Paralelamente a isso, Nancy havia sistematizado o mito das “Crianças Índigo”.

Tais crianças seriam “muito inteligentes”, e teriam vindo de uma civilização “de plena evolução”, uma estrela plêiade chamada Alcyone, considerada a “civilização mais evoluída de todo universo”. As “Crianças Índigo” seriam de personalidade ágil e arguta sensibilidade, mas, estranhamente, sofrem déficit de atenção e são muito rebeldes.

As “Crianças Cristal” seriam, de acordo com essa visão, crianças ainda “mais evoluídas”, sendo “Crianças Índigo” depuradas de seus vícios e defeitos, tornando-se “guias” da “evolução espiritual” da humanidade terrena.

Embora sejam teses atraentes, elas carecem de comprovação científica, conforme declara a doutora Miriam Ribeiro de Faria Silveira, presidente do Departamento Científico de Saúde Mental Sociedade de Pediatria de São Paulo:

“Por se tratar de um tema polêmico, fora da área médica-científica, o assunto não é de domínio de vários dos membros da entidade. Realizamos um levantamento em vários sites e, inclusive no Pub Med, e não encontramos evidências científicas ou estudos validados que confirmem a existência de crianças com tais denominações ‘índigo’ e ‘cristal’. O que observamos da pesquisa realizada na internet (Google) é que existe uma crença por parte de grupos esotéricos e alguns grupos de espíritas e espiritualistas que: ‘Crianças com características especiais estariam nascendo em nosso planeta com a finalidade de provocarem uma mudança de paradigma na Terra’. Seriam espíritos diferenciados, com alta capacidade e qualidade humana que escolheram reencarnar, nos diversos países do planeta, nas diversas classes sociais, e que devido ao seu comportamento conseguiriam em longo prazo transformar a Terra em um planeta melhor. Referem que este fenômeno vem ocorrendo desde os anos 1980, no caso dos ‘Índigos’ e a partir do ano 2000 no caso dos ‘Cristais’.

No que concerne ao comportamento descrito destas crianças, observamos que o quadro é muito semelhante ao observado nos casos de transtorno do déficit de atenção com ou sem hiperatividade, os quais possuem critérios rígidos e específicos para que se faça um diagnóstico correto. Devemos evitar a banalização deste diagnóstico (TDAH), bem como a medicação excessiva, ambos observados ultimamente em nosso meio.

Quanto à Sociedade de Pediatria de São Paulo, que representa a comunidade médica voltada a crianças e adolescentes no Estado de São Paulo, por desenvolver atividade científica e respeitar as diversas formas de manifestação religiosa, cabe aguardar a realização de estudos científicos que comprovem tais fatos, e evidências científicas seriam bem-vindas antes de nos posicionarmos diante de tais crenças.”

Embora sinalize receptividade à questão, a médica expressa seu ceticismo, uma vez que a simples exposição de caráter místico, mesmo sob o pretexto “científico” atribuído ao “espiritismo” brasileiro – o assunto se popularizou através das palestras de Divaldo Franco –, não garante a relevância científica necessária para legitimar o assunto.

Além disso, a questão das “Crianças Índigo” cai na mesma armadilha das “Mulheres Alfa”, de mulheres “especiais” dotadas de muita inteligência e sensibilidade. E torna-se uma forma sutil de discriminação social, separando pessoas “especiais” das outras, criando uma elite de pessoas “predestinadas” em detrimento de outras.

O assunto tornou-se bastante confuso, aliás, uma vez que as “evoluidíssimas Crianças Índigo” sofrem lapsos de atenção e são muito agitadas e temperamentais. Em certo momento, seus pregadores são incapazes de dizer se elas são moralmente evoluídas ou não.

De outra forma, também os pregadores não conseguem definir quem realmente são as “Crianças Índigo”. São aquelas que usam Internet desde os quatro anos de idade ou menos? Eles se incluem entre os blogueiros esclarecedores ou são troleiros a bagunçar as mídias sociais? São pessoas que apenas são superinformadas ou aquelas que conseguem processar melhor o conhecimento?

Daí, a “maravilhosa novidade” trazida pelo “sempre sábio” Divaldo Franco perde totalmente seu sentido válido como novo conhecimento científico para entendermos a humanidade. Tudo vira um mero sensacionalismo místico para boi e espiritólico dormirem.

Sem uma explicação coerente, e sem qualquer tipo de comprovação científica, o mito das “Crianças Índigo” se mostra uma grande farsa, que passa por cima dos verdadeiros problemas sociais, sobretudo de ordem educacional, que atingem nossas crianças, e que são o verdadeiro motivo de que poucas se tornem mais inteligentes que muitas outras.

Melhor teria agido Allan Kardec, que sempre pregou ser possível haver pessoas mais evoluídas do que outras, mas não da forma aberrantemente mística das “Crianças Índigo”, coisa que o professor lionês nunca previu, do contrário que certos delirantes espiritólicos.

E o próprio Kardec queria popularizar a Educação, pretendendo impulsionar a verdadeira evolução moral e intelectual, que independe de rótulos diferenciados, até porque significa democratizar o saber e tornar um maior número de pessoas capaz de se evoluir de maneira digna e segura.

Fonte: Dossiê Espírita

*** 

Neste ponto você já observou a diferença de conceitos. Não importa qual seja a vertente, uma corrente filosófica ou religiosa, quer seja ocidental ou oriental, nenhuma delas detém a exclusividade da Verdade, muito ainda será transmitido para a aprendizagem, mas todas ensinam o não julgamento e isso consiste em não julgar as pessoas ou situações, em estudar e tirar o melhor proveito sem utilizar a mente analítica, pois esta não entende o que pertence ou vem do espírito, você tem de ler com o coração e ficar atento à sua intuição, pois esta nunca falha. Você já observou que quanto mais se pensa sobre um assunto mas confuso e duvidoso ele fica? Que quanto mais fica em cima de uma situação, menor a possibilidade de solução? É preciso evoluir, parar de usar somente o hemisfério esquerdo do cérebro e usar o direito também, equilibrar. Tem de aproveitar a reencarnação e ela não existe apenas para você quitar o karma, ela fornece as ferramentas necessárias para a elevação do nível de consciência, se você não elevar seu nível de consciência, não conseguirá entender as novas descobertas ou ensinamentos que surgem e ficará preso em julgamentos.

Mas agora vamos ao que realmente interessa. Achei melhor procurar a revista com a matéria que e que foi meu primeiro contato sobre as Crianças Índigo para uma melhor compreensão e quando de fato, estas as encarnações começaram a ocorrer. Vamos começar: 

— O Nascimento da Nova Raça Humana já Começou

por Drunvalo Melchizedek

Parece estar ocorrendo uma contínua intervenção da consciência superior atualmente aqui na Terra não apenas por parte de ETs do espaço, como também de níveis superiores de consciência, dimensões superiores de Luz que decidiram tornar sua presença mais pessoal. Não estão vindo em naves, e sim em forma de espírito. Estão entrando em nosso caminho evolutivo, não por medo, e sim por Amor. Estão aqui simplesmente para ajudar, pois sabem a verdade. São criancinhas!

Silenciosamente, a Mãe Terra está dando à luz crianças de um novo sonho. Ou é o contrário – as crianças estão mudando o sonho da Terra Mãe?

No mundo todo as pessoas estão descobrindo que existe agora uma cura verdadeira para a AIDS. Mas, o que seja talvez até mesmo mais importante, o mundo está mudando de uma maneira jamais vista por causa da AIDS. Há uma magia na atmosfera. A ciência com cautela anunciou que, neste momento, aparentemente está nascendo das cinzas da AIDS uma nova “super” raça humana na Terra, e ao mesmo tempo manifestou-se agora uma nova esperança para nosso mundo ameaçado. É real. E é, em minha opinião, o fenômeno humano mais importante jamais ocorrido nesta Terra.

Em primeiro lugar, antes de contar a história e mostrar as provas, vamos tratar de nosso dilema da consciência humana, pois no dilema está a compreensão. Por um lado, não parece haver esperança para o mundo, e por outro, oculta da atenção da maior parte do mundo, existe uma grande e crescente luz brilhante.

Somos sonhadores, e estamos sonhando um novo mundo a cada respiração. O resultado deste drama terrestre cabe inteiramente a nós. Sempre tive fé em vocês e em “nós”, e agora, talvez, tenha chegado a hora de realmente viver nosso sonho. Vocês sabem o caminho; está bem no fundo de vocês, enterrado nas profundezas de seu coração. É uma Luz Eterna que nunca se extinguirá, nunca morrerá. É uma Luz que é sua verdadeira unidade com o Grande Espírito, a Fonte.

Este artigo contém informações que estou honrado em lhes transmitir. Descrevem algo relativo a vocês, algo belo e pleno de poder, algo, que quando for compreendido e vivido, poderia levar seus sonhos até a vida e sua vida à consciência superior. Para lhes mostrar esta beleza e força, devo primeiro tecer uma história ao redor de certos eventos e revelações que estão acontecendo agora na Terra. Uma vez vistos, eles poderão ser-lhes de grande utilidade em seu despertar. A história envolve a consequência sombria, trágica da AIDS sobre as vidas de milhões de pessoas e acaba com uma nova luz brilhante de esperança para toda a humanidade.

Todos lemos e escutamos certos professores, inclusive eu, sugerindo que a nova evolução incluiria mudanças no ADN humano. As pessoas imaginam mudanças futuras como o aumento do número de faixas de ADN, que chegaria a 12, ou o aumento do número de cromossomos. Isto, claro, poderia acontecer, mas ainda não foi observado pela comunidade científica mundial. Contudo, há mudanças reais no ADN humano, descobertas recentemente pela ciência. Essas mudanças poderiam facilmente alterar todo o caminho evolutivo humano e, muito provavelmente, seu caminho pessoal. Para contar esta história moderna, começarei num lugar improvável – o Tora, um dos livros sagrados do mundo. Ousam escutar? É uma história sobre vocês.

Como a maioria de vocês sabe a esta altura, o Código da Bíblia, como está sendo chamado, muito provavelmente é verdadeiro. O livro de Michael Drosnin, The Bible Code (O Código da Bíblia) apareceu na lista de mais vendidos do New York Times (prestigioso jornal diário norte-americano, impresso em Nova Iorque e que circula praticamente em todos os Estados Unidos, sendo em todo o mundo um parâmetro de opinião do Código da Bíblia) e do Dr. Jeffrey Satinover provavelmente lhe seguirá os passos. O livro de Jeffrey (Cracking the Bible Codeé) muito bem escrito, apresentando informações mais detalhadas. O que dizem eles?

Parece que no Tora, que consiste nos primeiros cinco livros da Bíblia, afirma-se seis vezes existir um livro secreto escondido nele e que esse livro secreto não será aberto “até o final dos tempos.” Se acreditarmos nos maias, estamos atingindo o final dos tempos nesta época exata, restando-nos menos de 14 anos. Quatorze anos para a Terra é como um único sopro para nós.

Há aproximadamente 50 anos um rabino chamado H. M. D. Weissmandel acreditou ter descoberto o livro escondido no Tora num código. Rabino Weissmandel descobriu que ao se pular cada grupo de 50 letras no princípio do Livro do Gênese, obtinha-se a palavra “Tora”. Também descobriu que ao se pular 50 letras no Livro do Êxodo, no Livro dos Números e no Livro do Deuteronômio da mesma maneira, obtinha-se novamente a palavra “Tora”.

O próprio código era um código simples composto apenas do espaçamento das letras do Tora. Há um exemplo nesta frase: “We ate an oily redia and hid” (Comemos uma larva gordurosa e nos escondemos). A palavra Torah (em inglês) pode ser encontrada pulando-se cada terceira letra na frase em inglês: “We aTe an Oily RediA and Hid”. Este sistema de código é usado desde tempos antigos. Porém, até mesmo este código simples foi muito difícil para o rabino Weissmandel decifrar. Teve de esperar até o surgimento do computador. Recentemente, o Dr. Eli Rips, da Universidade Hebraica criou um programa de software que tem por base este sistema de espaçamento de letras. Ou seja, este programa de software reorganizaria as 304.805 letras do Tora em matrizes diferentes, dependendo da palavra que estivesse sendo procurada e de seu número de letras. Os resultados foram incríveis, até mesmo impressionantes e, se verdadeiros, representariam um dos maiores progressos jamais feitos pela humanidade. E se verdadeiros, todo nosso mundo mudaria muito mais do que quando Copérnico deu-se conta de que a Terra girava ao redor do Sol.

A Universidade Hebraica colocou os nomes de mais de 60 rabinos conhecidos no programa de computador. Esses rabinos tinham morrido, e sabia-se muito sobre suas vidas. Em cada caso o Tora revelou seus nomes exatos, a data e local de nascimento, data e local de sua morte e dados pertinentes sobre as principais realizações de suas vidas. Além disso, eles pesquisaram muitos, muitos outros assuntos com o software do Código da Bíblia, tais como acontecimentos conhecidos do passado. Descobriram que todas as coisas imagináveis tinham sido escritas nos primeiros cinco livros da Bíblia. Começou a dar a impressão de que o futuro é totalmente conhecido na Bíblia, tendo sido escrito no Livro Sagrado mesmo antes de acontecer.

Uma pergunta importante a se fazer é: Quais as probabilidades de isso ocorrer no Tora? Na verdade, são estatísticas ou probabilidades que estão sendo usadas para provar que o Código da Bíblia é verdadeiro, que realmente existe um livro secreto no Tora. As universidades de Harvard e Yale foram as primeiras a se apresentar para pôr à prova se este fenômeno do Tora era realmente verdade ou apenas uma fraude. A universidade criou programas de software na verdade para provar que o Código da Bíblia não era verdadeiro, mas os resultados verificaram que realmente era verdade. Então o Pentágono, nos Estados Unidos, envolveu-se na história. O poderoso departamento de código e todos os seus recursos concentraram-se em provar a validade ou falsidade do “livro secreto” do Tora. Seus esforços também provaram que o Código da Bíblia era verdadeiro.

Entendam que em estatística, se um acontecimento apresentar probabilidades de um para mil, não é considerado apenas um acidente. Muitas das probabilidades surgidas no Tora são de uma em um milhão e de até uma em dez milhões. Não se trata de um acidente. Estas informações sobre o passado/presente/futuro foram colocadas nos primeiros cinco livros da Bíblia com consciência, aliás, um nível muito elevado de consciência. Muitos acreditam, claro, que foi Deus, considerando o livro secreto uma prova da existência de Deus.

Parece haver certeza agora de que cada pessoa do mundo tem seu nome escrito no Tora, juntamente com a data e local de nascimento e morte. O que significa isto? Em primeiro lugar, indica que estamos atingindo ou atingimos um ponto especial chamado o final dos tempos; caso contrário não poderíamos ter desvendado o código, de acordo com o próprio Tora. O livro secreto indica que o que todos os profetas têm sugerido acerca desta época em que todos vivemos é provavelmente verdade.

Por ora deixarei o Código da Bíblia e falarei sobre outro fenômeno incrível de nosso tempo. Atualmente estão nascendo crianças que desafiam a compreensão lógica. Parecem estar surgindo três grupos separados de crianças, mas de fato pode ser o mesmo fenômeno se expressando de maneira diferente. Estão sendo chamadas supervidentes das crianças da China, Crianças Índigo e os filhos da AIDS.

A relação exata entre esses três grupos de crianças neste momento não me é clara. Suponho quando nos dermos conta de sua presença, entenderemos.

Aparentemente estão surgindo na Terra hoje crianças que não são normais segundo os padrões humanos. De fato, de acordo com padrões científicos, os “filhos da AIDS” sequer são humanos. Não possuem ADN humano. O ADN humano é muito específico, e o ADN dessas crianças é diferente o bastante para receber um novo nome.

Comecemos pelo começo. Por volta de 1984, o governo chinês pela primeira vez descobriu uma criança, um menino, que era vidente além de tudo que já se vira. Quando suas habilidades psíquicas foram testadas pelo governo, constatou-se que eram 100% exatas. Então o governo encontrou outra dessas crianças, a seguir muitas, depois centenas e milhares. A revista Omni foi investigar esse fenômeno a convite do governo chinês. Quando o pessoal da Omni chegou, supôs que pudesse estar havendo fraude, então procederam com grande cautela. O governo lhes deu cerca de 100 crianças para trabalhar. A Omni criou testes, tais como pegar um livro ao acaso, arrancar aleatoriamente uma página, amassar a página, colocando-a sob à axila do pesquisador. As crianças leram perfeitamente cada palavra da página! Depois de muitos tipos diferentes de testes, a Omni acreditou que essas crianças eram incríveis, mas não entendeu como, nem por quê, estava ocorrendo este fenômeno. Vocês podem ler sobre isto no exemplar de janeiro de 1985 da Omni.

Desde então, essas crianças foram descobertas em muitos outros países, como Rússia, Japão, Canadá, Europa e Estados Unidos. Creio que essas crianças estão vindo de um nível muito mais elevado de vida, e estão aqui para nos ajudar com nossa transição evolutiva para um novo mundo. Elas nos ajudam com sua simples presença.

Não tenho certeza do que estou prestes a dizer, mas acredito que seja verdade. Quando essas crianças começaram a nascer em países que não a China, receberam rótulos diferentes. Nos Estados Unidos, Kryon, através do canal Lee Carroll, as chamou Crianças Índigo. Kryon as vê vindo da profunda luz púrpura-azul. Os pais dessas crianças estão sendo transformados simplesmente por estar na presença delas.

Atualmente está acontecendo um novo fenômeno na Terra que ultrapassa o das crianças supervidentes. Aproximadamente dez ou onze anos atrás nasceu uma criança com AIDS. Fizeram exames e descobriram que realmente estava com AIDS. Fizeram exames novamente quando o menino estava com seis meses e depois um ano, ele ainda tinha AIDS. Só fizeram novos exames quando ele estava com cerca de cinco anos, e não acharam nenhum indício de AIDS ou do HIV em seu corpo. Era como se ele nunca tivesse tido a doença.

Foi então que a UCLA (Universidade da Califórnia, campus de Los Angeles) entrou na história. Querendo saber por que esta criança estava livre de todos os indícios de AIDS, começaram a fazer exames. Um exame foi feito no ADN dele. Encontraram um novo resultado chocante: aquela criança não tinha ADN humano. Parecia humana, mas não era.

Como sabem, no ADN humano há quatro ácidos nucléicos que se reúnem em 64 combinações possíveis chamadas códons. Os seres humanos têm 20 desses códons em funcionamento, sem incluir os três que funcionam como os códigos de desligar e iniciar de um computador. Esse garoto tinha 24 códons funcionando! Para mim, o códon é como programa de software de computador, e esse menino tinha quatro a mais que nós.

Quando a UCLA fez exames no sistema imunológico dele, descobriram algo ainda mais espetacular. Pegaram uma dose letal de HIV, muitas vezes mais alta que a necessária para infectar um ser humano normal, e a colocaram numa placa de petri (recipiente raso, de vidro, com tampa frouxa, usado para o desenvolvimento de microorganismos animais e vegetais em laboratório), acrescentaram então algumas células dessa criança. Elas não foram afetadas. Aumentaram a quantidade de HIV a níveis incríveis, mesmo assim nada aconteceu. Depois de aumentar várias vezes o nível de HIV, chegando afinal a uma quantidade três mil vezes maior que a dose infectante, as células da criança permaneceram inalteradas. Passaram, então, a realizar experimentos nas células dessa criança com outras doenças, obtendo o mesmo resultado: parecia imune a todas as doenças.

Então acharam outra dessas crianças, então cem, depois mil. A UCLA agora estima, a partir da observação dos testes de ADN realizados no mundo, que 1% da população tem esse novo ADN não humano. Isso se traduz em mais de 60 milhões de pessoas (não apenas crianças agora) que de alguma maneira passaram por uma mutação e alteração de seu ADN, que se transformou, produzindo este novo padrão não humano. Existe tanta gente agora com esse novo ADN que os cientistas acreditam que neste momento está nascendo uma nova raça humana na Terra. Será que a verdadeira razão de a AIDS ter diminuído em 47% em 1998, a maior queda na história de qualquer doença num período de um ano, tem relação com esses “filhos da AIDS?” Vocês podem ler mais sobre isto no livro de Gregg Braden, “Walking between the Worlds” (Caminhando entre os Mundos).

Voltemos agora ao Tora. Quando a Universidade Hebraica pesquisou a palavra AIDS no Código da Bíblia, encontraram exatamente o que vocês esperariam: as palavras HIV, no sangue, sistema imunológico, morte e muitas outras palavras relacionadas que se espera encontrar associadas à palavra AIDS. Mas também acharam outra frase que na ocasião não fazia sentido para eles: o fim de todas as doenças. Acho muito interessante que a AIDS, a doença que tinha a possibilidade de eliminar a raça humana, tenha se tornado o catalisador capaz de, talvez, agora nos tornar imunes a todas as doenças (vocês podem ler sobre isto no livro de Jeffrey Satinover, Cracking the Bible Code, página 164).

Então agora parece que na Terra existem pelo menos 60 milhões de pessoas (e esse número está aumentando muito rápido, acredito eu, já que parece ter começado com uma única criança há apenas alguns anos) que não ficam doentes e estão vivendo “o fim de todas as doenças”. O que é ainda mais importante é que talvez haja outro fenômeno associado com essas crianças e adultos, que pode realmente surpreender o mundo e do qual ainda não temos consciência. Poderiam essas pessoas estar interligadas de um modo com o qual podemos apenas sonhar? Elas têm um propósito coletivo na Terra? Poderiam mesmo ser imortais? O tempo e a história dirão.

Embora todos os três grupos de crianças sejam quase inteiramente desconhecidos do mundo, provavelmente logo passarão a imprimir sua marca na história. Estão aqui na Terra por Amor. E estão aqui agora.

É aqui que vocês entram, se ainda não entraram. A UCLA registrou que os pesquisadores acreditam que a mutação no ADN está ocorrendo por meio de uma resposta emocional/mental/corporal específica das crianças. O ADN apresenta um padrão de forma de onda muito específico, assim como todas as emoções, pensamentos e respostas corporais humanos. Observou-se que uma resposta emocional/mental/corporal em particular apresenta um padrão de forma de onda (assinatura de onda senoidal) quase idêntico ao do ADN. Alguns, inclusive Gregg Braden, agora acreditam que é dessa forma que as pessoas alteram o ADN ou realizam mutações. A resposta emocional/mental/corporal une-se ao ADN, ou entra em ressonância com ele, permitindo que ocorra uma mutação – neste caso, no número de códons. Claro que as informações exatas sobre como isto é feito estão nas malhas e no inconsciente de todos, à disposição de quem pedir com coração.

Gregg Braden acredita (e eu também) que esta resposta emocional/mental/corporal pode ser identificada em três partes. Primeiro, existe uma parte mental na qual a mente vê a Realidade na qual vivemos como um todo, completo e perfeito e que todas as coisas estão interligadas. A ideia de separação (a forma como a maioria dos seres humanos experienciam a vida) é considerada uma ilusão. Ou seja, a experiência de estar dentro de um corpo e de tudo o mais estar fora do corpo, separado da pessoa, já não é vivida. Em vez disso, a pessoa sabe, vê e experiencia que o mundo interior – pensamentos, sentimentos, sonhos, visões e assim por diante – e o mundo exterior da Realidade são o mesmo, estando totalmente interligados.

Quando a pessoa vive este estado de ser, ela então vê, a cada respiração, todas as outras pessoas como sagradas e divinas. O que às vezes é chamado Amor incondicional surge então como uma verdade, sendo vivido.

Finalmente, depois dos dois passos acima, a pessoa não julga a Realidade nem as pessoas que são parte dela. Quando julgamos, ainda estamos na consciência de bem-e-mal, e enquanto julgarmos, permaneceremos neste estado de declínio. Não foi isto o que o Jesus nos pediu: “Não julgueis, para não serdes julgados?”

Com estes três possíveis aspectos da experiência humana combinados ao mesmo tempo: unicidade, Amor divino e não-julgamento, a experiência total poderia ser chamada compaixão. A forma de onda deste tipo específico de compaixão vai se unir ao ADN, provocando sua mutação no ADN das crianças da nova raça. Qualquer um pode fazer isto com a permissão do Grande Espírito. Vocês podem fazer isto. E agora que tudo se encontra nas malhas da Terra, não faz diferença se vocês têm AIDS ou o HIV. Vocês podem seguir as crianças. Vocês escolhem.

Todos sabemos lá no fundo que as crianças mostrarão o caminho. E aqui na Terra isto está realmente acontecendo agora. Elas são a inocência do mundo. Existe uma cura verdadeira para os que têm AIDS, e não está num vidro de remédio. Sigam as crianças. Qualquer doença que tiverem, sigam as crianças. Acredito que elas nos conduzirão diretamente ao Cristo, direto de volta a Deus, para fora deste estado de declínio. Claro que esta é minha convicção. Vocês devem conferir o que eu disse para ver se é verdade. Lembrem-se também do que Jesus disse: “Se não fordes como crianças, não entrareis no reino do Céu”. Como sempre, a escolha é sua.

Vocês ainda estão aqui? Estão realmente prontos para aceitar uma mudança rápida em sua vida? Creio que estão prontos. Mudança é o que faz a vida subsistir. Vocês têm poder de mudar o que precisa ser mudado. Seu poder vem de suas emoções e seus pensamentos e da maneira como vivem suas vidas. Eles são seu joystick.

O que está acontecendo? Nós estamos. Tenham fé em si mesmos e confiem na Fonte. Esta é uma grande época para se estar vivo. Sintam a onda do Mistério. Sintam o amor que toda a vida por toda parte tem apenas por vocês.

As crianças da nova raça estão aqui. A antiga Raça Azul chegou. O “final dos tempos” chegou. Vocês estão finalmente indo para Casa.

Vocês tinham razão! Não existem acidentes, e o Espírito é perfeito. É o fim de todas as doenças, o início de um novo caminho.

Transmutem as profecias por meio da inocência, compaixão e luz. As crianças mostrarão o caminho.

Fonte: Extinta Revista Amaluz, nº 79, agosto de 1999.

***

Faz muitos anos que li o livro “O Código da Bíblia” e achei incrível. Procurei na internet e localizei os dois volumes, mas infelizmente sem as ilustrações dos códigos. Caso tenha interesse você pode baixar: link1link2.

Neste link você pode baixar o livro “As Crianças Índigo – Chegaram as Novas Crianças” – Lee Carroll e Jan Tober. 

Espero que esteja gostando e agora vou tentar expor da melhor forma possível sobre as Crianças Índigo e Cristal.

***

— As Crianças Índigo e suas Características

Por definição, uma criança índigo demonstra uma série de atributos psicológicos novos e pouco habituais, com padrões de comportamento diferentes do que estamos habituados a ver em outras crianças. No entanto, não é a primeira vez que o planeta assiste à chegada de consciências que trazem características diferentes do habitual e que agitam as culturas estabelecidas. Poderíamos enumerar uma quantidade delas que, desde muito tempo, vêm surgindo aqui e ali para nos abrir um pouco a porta do conhecimento. (…)

É nesse contexto, e ora nos preparamos para as mudanças desse novo universo, que aparecem as Crianças Índigo. Elas começaram a aparecer em maior número e frequência a partir da década de 1980, e vêm justamente para nos ajudar a entender que vamos ter de mudar muitas coisas. São crianças computadorizadas que trazem consigo uma maior capacidade de visualização mental e que são orientadas para a evolução tecnológica. Também são chamadas, por isso, “crianças tecnológicas”, pois com 3 ou 4 anos de idade são capazes de lidar com os computadores como não é possível ser feito por adultos de 60 anos. (…)

Elas trazem dentro delas um mandamento fortíssimo, que é: “Não te deixes dividir em partes. Cura o planeta. Não adormeças”. Não conseguem conviver com a mentira, com o cinismo, mesmo social, do “parece mal”. Aquilo que nos diziam na escola ou na família, quando crianças, que tínhamos que estudar porque isso era importante, mas que só mais tarde entenderíamos, não serve para essas crianças, elas querem saber razões objetivas. Não se contentam com meias respostas e rejeitam falsas afirmações.

Uma das coisas que rejeitam é a autoridade de adultos só porque são adultos. Antes, era suficiente uma resposta dessas porque a professora ou os pais surgiam como a figura que simbolizava autoridade e isso bastava. Mas, como as Crianças Índigo vêm para ajudar na mudança e transformação social, educacional, familiar e espiritual do planeta, elas trazem uma estrutura de funcionamento cerebral diferente (já que utilizam simultaneamente os dois hemisférios cerebrais, direito e esquerdo). (…)

As Crianças Índigo privilegiam as relações autenticas, a negociação, o diálogo e a partilha. Elas não aceitam ser enganadas, porque a sua “intuição” capta facilmente as verdadeiras intenções das pessoas que com elas convivem; não aceitam ameaças nem tem medo do “papão” ou do “Deus castigador” de antigamente, porque elas rirão de você. A intimidação não tem resultado, porque elas sempre andam à procura da verdade e irão encontra-la, custe o que custar.

Existem, realmente, Crianças Índigo? 

O Dr. Lima (não posso dizer de quem se trata) afirma que elas existem, embora, na sua opinião, deva-se retirar a carga esotérica, ocultista e religiosa que lhes tentam impor. Ele admite chamá-las assim mesmo, ainda que o nome conote a hipotética existência de uma aura azul-índigo. Para ele, são Crianças Índigo apenas as que reúnem as seguintes características gerais: sensitivas, intuitivas, tendencialmente hiperativas, com particularidades raras de percepção e compreensão das grandes “leis universais” que comandam a vida, altamente criativas, com capacidades invulgares de memória (que pode incluir a capacidade de acesso a vidas passadas e acontecimentos fora do seu alcance imediato), dotadas de uma espécie de “inteligência espiritual”.

Vários autores afirmam que, dentro desse grupo, podem distinguir-se quatro tipos de crianças: As humanistas (líderes), as conceituais (cognitivas ou intelectuais), as artistas e as interdimensionais (globalmente superdotadas, mas com potencialidades espirituais invulgares).

O Humanista (Líder)

O Índigo humanista é verbal e está destinado a trabalhar (falar) com as massas e curar as relações humanas. Serão os médicos, os advogados, os professores, comerciantes e políticos de amanhã. Apresentam características de hiperatividade e são extremamente sociáveis, mostrando capacidade de relacionar-se com todas as pessoas, sempre de uma forma afável e amigável, apresentando pontos de vista muito bem definidos. Chegam a ir contra tudo e contra todos no ímpeto de realizar coisas; às vezes, esquecem-se de parar e esbarram contra uma parede ou qualquer outro obstáculo que se lhe apresente.

Têm muita dificuldade em ficar parado em filas ou em ter que esperar por alguma coisa ou alguém… Não sabem o que fazer com os brinquedos que lhes dão e se entretêm em desmontá-los, pois veem nisso, maior utilidade prática, até porque tem de estar sempre fazendo alguma coisa, já que sua hiperatividade não lhes permite estar quietos ou simplesmente entretidos, sem fazer nada… Depois de desmontá-los, largam-nos, pois já não veem neles qualquer utilidade.

Se você quiser que façam alguma coisa, como por exemplo, arrumar o quarto, terá de lembrá-los inúmeras vezes, porque são muito esquecidos. Se encontrarem um livro, mergulham na sua leitura, pois são leitores natos.

Essas e outras atitudes do Índigo Humanista precisam ser compreendidas e respeitadas pelos adultos que com eles convivem, porque o respeito é a linguagem que os Índigos compreendem. Respeitar para ser respeitado! O adulto deve ensinar-lhe com o exemplo, já que a autoridade não é valorizada pelo Índigo, se ele não vir o exemplo partir da parte dos adultos.

Ele entende e age em relação ao respeito e à autoridade como um espelho, porque sabe que vem com uma missão concreta e, por isso é também uma autoridade a ser respeitada. A compreensão, o respeito, a firmeza e a sinceridade são muito apreciados pelo Índigo.

A negociação e o diálogo funcionam muito bem com eles, mas tudo deve ser sempre feito com muito Amor. A educação com Amor é facilmente entendida pela criança e naturalmente aceita. Como o Índigo Humanista tem por missão curar as relações humanas e está atento aos sentimentos das outras pessoas, sempre em uma atitude interrogatória, ele não irá deixa-lo em paz enquanto você não lhe responder. Seu foco principal são as pessoas e a sua relação com elas.

O Conceitual

O Índigo Conceitual é o menos verbal de todos, pois está mais interessado em projetos que em pessoas. Serão os futuros engenheiros, arquitetos, militares, astronautas, pilotos. Vivem preocupados em criar estratégias para mudar o curso das coisas. São lutadores e mentalmente preparam soluções para a resolução dos problemas. São muito responsáveis e vivem como intuito de resolver as coisas que não funcionam na Terra, pois tem o psíquico bem aberto.

São bastante atléticos fisicamente e podem ter tendência para ser controladores, manipulando as situações da forma que mais lhes convém. Por isso, é necessário que sejam educados com Amor, porém muita firmeza, principalmente pelos pais, caso contrário podem chantageá-los, procurando conseguir o que pretendem daquele que for menos firme.

Se, na adolescência, são contrariados, rejeitados ou se não se sentem compreendidos pela sociedade ou no seio familiar, podem ser extravagantes (pintando cabelos, usando objetos decorativos como brincos, piercings, colares ou outros adereços para chamarem a atenção). Em última estância, podem vir a criar dependências com drogas.

Os pais devem ter o cuidado de criar um ambiente afetuoso à sua volta para que se sintam, no seio familiar, compreendidos e integrados; isso facilitará muito um amadurecimento saudável. Se o jovem começa a ter um comportamento estranho e a dizer que não quer que mexam nas suas coisas, é hora de agir com firmeza, fazendo uma revista nos seus objetos e até no quarto, seguida de uma conversa leal e aberta.

A revolta nesses jovens faz parte da sua própria missão, que se relaciona com mudança. Quando o jovem começa a sentir as dificuldades próprias da mudança e da ruptura de padrões culturais, sente-se profundamente frustrado e inquieto; daí decorre sua vontade de alienar-se para se libertar da sua frustração, por sentir que não consegue cumprir sua missão construtora de novos padrões e de uma nova forma de vida mais coerente. A sociedade para ele é corrupta,  falsa e não merece pessoas como ele, daí sua compreensível revolta.

O Artista

O Índigo Artista é muito mais sensível e, às vezes, de menor estatura, embora nem sempre isso aconteça. Ele sente-se atraído e naturalmente inclinado para as artes, pois é bastante criativo. Será o futuro poeta, escritor, musico, professor e artista de uma forma geral. É considerado também um experimentador e tem sempre vontade de fazer novas experiências criativas.

Caso se interesse por música, experimentam vários instrumentos e todos o entusiasmam. Gosta de experimentar novas cores, novas formas, novas combinações e possibilidades. Tem os sentidos muito apurados e consegue captar cheiros que outras pessoas não sentem, porque capta vibrações até por meio do próprio olfato. Começa muito cedo a revelar esses e outros dons.

São muito sensíveis ao ambiente que os rodeia, não só cheiros, mas também às cores, à luz, aos ruídos. São verdadeiros apaixonados pela beleza e harmonia. É como se trouxessem impressa neles a verdadeira harmonia. Uma forma que tem de mostrar aos outros que não estão satisfeitos com a falta de harmonia é tornando-se eles mesmos desarmoniosos, chamando a atenção pela negativa (na forma de comportamento ou até mesmo na forma de se vestir). Apresentam comportamentos de teimosia e impaciência porque tem uma consciência muito clara da missão que tem de cura do planeta e de que chegou a hora de atuar. Não lidam bem com as pessoas que estão constantemente adiando aquilo que devem ou tem de fazer.

O Interdimensional

O Índigo Interdimensional é o mais alto que os outros. São chamadas de Crianças-Canal porque elas, desde muito pequenas, tem uma ligação direta com entidades superiores e falam dos seus amigos invisíveis com a naturalidade de que trata com eles. Respondem, às vezes, os adultos, que sabem das coisas e até dizem que sabem de onde vêm ou, então, afastam-se dizendo para não os aborrecerem ou que os deixem sozinhos… Serão os construtores de novas ideias, de novas filosofias ou de uma nova espiritualidade. Têm consciência clara de quem são e da missão que tem, e desdenham de quem não lhes dá a importância que acham que merecem. Às vezes parecem insolentes e altivos.

Têm em geral, um autoconceito elevado. Não tem medo de ameaças que os adultos lhes possam fazer para detê-los em suas intenções. Se um adulto lhes diz que estão agindo mal, mas elas discordam, simplesmente demonstram que não sabem o que dizem. E fazem-no com a autoridade de quem realmente sabe o que faz.

Os adultos que com eles convivem não conseguem lhes dizer que estão errados. É mais fácil resolver a situação procurando saber os motivos que os levaram a ter aquela atitude ou comportamento. Por meio de diálogo e captando sua confiança, é mais fácil ficar sabendo a forma como pensam e o que tem intenção de fazer, caso contrário, afastam-se, e não o deixarão participar das suas ideias e intenções, pois se fecham no seu mundo interior.

A confiança, o diálogo, a partilha de sentimentos, alegrias, tristezas e vivências devem acontecer a partir do momento em que a criança começar a falar. Um hábito constante que é a única forma de cativar o “seu principezinho”.  Cative-o cada dia, cada hora e terá um grande amigo e um companheiro para toda a vida, além de aprender muito com ele.

Teste de identificação de Crianças Índigo.

Propomos que façam um pequeno teste com as suas crianças para identificá-las, ou não, como Crianças índigo. Esse teste (embora com algumas adaptações) é apresentado por Lee Carroll no seu livro “As Crianças Índigo”.

1 – Trata-se de uma criança muito intuitiva (parece adivinhar as coisas) e traz consigo, desde o nascimento, uma certa realeza, comportando-se como tal?

2 – Sentem que merecem estar aqui e se admiram quando os outros não os reconhecem? Revelam-se bastante sensitivos (parecem observar, ver, ouvir e detectar acontecimentos, objetos e situações aparentemente impossíveis?

3 – São muito sensíveis à musica, pintura, paisagens grandiosas e sublimes, ao belo?

4 – Dizem com naturalidade aos pais quem são e de onde vêm, e algumas vezes disseram ter falado com anjos, Deus, extraterrestres e outras entidades?

5 – Preocupam-se muito com questões humanitárias, a fome, as guerras, os problemas ambientais, com os animais abandonados ou maltratados?

6 – Gostam de ver programas sobre história, religião, arte na TV ou internet?

7 – Sentem-se frustrados com sistemas que obedecem a rituais e sem criatividade, apresentando formas de fazer as coisas tanto em casa como na escola, o que os torna rebeldes ou simplesmente desinteressados?

8 – Costumam desenhar figuras exóticas, seres extraterrestres, figuras estranhas?

9 – Apreciam conversar sobre Deus, o princípio do mundo, a vida, os OVNIs, etc?

10 – Parecem ser antissociais, e, às vezes a escola é o local em que lhes é muito difícil socializar? Apreciam a solidão? Gostam de se fechar no quarto para ficar sozinhos?

11 – Tem dificuldades de aceitar uma autoridade absoluta? Falam ou escrevem sobre assuntos que parecem não ser para sua idade e formação?

Se respondeu “sim” a mais de quarto perguntas, esteja mais atento ao seu filho ou educando, porque poderá estar diante de uma Criança Índigo. Por isso tente retirar dele mais informações, mas proceda com carinho e Amor verdadeiro, porque essas crianças, em razão de sua sensibilidade e suas capacidades extra-sensoriais, percebem facilmente suas intenções, sobretudo se não forem para o seu bem. Como sabem, elas trazem consigo um verdadeiro detector de mentiras e, intuitivamente, leem os pensamentos das pessoas com quem se relacionam.

Para esse propósito selecionamos um conjunto de características comuns às crianças e aos jovens da nova geração e que também sobressaem nos Índigos.

– São mais sensíveis que as outras crianças.

– São mais intuitivas, perceptivas e até psíquicas em vários graus.

– São determinadas e tem importante proposito na vida global.

– São coerentes e autênticas. Existem correspondência entre: coração, mente, palavras e ação.

– Percebem facilmente a falta de verdade, integridade e honestidade.

– Acreditam e mostram muita paixão por valores como: vida, o Amor e a justiça.

– Quando são jovens e até adultos, têm forte sentido de serviço e ajuda comunitária.

– Por natureza, não criticam e nem julgam os outros.

– Em geral, têm um grande senso de humor.

– Precisam de muita água, natureza, arte, roupa de fibra natural, exercício físico e de um ambiente equilibrado e seguro tanto físico como emocional, psíquico e espiritualmente.

– Requerem a presença de adultos emocionalmente estáveis.

Retirado e adaptado do livro “Crianças Índigos – uma geração de ponte com outras dimensões… No planeta índigo da nova era”, de Tereza Guerra, Madras Editora LTDA – todos os direitos reservados.

Fonte: Blog Espírita

*** 

As Crianças Cristal

As Crianças Cristal são recém-chegadas ao planeta (cada vez em maior número). No entanto, sempre existiram, ainda que em pouca quantidade. As Crianças Cristal são os chamados pacificadores, pois trazem atributos de paz e equilíbrio para poder continuar o trabalho começado pelas Crianças Índigo. Ambas as crianças representam um desafio para a sociedade, especialmente para os pais. A forma de tratá-las vai ter de mudar, os pais e os educadores têm de adotar novas formas de ser, para lidar corretamente com as crianças da nova vibração.

Segue-se um texto sobre os atributos de uma Criança Cristal – de Sharyl Jackson – traduzido para o castelhano por J. M. Piedrafita Moreno e para o português pela autora:

“Que sabemos das crianças da vibração de Cristal? Por um lado, sabemos bastante. Por outro, nada sabemos de muito concreto. Como as próprias crianças, a informação, neste momento, é muito etérica, muito sutil e pouca óbvia. A diferença dos seus irmãos e irmãs ‘confrontadores’ Índigos, as Crianças Cristal não modificaram as coisas… ainda. O 11 de setembro de 2001 foi um ponto decisivo, um sinal e uma porta de acesso para a próxima onda de crianças. A era das Crianças Cristal já chegou.

As Crianças Cristal são provavelmente, em grande medida, as crianças (filhos) dos Índigos. Podem até ser Índigos. Em uma conversa muito recente com Lee Carrol sobre os Cristais, este declarou que são Índigos artistas. Ele pode ter razão, realmente é o mesmo. O que realmente importa é que cada grupo ou subgrupo de crianças inspiradas pela unidade seja apoiado, e lhes seja permitido realizar seus trabalhos, seus propósitos divinos. Steven Rother (proprietário de planetlightworker.com) e o seu grupo chamam essas crianças de os pacificadores, enquanto que os Índigos foram chamados de confrontadores de sistemas. As Crianças Índigo foram assim chamadas pela diferente cor de suas auras, o Índigo, que é a cor do terceiro olho, ou seja, do chacra frontal. Como são muito intuitivas, mentais, rápidas e se aborrecem facilmente, as Crianças Cristal, ao contrário, são chamadas assim não pela cor da sua aura, mas pela sua alta vibração. Talvez com o tempo se saiba que as Crianças Cristal são mais dominantes no chacra da coroa, o spectrum de cor violeta, e que sua aura é branca ou transparente.

Quando começaram a chegar as Crianças Cristal? Elas sempre existiram no planeta, porém era uma minoria que atuava como exploradores, apalpando o terreno, e a qual a humanidade não tratou muito bem. Como, por exemplo, aquele que ficou conhecido como Jesus, o Cristo. Com muita frequência, esses exploradores eram assassinados, mas serviam o propósito de deixar sementes. Frequentemente, diz-se que ‘Cristal’ e ‘Cristo’ são palavras muito similares e, por esse motivo, têm uma definição parecida. Recordando o que foi dito, o leitor pode fazer uma boa imagem ou sentimento do que são as Crianças Cristal e para que vieram. Use suas habilidades intuitivas para sintonizar com a energia dessas crianças, criando uma unidade com elas, e o resultado no planeta será espantoso!

Com a chegada das Crianças Índigo, vimos um incremento dramático no número de crianças diagnosticadas como hiperativas ou com ADD pela comunidade médica. Já se escreveu muito sobre esse fenômeno, por isso, deixo essas explicações para os mais entendidos. No entanto, perguntavam-me como as Crianças Cristal seriam classificadas. Observando, que comecei a ouvir foi a palavra ‘autista’ (comentarei sobre este aspecto mais adiante). Agora estou bastante convencida de que veremos um crescimento dramático no número de crianças autistas. Estas são realmente as Crianças Cristal (ou Índigos Artísticos), tão sensíveis e vulneráveis ao mundo que as rodeia, que se escondem dentro de si mesmas, desconectando-se o mais que podem, até mesmo dos humanos, para sobreviverem em um mundo em que ainda não se encaixam. Voltando à pergunta sobre quando as Crianças Cristal começaram a chegar aqui, podemos dizer que desde as últimas quatro décadas, mais ou menos. Uns quantos mais do que o normal, começaram a encarnar para ancorar a energia. Pelo que tenho observado, foi um dos trabalhos mais duros do planeta, mas alguém tinha de fazê-lo, pois apenas alguns dos ‘grandes’ se encarregaram do trabalho. Até então, não era garantido que o planeta pudesse estar preparado para as crianças de vibração Cristal, mas o espaço tinha de ser criado, o caminho tinha de fazer-se, sementes tinham de brotar, de qualquer forma. E aqui estamos no século XXI, tendo passado por todas as nossas provas, dando as boas-vindas a uma grande quantidade dessas crianças, de forma que, aparentemente, estamos preparados. Como reconhecer essas novas crianças ou poucos Adultos Cristal que, como precursores, ancoraram as energias necessárias? Não andam por aí causando estragos, vivem tranquilamente em uma obscuridade relativa. Fazendo o melhor que podem para ficar no planeta. Tive o prazer e a honra, assim como também a frustração, de criar um desses pioneiros, uma das primeiras Crianças Cristal, que agora já é adulta.

Minha experiência pessoal, minha intuição e os conselhos dados pelo grupo foram usados para recompilar uma lista de atributos das crianças da vibração Cristal. Por favor, considerem que esses atributos não são todos inclusivos, nem toda a Criança Cristal exibe necessariamente todas essas qualidades. Extremamente sensíveis a tudo no seu meio ambiente: sons, cores, emoções negativas dos outros, cheiros, comida, produtos químicos, a sensação de ‘estar vestido’, violência, a dor de outros, consciência de grupo, frequências eletromagnéticas, radiações solares.

Tão sensíveis que são profundamente vulneráveis, com muita intensidade e grande vulnerabilidade.

Devem passar um tempo sozinhas, não vivem bem em grupos e poucos entendem sua necessidade de solidão.

Devem entrar em comunhão com a natureza e os elementos diariamente. O Espírito da Natureza os ajudará a equilibrar e a limpar todas as energias não harmoniosas que os afetam tão profundamente.

Simplesmente não entendem ‘a desumanidade do homem contra o homem’, a guerra, a avareza, etc.. e podem sentir-se facilmente sufocadas com tudo isso. Retrair-se, desconectar-se, proteger-se se a vida é demasiado intensa, se eles se traumatizam ou veem ou sentem outros traumatizados.

Normalmente são tranquilos, os outros os admiram e se sentem atraídos por eles como um imã. Terão profundas e longas relações com humanos que lhes ofereçam o Amor incondicional que os Cristal sabem que é o único Amor verdadeiro.

Quando um Cristal olha para você, é como se tivesse penetrado dentro da sua alma.

Raramente necessitam ser tratados como uma criança tradicional pois são gentis, prudentes e capazes de dizer o que necessitam, o que é bom ou o que não é bom para eles. Quando o meu filho era muito pequeno, disse um dia: ‘Eu não posso beber álcool ou tomar drogas’, e ele jamais tomou nada disso.

Com frequência evitarão multidões ou centros comerciais. Demasiadas energias diferentes os incomodam.

Sentem um Amor profundo pelas crianças e pelos animais. Têm uma forma extraordinária de conectar-se com todas as criaturas.

A água é muito benéfica para limpá-los e acalmá-los: banhos frequentes, duchas diárias, cascatas, fontes, brincar com a água e a areia.

Requerem roupas confortáveis, à sua escolha, em cores e fibras naturais. Precisam de muita água pura e com frequência preferem alimentos orgânicos frescos.

Antes de nascer, com frequência, disseram a seus pais seu nome, como se o ouvissem em pessoa.

Milagres e magia ocorrem à sua volta: aparece dinheiro, os animais os procuram, os bebês lhes sorriem, curas ocorrem naturalmente.

São extremamente empáticos, ao ponto de saber o que um desconhecido está sentindo.

Sentem medo de intimidar porque se sentem invadidos, e não respeitados muito facilmente. Preferem ficar sozinhos a ter o seu ‘espaço pessoal corporal’ descuidado. Também evitam relações românticas por medo de ferir o outro se a relação terminar.

Há uma inocência, uma falta de malicia, uma pureza, graças à ausência de ego nos Cristal.

Podem necessitar de ajuda para aprender a conectar sua energia. Pode ser feito por meio de atividade física. Natureza, esportes, artes marciais, ioga ou dança.

Podem estragar aparelhos elétricos, rádios, televisões, computadores. Abstêm-se de mostrar emoções por medo da sua amplificação e perda de controle, pois podem parecer passivos ou sem sentimentos.

Podem sentir-se responsáveis porque alguém morreu, ou está ferido, ou, ainda, discutindo.

Podem ter, e provavelmente tiveram, períodos de depressão profunda. Respondem bem ao trabalho corporal à massagem ou ao trabalho energético realizado por alguém que está equilibrado. Massagens craneo-sacrais podem ser cruciais para manter seus corpos saudáveis e sem dor.

Com frequência têm um metabolismo alto e são naturalmente vegetarianos. Inteligentes, veem todas as possibilidades com um entendimento instintivo das leis espirituais, de como funciona tudo.

Têm uma conexão limpa com o seu Eu Superior, ascedendo naturalmente ao seu Guia Superior. É por isso que sabem a verdade da Unidade Espiritual. Curadores e pacificadores natos, com muitas habilidades, são capazes de regenerar os ossos e a pele.

Quando muitos de nós formos, gradualmente, renovados, ascenderemos à energia Cristal que já está no DNA.

Podem ser pessoas de muito poucas palavras, mas todos os escutam, quando tranquilamente expressam sua sabedoria com humildade. No entanto, não darão conselhos sem que lhes tenham sido pedidos e nunca interferirão.”

Apresentamos, agora, de uma forma mais esquematizada e sintética, as diferenças significativas identificadas entre as Crianças Índigo e as Cristal. Essas últimas têm revelado uma sensibilidade muito acentuada e, portanto, é necessário observar atentamente para, no futuro, não virem a sofrer danos psicológicos e emocionais, já que se assustam e, às vezes, até se atemorizam com a violência física: são também propensos a contrair alergias, “sensíveis a campos eletromagnéticos, entre outras coisas”…

Outros autores salientam que as crianças e os adolescentes de vibração Cristal, em geral, podem apresentar ainda algumas das seguintes características:

– São tranquilos, pacíficos (têm mesmo uma função pacificadora), gentis, construtores.

– Apresentam, às vezes, capacidades telepáticas. Possuem uma força interior extraordinária.

– Lideram por meio do exemplo, são construtivos, e não têm o hábito de denunciar o que está errado, como os Índigo.

– Testam seus limites psíquicos.

– Calam-se e afastam-se quando há conflitos. Têm tendência a evitar confrontações e arrelias.

– Falam com poucas palavras, mas o que dizem tem profundidade, e só dizem o que pensam se lhes pedem.

– Irradiam paz e tranquilidade.

– São bastante afetuosos com os outros e percebem suas necessidades, embora geralmente não gostem de ser abraçados.

– Harmonizam naturalmente a energia que os rodeia.

– São menos robustos do que os Índigo e são mais vulneráveis emocionalmente. Com eles não se pode brigar.

– Suas características podem ser confundidas com o autismo, por serem, às vezes, muito introvertidos e pouco sociáveis, sobretudo se percebem que não são compreendidos.

– Revelam possuir habilidades psíquicas desde que nascem.

– São extremamente sensíveis a tudo o que é o seu meio ambiente: sons, ruídos desagradáveis, cores, emoções negativas nos outros, cheiros, comida, produtos químicos, violência, a dor dos outros, consciência de grupo, frequências eletromagnéticas, raios solares. Podem ligar ou desligar aparelhos elétricos, rádios, televisores, computadores, alguns aparelhos até podem ser queimados com a sua presença.

– Procuram passar bastante tempo sozinhos, não se sentem bem vivendo em grupo, pois poucos entendem a sua necessidade de solidão. Gostam de se comunicar com a natureza.

– Não compreendem nem aceitam a falta de humanidade do homem para com o homem: guerra, avareza, perseguição.

– Retraem-se, desligam-se ou desconectam-se para se proteger quando à sua volta o ambiente é demasiado violento, podendo ficar traumatizados.

– Ainda que normalmente sejam tranquilos, as pessoas sentem-se atraídas por eles como se fossem um imã. Têm grandes e profundas relações de amizade com pessoas que lhes oferecem Amor incondicional, o único Amor verdadeiro.

– São gentis e prudentes, serão capazes de dizer aos outros o que eles necessitam, o que é bom para eles e do que precisam.

– Com frequência evitam aglomerações de pessoas: centros comerciais, feiras, por haver demasiada concentração de energias diferentes. Antes de elas nascerem, os pais tiveram algum tipo de experiência psíquica com essas crianças.

– Milagres e magias acontecem ao seu redor. Até curas podem acontecer à sua volta, com naturalidade, porque são extremamente empáticos, até conseguem saber o que um desconhecido está pensando.

– Têm uma inocência e uma falta de malícia, uma pureza, graças à ausência de ego.

– Preferem abstrair-se a mostrar suas emoções, por receio de perderem o controle, podendo parecer passivos e sem sentimentos.

– Têm capacidade e facilidade para se ligar, ou conectar, com o seu Eu Superior e com o todo, ascendendo naturalmente ao seu Guia Interior; por isso, sabem da existência da Unidade Espiritual.

– Possuem um bom equilíbrio dos dois hemisférios cerebrais, integrando as duas energias, a feminina e a masculina.

Segundo alguns autores há pessoas que integram, na mesma pessoa, as duas energias: Índigo e Cristal. Elas podem ter uma mescla das duas energias, o que as faz mudar de comportamento conforme as situações. Não aceitam as regras culturais e só aprendem o que acham que é necessário. Têm, portanto, sua atenção centrada naquilo que para elas é essencial.

O silêncio é a melhor forma de se comunicar com uma Criança ou um Jovem Cristal. O Cristal é muito mais autônomo do que o Índigo, porque sua energia (se está equilibrada) lhe basta, e só aceita sua visão das coisas, porque sabe muito bem o que quer e o que é melhor para ele.

A solidão é muito apreciada pelos seres Cristal, por isso, eles se afastam sem dar explicações, por necessitarem desses momentos de silêncio e solidão para se equilibrar e se centrar interiormente. Quando percebem que os outros querem usufruir de sua energia, limitam-se a desaparecer sem qualquer explicação.

Eles nada fazem para mudar as situações e muito menos as pessoas, respeitam os outros, mas exigem que os respeitem também. Por isso têm, às vezes, uma raiva contida que lhes pode trazer muitos problemas na relação com os outros, já que não perdem tempo com explicações do que pensam ou do que acham que está mal, mas sentem tudo muito intensamente, no seu íntimo e na sua sensibilidade.

Entre irmãos (ou entre amigos), se um tem mais características Índigo e o outro, Cristal: o Índigo tem tendência natural para proteger o Cristal. Os Índigo vivem para o exterior, para fora, enquanto que os Cristais são naturalmente espirituais, já que vivem para o seu interior, para dentro de si. Têm percepções, intuições e captam muito mais questões relacionadas com a espiritualidade.

É verdade que não existem características ou padrões definitivos, muito menos rígidos, e nesse amálgama que é, neste momento, a evolução humana, podem existir pessoas com algumas características Índigo e outras Cristal e, no entanto, não se considerarem ainda um Índigo puro ou um Cristal puro. Essas características surgem cada vez mais e, em pouco tempo, poderemos ser todos habitantes de um planeta Índigo. Os Cristal têm uma aura transparente que não se vê nesta dimensão, há quem lhes chame Cristal exatamente por isso. Daí que a dominância será certamente a cor Índigo, já que a cor do Cristal não predomina.

Para concluir o tema das Crianças Cristal (embora a informação surja constantemente, por ser um assunto bastante recente), deixamos a vocês a experiência de J. Piedrafita Moreno e o seu primeiro encontro com uma Criança Cristal:

“Já tinha ouvido falar das crianças de vibração Cristal, que eram o nosso passo seguinte na escala evolutiva humana, e que os Índigo preparavam o terreno para a sua chegada.

A informação que eu tinha se referia a 2012. A minha intuição ultimamente me dizia que tudo acontecia mais rapidamente e uns dias atrás encontrei um artigo sobre eles. Deixei correr sem investigar muito.

Ontem, por ‘casualidade’, depois de dar uma pequena palestra sobre Crianças Índigo e sua educação, fomos a um café. Estávamos tomando algo quando um bebe de mais ou menos 1 ano de idade entrou, sentado em um carrinho empurrado por sua mãe. Foi como se tivesse entrado um Buda: puro e cheio de felicidade, irradiava paz.

Sendo eu um Índigo, não o reconheci como tal, a primeira coisa que me veio à cabeça foi: ‘Criança Cristal’. Sua vibração não era como a dos Índigo, que rompe e muda sistemas. Era uma vibração que equilibrava e harmonizava tudo à sua volta. Sua aura tinha uma densidade especial, etérea.

Pude passar com ele um bom tempo, e a sua vibração impregnou todo o meu ser, de uma forma que eu nunca tinha sentido antes: a sensação de felicidade perdurou durante um longo tempo.

Foi uma das experiências mais bonitas de minha vida.

A vibração Cristal está abrindo caminho, já se faz presente, trazendo a quinta dimensão até nós.”

Tereza Guerra do site.

Fonte: Anjo de Luz

***

No início da Renascença (final da Idade Média e início da Idade Moderna), muitos outros ensinamentos passaram a ser transmitidos graças a evolução, a elevação do nível de consciência dos seres humanos. Muitos artistas, principalmente músicos, foram inspirados por seres evoluídos denominados Mestres Ascensos. Suas obras permanecem vivas até hoje. Logo após houve o início da Revolução Industrial, avanço de estudos na área médica, da biologia, da química, estudos astronômicos e etc., e tudo isso passou a fazer parte da vida dos seres humanos. Também houve muitas informações sobre a estrutura espiritual da Terra, do Quadrante Estelar ao qual a Terra pertence, sobre o Sistema Solar, a Via Láctea foram transmitidas de forma mediúnica, além de estudos mais aprofundados. Tudo está unido de forma harmoniosa e não há separatividade como o ser humano imagina. Um dos primeiros Mestres Ascensos de que temos notícias chama-se Mestre Saint Germain. Se a Casa de Bourbon tivesse agido conforme seus conselhos a Revolução Francesa não teria ocorrido. Um livro excelente para maiores esclarecimentos chama-se “A Flor de Lys”, de Roger Feraudy, Ed. Conhecimento.

Recuando no tempo: a Metafísica (estudos filosóficos) surgiu na Grécia Antiga por intermédio de Aristóteles (384 a.C. – 322 a.C.) e ficou muitos séculos “engavetada” para ressurgir com muita forma no século XX. A nível espiritual, há um ser chamado Mestre Hilarion. Ele é o Diretor do 5º Raio Cósmico de Cor Verde Esmeralda, cor que corresponde principalmente à cura. No Universo, tudo gira em torno de sons e sons são frequências e cada frequência tem sua Cor correspondente, e neste caso, o Mestre tem de ter o domínio da “Mente” e do “Verbo” para se criar uma determinada frequência que siga os padrões do Universo de Deus Pai/Mãe. Apesar de seu nome estar comumente ligado à esta área de estudo/ação, ele é o responsável pelas linhas dos Caboclos e Pretos Velhos da Umbanda e estes trabalham com Cura. As mensagens ou canalizações são transmitidas para os médiuns mediante seu nível de consciência, capacidade de entendimento. Não adianta um Mestre ou entidade transmitir algo em javanês se o médium não entende o idioma, compreende? Observe também, que cabe ao médium ter a mente bem aberta, disposição para receber as mensagens, sem julgamentos, livre de dogmas para que haja compreensão, principalmente na hora de transmitir?

Escrevi estas linhas, pois a forma explicativa sobre as outras Crianças, são explicadas em uma linguagem mais profunda e você vai se deparar com termos que talvez possam lhe ser desconhecidos, por exemplo: “Ordem Santa Esmeralda”, “Quadrante Nebadon”, “Ordem Melchidezek” e etc. Colocarei pequenas observações, pois explicações muito longas e para não fugir ao nosso assunto em questão, vou colocar os links de livros caso seja do seu interesse em se aprofundar no assunto, é um leque muito grande. Vamos continuar?

***

As Crianças Esmeralda

Crianças com a forte ligação com o poder de cura e terapias transcendentais e com a espiritualidade. Normalmente essas almas, já faziam parte das equipes espirituais da Terra, utilizando-se do processo mediúnico, para ajudar a humanidade. Uma grande parte dessas almas, pertence ao “Comando Santa Esmeralda (Hierarquia de Seres de Luz)” e se encontram sobre a coordenação do amado Mestre Hilarion e das equipes espaciais do Ordem de Santa Esmeralda. Essa ordem representa todo o conhecimento galáctico e este por sua vez uma parte do conhecimento e das equipes do Universo Teta e de Nebadon (Universo local da qual a Terra faz parte) no que diz referência a pesquisas estelares de genoma, manipulação genética e todo tipo de experimentos estelares relativos a novas formas de vida.

Dentro da Ordem Santa Esmeralda, existe um banco de dados, sobre todo tipo de forma de vida dos universos que compõe Nebadon e seus coligados.

Assim os seres da Linha Esmeralda, tem entre algumas de suas muitas funções na Terra, ajudar estabelecer o equilíbrio. Isso pode ser alcançado pela simples presença dessas crianças na egrégora planetária, e em outros casos aqueles que no futuro serão terapeutas ou mesmo médicos, dentro da linha de ajuda ao próximo. 

De acordo com a classificação que se encontre essa alma, o seu despertar será maior ou menor e com isso a sua responsabilidade dentro do Conselho Planetário (são diversas Hierarquias de Luz que acompanham a evolução na Terra). Assim as equipes da Ordem Santa Esmeralda, estão atuando através desse foco de crianças, o que também pode ocorrer com os outros tipos de classificação de crianças, de acordo com as funções que eles desenvolvam. 

Normalmente as crianças da categoria Esmeralda, possuem dons de cura e de sensibilidade mediúnica muito mais desenvolvidas do que o normal e uma profunda ligação com a natureza e com os animais, justamente por serem pessoas que tem a condição natural de trocar energias com o meio ambiente, de forma muito similar as crianças da categoria Cristal. Os registros de sabedoria e conhecimento entre essas duas linhas de crianças é similar em alguns pontos, pois o Cristal detém muitos poderes de cura e conhecimentos de terapias, o que o coloca em perfeita equivalência com parte do conhecimento dos Esmeraldas, com a diferença que este último, possui conhecimentos de ordem sideral de raças estelares que não pertencem ao padrão terrestre, que existe nos registros da Criança Cristal.

Isso permite que ambos tenham uma ligação profunda e em muitas ocasiões atuem juntos, pois o conhecimento esta interligado, justamente para gerar a condição fraternal entre todos esses pequenos e grandes mestres que estão chegando a Terra.

Dentro da categoria Esmeralda, a linha do Taoísmo e da medicina Chinesa (a linha oriental entrelaçando-se com a ocidental), além das correlatas é um aspecto bem ativo, devido as linhas de conhecimento dos campos telúricos e fisiológicos de liberação de energia que o corpo humano possui, dessa forma existem centenas de Mestres dando suporte a esse tipo de criança, para que esse conhecimento possa ser ativado e direcionado para a missão que tem pela frente.

Os Mestres Dascalos e Surya (Mestres Acensionados) fazem parte dos grupos de estudo avançado dessas crianças, que durante os seus 8 a 12 primeiros anos de vida, passam por uma reciclagem de valores para procurar diminuir a ação nefasta dos grupos de poder, que tem a função de desviar essas crianças de sua verdadeira meta.

Devemos lembrar a vocês que a energia do Raio Verde, não apenas atua no que se refere a Cura, mas também a ciência e tecnologia e a verdade, portanto aqui existe um grande leque que se abre, o que inclui pessoas que serão políticos e reformadores dos valores e da atuação das plataformas políticas dentro da Humanidade. Outras irão ajudar a desenvolver as novas formas de tecnologia menos poluentes e ligadas a energia livre do universo, que ainda é escondida da humanidade (escondido pelo Governo Oculto da Terra liderado por seres das trevas. Assunto muito extenso sobre conspiração. Talvez um post seja criado sobre este delicado tema).

Dessa forma o campo de atuação dessas crianças envolve muito mais do que simplesmente efetuar curas ou serem terapeutas, toda a parte de engenharia, medicina, música, política, professores, orientadores, terapeutas, pesquisadores, juízes, computação, profissionais liberais e advogados estão sobre a egrégora desse Raio, o que significa que o campo de atuação de uma Criança Esmeralda é muito mais amplo do que inicialmente se acreditava.

Crianças Cristal

Aqui temos a qualificação de almas antigas e com profunda ligação com os registros históricos do planeta Terra ou Urântia (outra denominação da Terra), pois tratasse de sacerdotes por excelência de diversas épocas da Terra. Normalmente os seres desta qualificação, já encarnaram na antiga Lemúria, Atlântida e em outras civilizações mais antigas que não fazem parte dos registros que vocês conhecem. São pessoas que atingiram no passado elevado conhecimento e percepção do processo evolutivo da humanidade e dos Deuses e passam em parte a serem guardiões da humanidade no plano espiritual. Uma parte deles optou por voltar na forma de Crianças Cristal, com um potencial de Cura e de resgatar a ligação ancestral com a Terra e com todos os Logos (o Logos Planetário tem conhecimento íntimo e detalhado de cada forma de vida) de conhece de poder dos animais e dos demais registros do Reino Dévico (Hierarquia de Seres Puros de Luz que trabalha com vibrações, também denominados de “Exército do Som”).

Normalmente se diz que um ser Cristal é um Xamã por excelência, pois ele detém um conhecimento e ao mesmo tempo uma forte ligação de comunicação sensorial com os Devas da natureza e com os reinos internos (Reino de Agartha no interior da terra [sim, a Terra é oca]) da Terra. Esses reinos são templos e civilizações de outras dimensões que perfazem os ciclos internos da humanidade. Esses templos também são os detentores dos segredos dos Portais estelares e dimensionais entre as diferentes realidades existenciais da Terra. Aqui entram as lendas de fadas e gnomos e similares de todos os tempos, que são na verdade Portais para outras realidades em paralelo que existem em mundos no qual muitas partículas de vocês podem estar encarnadas em paralelo a realidade terrestre que vocês estão adotando nesse momento (somos seres multidimensionais, ou seja, várias facetas nas mais variadas dimensões e espaço-tempo). Assim os Cristais tem o policiamento e ao mesmo tempo a função de abrir e velar por esses portais e pelos segredos que neles existem. Por esse motivo a ligação entre os Cristais e as demais Crianças é de vital importância para o plano da Fraternidade Branca (composta em sua maioria pelos Mestres Ascensos), pois o equilíbrio que eles sustentam é de vital importância para o Salto Quântico da Humanidade e do planeta, pois todas as outras realidades estão envolvidas.

Todo Cristal é um sacerdote ligado a Ordem Melchizedeck (Hierarquia de Luz) portanto possui iniciações dentro das escolas herméticas mais profundas e as respectivas responsabilidades conforme a sua classificação de influência no orbe da Terra. Essas iniciações vão se ativando no decorrer das experiências de vida do Cristal, de acordo com as tarefas que ele se comprometeu a realizar na Terra, o seu despertar e o seu conhecimento estão diretamente relacionados as antigas iniciações e segredos herméticos, que envolvem a relação com os templos e civilizações de outras dimensões e com os poderes de cura e de terapias para desbloquear e quebrar contratos das pessoas que são atendidas e ajudadas por esse tipo de criança.

Quando se fala em contratos de vidas passadas, eles tem muita habilidade nesse sentido, pois conhecem diversas situações na história da humanidade, onde esses contratos foram realizados, podendo dessa forma, dentro do banco de dados de seu DNA, encontrar a maneira de ajudar a romper esses contratos e a libertar as almas presas a eles (leia explicação mais adiante). O conhecimento de magismo dessas crianças é bem avançado conforme a índole que esteja sendo inserida nessas crianças. Por serem profundamente ligadas a natureza e a necessidade de contato com animais e florestas, oceanos e montanhas, eles entram em depressão quando são afastados desse convívio. Eles se alimentam do intercambio energético com a natureza e com os Devas, permitindo assim que o seu despertar e missão seja codificada gradualmente dentro deles.  No entanto existem Cristais com ligação na linha do mar, o que os torna além de surfistas pessoas com uma profunda necessidade de mergulho e viver na praia. Esse tipo de Cristal está ligada as cidades intra oceânicas e as antigas civilizações que ainda existem em 5D e 6D (dimensão) nos oceanos, podendo em parte ser um habitante dessas cidades.

Por essa razão a avaliação dos Cristais é complexa assim como a dos outros, pois não existe uma regra básica para poder definir e descrever as funções que cada um tem que ter.

Cristal Dourada

Uma variação importante da linha de Crianças Cristal, pois eles tem uma ligação de preparação e de ancoramento para as Crianças da linha Dourada, que como já foi explicado, são frágeis e normalmente morrem nos primeiros meses de vida. Essa classificação de crianças é na verdade um pré ajuste antecipado, para gerar energia para que uma Dourada possa vir a Terra. Em alguns casos a alma vem primeiro com essa energia e depois surge a energia Dourada efetiva, como estagio de preparação para que ela possa subsistir na egrégora terrestre. Também são crianças raras de nascerem, pois o contingente delas depende da egrégora espiritual que já tenha sido alcançada antes, como são na verdade Crianças Cristal com a radiação dourada que é o 10º raio, elas são na verdade, seres que dentro da hierarquia espiritual transcenderam para patamares entre 8D a 15D dentro das civilizações próximas a da Terra. Dessa forma elas servem de base de entrada para que as energias mais refinadas das Crianças Douradas e Diamante possam vir a se manifestar como foi determinado. Uma criança desta magnitude manifesta qualidades espirituais e dons paranormais muito acima da média, desde os seus primeiros dias de vida, podendo ser telepata, sensitivo extremo. A vidência é uma característica muito desenvolvida, o que faz deles crianças sensíveis e se não receberem um bom apoio dos pais, acabam sendo tratados como hiperativos ou bipolares, pois a medicina e os pais, podem achar que seus filhos são perturbados, o que na verdade nunca foram, isso é valido para todo tipo de criança, mas no caso da Cristal Dourada é mais delicado, por serem mediunicamente ativos desde seus primeiras 3 semanas de vida.

Arco-Íris

Designação para um grupo recente de crianças que reúne as qualidades mutantes dos 7 Raios, porém ainda são poucos os que desceram para a realidade encarnacional. Essa linha de crianças ainda conta com uma representação que se iniciou por volta de 2002 e que veio com maior força em maio de 2005, possuem na verdade uma grande similaridade com a linha Cristal, porém neste caso a egrégora dos 7 Raios está bem mais definida e são grandes instrutores da espiritualidade entre 7D a 12D, que vieram a Terra ajudar nos respectivos ajustes para possibilitar a chegada das Crianças Douradas na forma de Avatares maiores. Está previsto que um número suficiente dessas crianças deva nascer até agosto de 2010 para que deem a sustentação necessária para a chegada das Crianças Douradas e outras qualificações que ainda estão por vir, como é o caso das Crianças Diamante, que devem chegar somente a partir de 2013.

Importante salientar que não existe uma linha de melhor ou pior entre essas almas, como já tem surgido entre os meios de comunicação esotérica, cada uma delas cumpre uma missão em conformidade com a sua capacidade de realizar uma tarefa. Ninguém é melhor do que o outro, no entanto cada uma dessas almas possui a responsabilidade de realizar uma tarefa.

Lembrem-se que não é papel de vocês de criticar ou de fazer julgamentos, isso cabe a Hierarquia Maior e ao Conselho Cármico Universal ou da Terra. Cada alma que se propôs a realizar uma tarefa, tem o apoio dos Mestres da Fraternidade Branca e estelar.

Crianças Douradas

Aqui temos uma outra qualificação mais recente de seres que iniciaram a sua missão Terra no plano físico encarnacional por volta de 1998, mas o maior número delas iniciou a sua aproximação e tentativas de encarnar entre 2003 a 2006, pois a energia deles de maneira geral é mais elevada e delicada, pois são seres que normalmente vem de planos de 14D a18D e o processo de adaptação dimensional e de egrégoras energéticas da Terra tem sido difícil de sustentar. Atualmente devem existir cerca de 830 mil crianças Douradas desde 1998 encarnadas na Terra. Sustentar o Plano Divino e a missão deles tem sido uma aventura grande, pois uma grande parte deles morre depois de 3 a 7 meses de estarem encarnados.  Em geral essas crianças ou almas, possuem um elevado poder consciencial e em total memória de sua realidade estelar e de toda a Hierarquia dos Mestres, eles já nascem completos e prontos para executar a sua missão ou projeto que tenham se comprometido a realizar, no entanto a egrégora do local onde eles atuam é o ponto fraco deles. Normalmente essas crianças tem nascido em lugares mais afastados e isolados, para pelos menos nos primeiros 7 anos de vida poderem ajustar a sua energia e terem capacidade de suportar as energias telúricas e psíquicas da humanidade. Mas ainda estão em processo de adaptação na sua maior parte, pois eles são muito delicados. Em geral uma Criança Dourada possui um intelecto QI entre 180 a 260 pontos, conforme o que ele venha desenvolver, são verdadeiros prodígios, o que dificulta a sua estadia na egrégora planetária. Posso lhes revelar que uma grande parte dessas crianças escolheu nascer nos domínios da Antártida, como ponto de partida para ajudar a elevar ainda mais o gradiente de energia dessa civilização que escapou dos efeitos da segunda guerra mundial.

Cristal Maxim

Neste outro tipo de qualificação, que também será extremamente rara, pois eles só devem chegar a Terra entre julho de 2012 a setembro de 2014, período onde determinados portais e cidades sutis da Terra se abrirão para permitir que 3 milhões de seres dessa magnitude possam chegar a realidade física da Terra. Trata-se de Mestres de 16D que pertencem ao alto escalão da Confederação que solicitarão a oportunidade de atuarem na Terra com plenos poderes extra sensoriais e mediúnicos. São equivalente ao potencial de Mestres como Jesus Cristo, que aguardam o momento de chegar a Terra para estabelecer a nova egrégora da humanidade. Eles estão diretamente ligados a todos os Templos de Luz da Terra e possuem um registro de todos os outros seres e crianças que tenham chegado antes deles. Eles serão os Avatares mais próximos a linha ascensa Monádica (Mônada – Centelha Cósmica emanada pelo Criador) com um conhecimento extremo. Podemos adiantar que eles estão no ponto mais alto da estrutura de coordenação de todas as crianças.

Aqui existe na verdade o que poderia ser definido como a Nova Matriz Genética da humanidade, onde registros de seres andrógenos (nos planos espirituais elevados não há sexo) serão presenciados em muitos casos deste tipo de criança. Eles também tem ligação com a estrutura da Criança Diamante, na verdade trata-se do mesmo ser, o Diamante e o Cristal Maxim, são o mesmo ser, ou seja a mesma classificação que por erro de entendimento de algumas pessoas sensitivas, foram considerados diferentes.

Diamante

Já foi abordado como sendo o Cristal Maxim, ambos são a mesma estrutura, que por erros de interpretação, foram qualificados de forma diferente entre 2003 e 2007 por algumas pessoas que receberam poucas informações sobre esse tipo de pessoas.

Rodrigo Romo Yaslon Yas 

Fonte: Portal Shtareer

***

Creio que chegamos ao final referente às Crianças. Vou aprofundar um pouco mais, mas de forma superficial, pois o assunto é muito extenso: Existe um Governo Oculto na Terra que deseja controlar tudo e escravizar o ser humano. Se você ler as mitologias grega, romana e hindu com a mente aberta, irá verificar que há muitas verdades das quais nunca percebeu. Também pode ler as obras de Zecharia Sitchin que participou das traduções das tabuletas de argila da antiga Suméria e que há muitas respostas para determinados pontos da Bíblia (Mas com muito cuidado. Veja observação sobre as obras no Menu Principal em Biblioteca Virtual). Na órbita, mas em outras dimensões, da Terra há uma grade que não permite que a Luz Divina penetre com maior intensidade e evita que o ser humano eleve seu nível de consciência fazendo com que desta forma, acredite que está separado de sua Divindade e permaneça preso no mundo da 3ª dimensão que é apenas uma ilusão. Para isso os Planos Elevados de Luz traçaram planos de libertação, pois são ordens vindas do Criador. Esta grade foi colocada pelos assim chamados “Anjos Caídos” que não aceitam a Luz. Você encontra referências sobre eles na Bíblia e também no livro apócrito “O Livro de Enoch”. Este Governo manipula a mídia e a Confederação Galáctica é caracterizada como “invasores extraterrestres” nos filmes de ficção. Observe o final do filme “MIB – Homens de Preto 3” no qual um pequeno aparelho é lançado ao espaço por intermédio de um foguete e quando este aparelho é ativado ele cria uma malha magnética para proteger a Terra dos invasores. Como os Seres de Luz podem ser invasores se o maior predador e destruidor da Terra é o próprio homem? Esta malha existe há milhares de anos. Você também pode assistir a trilogia “Matrix” e entenderá mais ou menos como tudo isso funciona. No livro “Pistis Sophia” de J. J. Hurtak, você poderá entender de forma completa e de que forma Jesus, com autorização dos Planos Superiores, alterou de forma significativa a programação (sim, programação de computador) desta grade. Atualmente há muitos grupos de meditação trabalhando para dissolver esta grade e ativando de forma correta os antigos obeliscos distribuídos por toda a Terra. 

Durante o post, foi citado o “Contrato de Alma”. Muitos seres humanos fizeram contratos com as entidades das trevas, quer seja encarnadas ou em outras dimensões. Estes contratos podem ter sido verbais ou até mesmo com implantes. É possível revogar estes contratos com “Decretos” transmitidos por Mestres, Extraterrestres da Luz  ou Arcanjos. Quando fiz este processo de limpeza, no 18º dia fiquei extremamente doente e fiquei de cama durante uns 35 dias, mas valeu a pena. Caso tenha interesse, estou disponibilizando um arquivo de Revogação de Contratos de Alma contendo Decretos dos Pleiadianos e de Arcanjo Miguel Aqui.

Agora vou entrar em um aspecto muito delicado e é sobre o diagnóstico das “Crianças Autistas”. Já citei acima sobre o Governo Oculto e eles são capazes de tudo. Eles querem que você continue acreditando que é separado de Deus Pai/Mãe e qualquer sintoma diferente é considerado como sendo uma doença. Minha filha conversou com o “Tio Vermelho” no período de 3 aos 6 anos de idade e para mim foi algo totalmente natural, pois eu já estava envolvido com o plano espiritual, não saí correndo por aí achando que ela estava doente ou louca. Infelizmente muitos pais quando se deparam com algo diferente a primeira providência é recorrer aos médicos e muitos em total inocência indicam remédios e é justamente isso que este governo quer, por isso criaram a indústria farmacêutica também denominada a “indústria da morte”. Leia a mensagem de Mestre Jesus abaixo e irá entender o que pretendo explicar.

***

Jesus – “O Autismo não é uma deficiência ou incapacidade.” – 25.09.2013

O autismo não é uma deficiência ou incapacidade. É um sinal muito poderoso do despertar das capacidades intelectuais e um dom que precisa de estímulos intensos e de encorajamento. Quando começa a despertar, as habilidades físicas já desenvolvidas da criança ficam marginalizadas, à medida que seu cérebro se encontra em extrema sobrecarga e intenso fascínio com o que está acontecendo dentro de si, captando a atenção da criança.

Aquelas habilidades básicas que a criança está construindo não são mais interessantes e por serem chatas são abandonadas, pois encontra-se num mundo interior infinitamente criativo a se expandir exponencialmente. A criança não está se fechando, mas crescendo intelectualmente a um ritmo incrível que não permite tempo para o seu motor básico e habilidades sociais continuarem seu desenvolvimento normal.

Se isso for realizado e a criança tiver entusiasmo que permita se desenvolver livremente nesse mundo interior, poderá apanhar o básico mais tarde e, possivelmente, muito lentamente, porque seu mundo interior é muito mais interessante e emocionante do que as atividades monótonas que a maioria das pequenas crianças estão envolvidas.  Lembre-se, o mundo que experimenta é ilusório, com a Realidade contida!

À medida que a criança torna-se consciente, desenvolve certas habilidades básicas – ler, escrever, falar e socialização – necessárias para a sua comunicação com o mundo exterior. Focam sua atenção no suficiente para que possam rapidamente apreender, porque querem se comunicar com outros sobre seu mundo interior que acha tão fascinante. É vasto o mundo interior de uma criança autista, ao descobrir um mundo de conexões sem limites. É a mente coletiva que todo Ser humano tem acesso e que a todos influencia constantemente. É justo que a maioria não tenha conhecimento de sua ligação e a influência que tem e exerce sobre ela.

A humanidade tem evoluído ao longo das eras, como é geralmente entendido e aceito, embora seja geralmente considerado como algo que aconteça de forma inconsciente, por acaso e que quando as circunstâncias mudam, novas habilidades tornam-se necessárias para a sobrevivência. Que essa evolução continuará a ocorrer inconscientemente ao longo das eras, por tempo indeterminado, se optar por permanecer inconsciente. Todos tem a capacidade de evoluir conscientemente e as crianças autistas estão mostrando o caminho.

Foram criados no Amor, livres para experimentar a alegria constante e à medida que a maioria percebe, quando está alegre, tudo flui mais livre e facilmente. Ao longo das eras, durante as quais as várias culturas se desenvolveram, estabeleceram códigos de comportamento e crenças sobre esses comportamentos, criando regras e limitações para que as pessoas se conformassem, limitando ou sufocando a liberdade e a alegria, criadas para incentivar e expandir suas incríveis habilidades criativas.

Como pode notar em todo o mundo, essas limitações inúteis e às vezes prejudiciais estão sendo descartadas, porque o coletivo fez a escolha de mais uma vez se tornar livre. Para aqueles que cresceram aceitando sem questionar tais limites, restrições e leis que suas culturas, religiões, sociedades e várias outras organizações impuseram, isso é muito perturbador, ameaçador e até mesmo aterrador. É outra razão pela qual precisa diariamente se recolher ao seu tranquilo espaço interior e pedir ajuda, para se liberar de todas as crenças e atitudes que não lhe servem mais, geralmente limitantes para humanidade.

Libere-se desses “deveres e obrigações”, ou “proibições e limitações” começando a permitir sua liberdade de ser, em vez de tentar ser uma espécie boneco de papelão, que parece ser o que a sociedade espera que você seja. Todos, sem exceção são seres únicos com sua própria individualidade e talentos criativos, com todo o direito de possuir e desenvolver. Tentar se encaixar em um molde definido por outras pessoas é prejudicial para a sua saúde e bem-estar.

Seu potencial humano é ilimitado e isso está se tornando aparente, à medida que novas habilidades físicas e mentais continuam a serem descobertas, desenvolvidas, praticadas e demonstradas diariamente. Vocês são seres de Amor, de pura energia, completamente ilimitados, que quiseram experimentar a limitação e a restrição. Bem, o tempo para essas experiências terminou e muitos já descartaram essas atitudes e essa sensação de limitação em pró de se permitir, usar e aproveitar um potencial único incorporado.

Vendo isto, outros se permitirão que seus potenciais de florescer permitam e incentivem aqueles que sentiram que não estão preparados começarem a fazer o mesmo. A Nova Era que se estabeleceu com firmeza e poderosamente na Terra formou uma atmosfera crescente que intensificou a vitalidade do campo energético em que está envolvido, puxando e o encorajando a olhar com novos olhos o mundo ao seu redor, de modo que possa ver as maravilhosas possibilidades criativas que sempre estiveram presentes, embora invisíveis e que pode trazer felicidade indescritível pelo fato de apenas jogar com elas. Você tem exemplos disso, como os jovens em todos os lugares expandindo seus horizontes, expressando novas ideias que beneficiam a todos.

O autismo é uma chamada ao despertar – um apelo à consciência para qualquer um que diagnosticar aqueles que não se conformam ou se desenvolvem na forma prescrita ou esperada como doente, anormal ou que necessitam de tratamento. Cada ser humano é único e tem necessidades específicas e talentos que devem ser honrados.

Não honra ninguém impor restrições irrefletidas sobre eles ou para decidir por eles sobre qual o caminho de crescimento a ser seguido. Os adultos precisam responder positivamente às necessidades e interesses dos jovens sob seus cuidados, proporcionando um ambiente seguro e amoroso, no qual possam crescer na direção que seus talentos sugerem e que lhes tragam alegria.

Alegria é um direito seu. Quando está experimentando algo em seu caminho, quando está entediado, aborrecido ou deprimido, depois de ter tomado um rumo impróprio, poderá necessitar de refazer seus passos até o ponto em que a sua alegria enfraqueceu ou cessou, para em seguida, tomar as medidas necessárias para reacendê-la. Normalmente, é muito fácil ver quais mudanças precisa fazer. É apenas aquilo que em muitas vezes parece se perguntar sobre o porquê de tal restrição. Se parecer não soar com você, descarte e recupere sua liberdade sobre o “não deveria” e usufrua da alegria que sentirá. Alegria que o levará para casa, para a Realidade e para tudo o que ela tem a oferecer.

Seu amoroso irmão, Jesus.

Canal: John Smallman

Fonte: http://johnsmallman2.wordpress.com/ 

Tradução: Candido Pedro Jorge  

Fonte: Sementes das Estrelas

Creio que você entendeu muito bem o que Jesus transmitiu. Agora vou por os links. O primeiro é referente à palestra de Divaldo Pereira Franco e os outros são documentários fantásticos sobre esta “indústria da morte”, a “indústria farmacêutica”. Gostaria de deixar um pedido: cuide-se, cuide dos adultos, cuide das crianças, cuide dos animais, cuide da natureza, cuide de nossa amada Mãe Gaia, não permita que este governo oculto continue com seu jogo de poder.

Palestra- Crianças Índigos e Cristais – 2007

Autismo: Fabricado nos EUA – 2009

Vacinação – A Verdade Oculta – 1998

Manual de Diagnóstico e Estatístico: A Farsa mais Mortífera da Psiquiatria – 2011

Namastê

Gilberto – 04.10.2014 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s