Sal refinado X Sal marinho X Sal integral – A importância do sal no organismo -Saiba escolher – 19.04.2016

Sal refinado X Sal marinho X Sal integral – A importância do sal no organismo -Saiba escolher – 19.04.2016

— Sal – Perigos e Vantagens de uma boa escolha – Dr. Marcio Bontempo

Sabe-se que o ser humano não pode viver sem o sal. Biologistas afirmam frequentemente a importância do cloreto de sódio para a manutenção do metabolismo e do equilíbrio do sistema imunológico, ou de defesa. Na natureza os seres vivos adquirem o sódio dos alimentos, sem precisar adicionar coisa alguma, como no caso do sal extra usado pelo homem. Na verdade, se vivêssemos em ambiente bem natural, consumindo apenas alimentos naturalmente retirados do meio ambiente, não precisaríamos de sal. Porém vivemos hoje uma situação mais artificial, sendo grande o nosso desgaste físico e a consequente perda de minerais importantes, seja pelo “estresse” moderno, excesso de trabalho, perturbações emocionais (por exemplo, a perda de Zinco nas neuroses e psicoses), seja pelos antinutrientes da dieta comum (açúcar branco, farinhas refinadas, etc.) e pela má alimentação. Existe muita confusão, no entanto, quanto ao uso do sal marinho puro e do sal refinado, sendo que o primeiro é o que contém elementos importantes e o segundo é prejudicial. O sal marinho contém cerca de 84 elementos que são, não obstante, eliminados ou extraídos para a comercialização durante o processo industrial para a produção do sal refinado. Perde-se então enxofre, bromo, magnésio, cálcio e outros minerais menos importantes, que, no entanto, representam excelente fonte de lucros. Uma indústria que esteja lucrando com a extração desses elementos do sal bruto é geralmente poderosa e possui a sua forma de controle sobre as autoridades. É claro que será então dada muita ênfase na importância do sal refinado empobrecido e pouca atenção ao sal puro, integral, inclusive abominando-o. O sal marinho é o sal que resulta da evaporação da água do mar. Como não passa pelo processo de refinamento do sal de cozinha comum, o sal mineral, ele tem mais minerais. Apesar do sal marinho ter mais minerais e, por isso, ser melhor para a saúde do que o sal refinado, ele não deixa de ser sal e, sendo assim, se deve consumir apenas 1 colher de chá por dia, que são cerca de 4 a 6 gramas. Os pacientes com hipertensão devem eliminar qualquer tipo de sal da alimentação.O sal marinho pode ser encontrado grosso, fino ou em flocos, nas cores rosa, cinza ou preto. Continuar lendo