Pergunte aos Mestres – 64 – Abril / 2017

Pergunte aos Mestres – 64 – Abril / 2017

Congregação de Paz e Transformação

Purificação e Transmutação

Paz, Luz e Amor.

* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site: http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

PORQUE NÃO CONSIGO ACERTAR O CAMINHO NA VIDA?

Pergunta:

Amados Mestres, estou em uma fase de transição em minha vida há muitos anos. Quando jovem estudei, conheci pessoas, levava uma vida chamada normal, consegui um trabalho e me casei. Após terminar esse relacionamento de forma abrupta, comecei um período de poucas conquistas e poucos relacionamentos. Esse período dura muitos anos. Todas as pessoas que conheço, acaba sendo um peso pra mim. Elas não se importam em conviver bem e acaba sendo uma grande decepção. Em tudo que me envolvo, tento começar atividades novas e elas acabam nesse ciclo de desânimo, e não consigo mudar de vida em nenhum setor. Pergunto aos Amados Mestres se vou conseguir superar essa fase e mudar os rumos da minha vida, ter um relacionamento, alguma atividade que possa me realizar, muito grata.

Resposta:

Minha filha. Tu não estás permitindo o livre fluir do seu coração. Força a si mesma manter uma vida que considera como normal, e que levava antes, mas já não se ajusta mais a essa rotina. Apenas permita o livre fluir da sua própria vontade. Não se cobre. Abandone o pensamento racional. Abandone os relacionamentos que não mais condizem com a sua nova maneira de ser, e que não dão a si plena satisfação. Respeite a si mesma e as suas próprias vontades. Escute o seu coração, pois ao preencher a sua mente com cobranças, tentando se encaixar na vida em sociedade, deixa de lado a sua verdade, para ser o que os outros são. Não há como encontrar a si mesma tentando se ajustar ao externo. O que precisa é apenas ouvir o que o seu coração diz, ouvir o que o seu corpo diz, e o que o silêncio da sua mente traz a você. Envolva-se somente em relacionamentos que sejam alegres e tragam prazer, e também em atividades que tragam alegria e paz. O silêncio interior tem sido pulado por você, para tentar se encaixar ao meio da sociedade, e com isso não permite o livre fluir da sua vida. Apenas permita-se silenciar. Permaneça sozinha quando assim sentires vontade, escute o seu Eu interno, atente-se aos sinais que o seu corpo traz a você, as sensações, e siga plenamente a sua intuição. As pessoas certas e os lugares perfeitos se abrirão para você, se assim permitir ouvindo a si mesma. Invoque a chama dourada a remover todo o desequilíbrio interior. Permita o livre fluir da luz dourada e silencie nessa paz.

Sou Constância

INSEGURA COM O FUTURO DO MEU IRMÃO

Pergunta:

Amado Mestre, que lê agora minha mensagem: agradeço imensamente a resposta da semana passada e quero tudo, menos sobrecarregar o canal com mais uma indagação. Só uma pergunta que considero fundamental, relacionada ao meu núcleo familiar, o qual é um lar de muita luz e amor que ainda cuida muitíssimo de mim. Tenho um irmão mais novo com uma “neurodivergência”, foi diagnosticado com a Síndrome de Asperger, aos 8 anos. É uma das pessoas mais incríveis que eu conheço, justamente por sua maneira de viver, que é difícil de ser aceita pela sociedade. Ele, que tem 17 anos agora, logo se tornará um adulto, e não sabemos como será seu caminho, se conseguirá a autonomia que desejamos para ele, se vai trabalhar como as outras pessoas, etc. Essa dúvida sempre nos inquieta, pois queremos que ele seja livre e feliz à sua maneira, mas não sabemos como unir isso e o que a vida exige de trabalho, responsabilidades, enfim, a vida material. O que posso saber para compreender mais o meu irmão, sua alma, e poder auxiliar de alguma forma em seu caminho?

Resposta:

Amada filha, Saudações! Gostaríamos de lhe dizer que seu irmão não possui síndrome alguma aos nossos olhos. Ao contrário, é um ser voltado a si mesmo que encontra tanta beleza em seu interior que se sente mal ao olhar o exterior. São pessoas que se encontram dentro de si e que então não necessitam viver junto ao mundo normal. Eles se tornam completos em si mesmos e se bastam para si. A sociedade não compreende isso porque exige padrões de comportamentos, aceitos e não aceitos, normais e anormais. Mas não a nada de anormal ou que deve ser aceito. O que precisam compreender é que seu irmão é um ser com inúmeras capacidades que podem se expandir, que bastam ser permitidas com confiança. Ele poderá ter sim a vida dele, embora sempre necessite de cuidados especiais para viver no mundo como ele é feito. É como se o mundo não fosse para ele, pois há muitos padrões em seu entorno, os quais ele não reconhece. Vocês necessitam sair dos padrões materiais comuns, enquanto família, para que ele possa se desenvolver. Precisam conceder a liberdade de atividades que os satisfaça e o puxe a atenção para o externo. Será um trabalho conjunto de descoberta. Mas precisam confiar que Deus sempre nos dá o melhor quando nos desprendemos de anseios quanto aos resultados. Mas se ele não segue padrões sociais, quebrem esses junto dele, para que então ele possa se descobrir em como sair da beleza em que vive seus dias. Esteja em paz.

Serapis Bey

COMO SABER SE UM RAPAZ ESTÁ REALMENTE INTERESSADO EM MIM?

Pergunta:

Queridos Mestres, meu coração anda apertado, e ando triste e angustiada. Sou solteira e tenho 47 anos. Depois de muitos anos conheci uma pessoa que despertou em mim sentimentos de gostar de alguém, de ter vontade de estar perto e de querer conversar, sentimentos estes que a muito estavam adormecidos. Conhecemo-nos através de trabalhos voluntários com animais ao qual fazemos parte. No início pareceu que ele também estava interessado, mas com o passar dos dias sinto que se afasta. Ao mesmo tempo quando está perto é atencioso e gentil. Com isso não sei o que fazer, não sei se continuo investindo ou se esqueço, deixando somente a amizade.  Já pedi ao universo algum sinal, mas não consigo ver os sinais que ele quer dar. Não consigo entender por que esses sentimentos me deixam tão confusos e fico quase que na inércia deixando os dias passarem sem tomar atitude nenhuma. Por favor, gostaria muito de uma orientação.

Resposta:

Filha de luz e de amor. Estamos aqui a te auxiliar nessa jornada de descobertas das suas faltas interiores, que estão a gerar em ti algumas formatações de pensamentos que muitas vezes não são reais. O sentimento livre do ser, que não espera retribuições ou devolutivas em relação a um ato oferecido de amor e caridade, é a natureza do ser liberto de apego e da forma material. Esse foi o caminho que escolheu para si mesma. O ato desprendido de expectativas de retribuição, que dedica aos animais, é a sua verdadeira busca e o que a faz sentir completa e alinhada com a sua verdadeira essência. Essa realidade pode parecer algumas vezes desconectada com o que grande parte da humanidade entende como uma vida e trajetória aceitável na matéria, mas é real e completa o seu coração e, portanto, é perfeita para você. Filha perceba que a cobrança que é absorvida em ti, a pensar inconscientemente que é necessário estabelecer alguns vínculos que são entendidos como padrão, e normais para a sociedade, são o que gera muitas vezes a expectativa de algo, de retribuição do sentimento doado, e que é alimentado por aquele alguém que entrega a você nada mais do que você tem oferecido de forma amorosa e abnegada aos animais. Perceba que o sentimento que atraiu a ti, é o mesmo que dedica a outrem, e é oferecido a ti da mesma forma abnegada e desprendida de expectativa, assim como é o verdadeiro sentimento puro e leve. Você filha, doa o amor e a gentileza de forma abnegada e também recebe o mesmo sentimento de outro meio, assim se forma o ciclo de trocas energéticas da experiência como encarnada. Portanto minha filha absorva o sentimento que é doado a você, de forma desprendida de expectativas e retribuições, e permita que a vida leve de forma natural todos os acontecimentos. Pois quando doas amor, amor receberá. E assim é.

Mestra Rowena

SERIA TARDE PARA MUDAR MINHA VIDA?

Pergunta:

Queridos Mestres, obrigada pela oportunidade. Tenho 49 anos e infelizmente comecei a despertar a pouco tempo, tentando melhorar, evoluir, aprender, mas não sei se estou fazendo o que deve ser feito corretamente. Gostaria que me orientassem. Sinto-me um peixe fora d’água no meu âmbito familiar, mais especificamente com meu marido. O que devo aprender ainda com esta convivência junto dele? Desejo ardentemente seguir minha vida com minhas filhas para outra direção, recomeçar. Estou estudando para concursos, quero passar, começar a trabalhar, mudar de casa, cidade, ser dona da minha vida, ser autêntica novamente. Sou grata ao meu marido por tudo o que ele fez por mim e por ter aprendido tanto com esta dolorosa união, mas agora quero outro caminho. Estarei sendo ingrata ou quebrando algum carma? É muito tarde para eu mudar a direção da minha vida ou estou deixando-me tomar por ilusões? Grata com muito amor.

Resposta:

Filha. A vida se transforma, modifica, e isso é natural. Talvez não seja o normal a vocês, pois cada um de vocês se segura muito aos modos como aprenderam e se habituaram a viver. A palavra correta é essa: hábitos. Quão duros são os hábitos humanos de serem rompidos, pois eles nos trazem o conforto da aparente segurança, de sabermos como será no próximo dia. Ou de pelo menos acharmos que saberemos. Eis algo que os prende, aquilo que se habituam e então suportam. Mas quão mais fácil seria se simplesmente soltassem a necessidade dessa segurança e se arriscassem a viver a experiência. Nesse ponto deixariam de se perguntar se possuem compromissos, se há carma. Simplesmente se soltariam à vida para deixá-la fluir. Mas voltamos aos hábitos. São eles que os prendem a uma rotina que muitas vezes nos deixa a beira do insuportável ao troco de uma aparente segurança na vida. Mas a vida foi feita para se experimentar aquilo que a alma nos pede, e para isso necessitamos serem livres de crenças, restrições e apenas seguirmos em frente fazendo aquilo que nos deixe feliz. Viva sua vida minha irmã, da forma como melhor lhe aprouver. Apenas se permita e esteja em paz.

Serapis Bey

COMO ENCONTRAR FORÇAS PARA SUPERAR A DEPENDÊNCIA QUÍMICA?

Pergunta:

Bom dia. Primeiramente gostaria de agradecer a oportunidade. Sou morador da cidade de Campinas-SP, há quase dois anos. Vim para cá realizar um tratamento de dependência química. Durante 10 anos fui usuário de crack. Em meus primeiros meses aqui foram de descobertas e conhecimentos. O tratamento durou cinco meses. Finalizou em novembro e 2015. Desde então venho regredindo. Estou desempregado há um mês, após passar por cinco empregos em 17 meses. Sempre estou insatisfeito, acabo me sabotando. Sou cozinheiro e gosto de cozinhar, mas essa profissão requer sacrifícios de trabalhar aos finais de semana e feriados. Procuro trabalho que folgue durante esses períodos. E muitas vezes acredito não estar apto a essa profissão. Também iniciei um relacionamento com um rapaz, o primeiro relacionamento de minha vida. Não confio nele, não sei ao certo o que sente por mim. Tenho pensado muito em terminar. Tenho chorado por várias vezes, pensado muito em meu passado. Tenho saudades. Sinto até muita vontade em voltar a usar drogas. Não tenho amigos aqui. Procurei ajuda psicológica, mas está difícil. Desanimei. Sinto muito sono. Perdi a fé. Não consigo mudar, evoluir. Sempre acabo voltando atrás​. Para trás. Minha vida não vai pra a frente. Tudo muito confuso em minha mente. Não sei se valerá pena continuar aqui. Continuar meu relacionamento. Não sei o que faço. Gostei de lhes pedir um conselho. Onde estou errando? O que posso fazer para conquistar a paz e a vida que tanto almejo? Agradeço a atenção. Tenha todos um bom dia.

Resposta:

É com muito amor que envolvo você em meu manto de proteção e paz. E reafirmando a ti que estou contigo sim em todos os momentos. Você meu amado filhinho, é um belo trabalhador da luz, um grandioso guerreiro do amor, que escolheu estar inserido em meio às mais densas e inferiores energias, para que ali possa levar luz. Nós saudamos a você por estar levando a sua vida com coragem e fé, dentro das possibilidades da sua restrição da matéria. Mas sabendo que no seu interior resplandece luz e paz. Uma nova era já se forma em seu interior e a ânsia pelo ver, a ânsia por ver materializado em sua vida essa era de paz, é o que atormenta o seu coração. Por isso busca por relacionamento que não o completa e também por experiências que não o completa. Então trago a você uma forma menos dolorosa de levar a vida, e guio a ti no seu verdadeiro propósito. Foi necessário que viveste as experiências de dor, para que perceba o sofrimento alheio, para que então esteja preparado a levar o seu exemplo de superação aos outros que também necessitam. Encontrará a sua paz interior e a conexão com o seu propósito, quando trabalhares auxiliando aqueles que estão nessa busca. Ali aliviará o seu coração e encontrará conforto para que esteja sempre a se sentir envolvido em meu amor. Eu me apresentarei a ti em forma de oportunidade que surgirá a você, perceba os meus sinais, e siga pela trilha que vou mostrar a ti. Vou ajudando a ti, a conectar com o seu coração, e guiando-o nas oportunidades que trarão a você a possibilidade de trabalhar no seu propósito. Siga os meus sinais, meu filho. Estou contigo a levar o meu amor através de ti, a tantos outros que também necessitam. Trabalharemos juntos em nome do amor.

Sou sua Mãe Maria

COMO MUDAR MEU MODO DE SER

Pergunta:

Saudações Mestres. Em primeiro lugar quero dizer que estou grata por me ajudarem e por estarem comigo a orientar-me sempre que preciso. Tenho várias perguntas que são as seguintes: Por que é que nestes últimos anos tornei-me céptica? E apesar de acreditar que vocês existem, custa-me falar com vocês e pedir ajudar? E cada vez que estou bem, e a minha vida melhora, me esqueço de vocês e da minha parte espiritual? Por que razão a minha vida é marcada por períodos de solidão? Tanto de amigos e/ou namorado, de repente perco isso e fico novamente sozinha e sem ninguém e o pior deixo de ser a pessoa divertida e maravilhosa que sou quando tenho amigos ou alguém que goste de mim, passo a ser uma pessoa triste e solitária. Eu estou no meu último ano de direito e tem sido bastante difícil, não só o curso, mas também as relações que tive ali e sempre senti que não faço parte dali, mas a verdade é que esta experiência ajudou-me muito a encontrar a minha voz e perceber que quero mudar, não quero mais ser calada ou quieta, esta personalidade que tenho desde sempre, mas que não corresponde a quem realmente sou e por essa razão, tenho tentado vencer o meu maior medo que é falar em público e ainda acredito que posso ajudar os outros porque eu realmente importo com as pessoas, mas o curioso é que nunca imaginei em toda a minha vida ir para direito e não sei se os obstáculos que tenho tido é uma forma de dizer para eu mudar de caminho. Obrigada.

Resposta:

Saudações filha. Você se encontra em uma fase de descobrimento do que é em essência. Por muitos anos realizou um processo de imersão mental na matéria. E a oscilação que sente é justamente a dualidade entre a essência, o coração e a mente. É como um processo de expansão e retração, onde as energias se expandem e se retraem, para que possa se descobrir naquilo que realmente é. Começa a entrar no processo mental, a fugir de seu coração. E ao se desviar do caminho sente a tristeza do caminho fora da autenticidade. Esse sentimento te faz voltar para que novamente se busque. Mas é um caminho que naturalmente a levará a romper com esse ciclo de retração e expansão, para que cada vez mais se descubra em si mesma, para que se torne autêntica e tenha sabedoria para não mais fugir daquilo que seu coração lhe pede. É um processo natural o que descreve e aos poucos se tornará mais suave, a medida que estiver mais segura do que é e de como reagir diante das situações que se apresentam. Esteja em paz.

Sou Kuthumi

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Abril de 2017.

Colaboração: Ilza Barreto.

Fonte: www.pazetransformacao.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s