Mãe Maria – Teofania – 22 de abril de 2017 – 13 horas

Mãe Maria – Teofania – 22 de abril de 2017 – 13 horas

Áudio da Leitura da Mensagem em Português – por Noemia

Clique aqui para fazer o download do áudio

Eu sou Maria, Rainha dos céus e da Terra. Eu saúdo cada um de meus filhos, presentes em si mesmos neste instante, em qualquer lugar desta terra. Filhos bem-amados, eu venho previní-los de que eu voltarei quando for necessário durante este período que será vivido em sua intimidade e em sua presença.

…Silêncio…

Eis-me aqui novamente entre vocês para lhes anunciar a Teofania. A Teofania é, eu espero para muitos de vocês, o momento de viver a verdade do Cristo e a verdade de sua eternidade. Nesse momento mesmo, minhas graças e minhas bênçãos se depositam em cada um de vocês e sobre vocês a fim de conduzi-los em seu reconhecer a Verdade, no silêncio de seu coração, no silêncio da Eternidade.

…Silêncio…

Como nós lhes dissemos depois de numerosos meses, vocês estão agora entrando de pleno coração nos eventos anunciados por todos os profetas, em qualquer tradição, em qualquer origem que seja. Esta Teofania representa para cada um de meus filhos, quer reconheçam ou não, uma graça, uma graça eterna de seu próprio reconhecimento para cada um de vocês, isso representa uma última advertência para viver a Graça em vez da divisão, para restabelecer a primazia da Eternidade em qualquer futuro desse corpo que seja, qualquer que seja sua vida, quaisquer que sejam seus apegos residuais ou restantes.

A Radiância de meu Coração Imaculado já se juntou à vocês na última Radiância Arcangélica, de maneira improvisada e se realizará desde agora cada quinta-feira a partir das 20:00 hs (15:00 hs – hora de São Paulo – Brasil). Numerosos entre vocês perceberam já as modificações de seu coração e de sua consciência, desde às 19:00 hs (14:00 hs – hora de São Paulo – Brasil), na última quinta-feira. Será a mesma coisa desde agora para cada Radiância, para cada um de vocês, alinhados ou não, abalando vocês, para alguns de vocês, no mais profundo de suas certezas e de suas crenças, liberando-os então do que vocês puderam crer, disso que vocês puderam imaginar, tornando-os livres, definitivamente.

Hoje mesmo, nós vivemos esse coração do coração, e isso durará, vocês sabem, durante toda hora em que eu estarei com vocês, como vocês estão comigo.

…Silêncio…

Essas Teofanias representam o anúncio da Luz, de seu retorno, de seu estabelecimento e de seu reino, quaisquer que sejam as vicissitudes que restem a percorrer nesse mundo para se cumprir, de maneira visível para todos, a liberação do confinamento, da ilusão da matéria.

…Silêncio…

O Arcanjo Miguel lhes havia anunciado: ele semeará as terras e o mar, desde a próxima semana que segue a semana santa que termina, após a Ressurreição do Cristo, vai levá-los a serem confrontados, cada um em sua vida, com a verdade da Luz e a verdade da ilusão desse mundo, de seus apegos, de suas crenças, tudo o que lhes dá sofrimento na superfície desse mundo. O Amor não conhece o sofrimento, a Liberdade não conhece o confinamento, e vocês são os seres de Amor e de Liberdade. À cada um é oferecido hoje reencontrar o que é sua essência: o Caminho, a Verdade e a Vida.

Todas as portas estão grandemente abertas, lhes dando a ver que não há nenhuma porta, a não ser a de suas crenças e de suas defesas em si mesmos, nisso que vocês vivem, nisso que vocês possuem.

…Silêncio…

Em muito pouco tempo, a inutilidade das possessões quaisquer que elas sejam, lhes aparecerá claramente em sua vida, e isso na escala coletiva. Eis que há algumas semanas, eu lhes ordenei olhar o Sol, olhar o céu, e, sobretudo de olhar em vocês, a fim de descobrir a Verdade que agora não poderá mais ser ignorada por mais longo tempo, para qualquer consciência sobre esta terra.

…Silêncio…

Vocês estão, nesse momento, no lugar que é seu para viver a perfeição de seu retorno na Luz, seu retorno na Eternidade.

Numerosos de vocês já viveram, quando da precedente Radiância, esta Teofania; haverá outras, cada quinta-feira e neste instante.

É o momento em que lhes aparecerá, se isso já não foi feito, que todos os conhecimentos que vocês adquiriram e tudo o que adquiriram mesmo desta vida, não representam nada mais do que alguma coisa que é passageira e que se extingue já, liberando seu coração de sua impureza de sofrimento e de medo, liberando seu coração para aí instalar a verdade de meu Filho, que é sua, a fim de que no momento do meu Apelo, que, eu lembro a vocês, pode acontecer de um instante para outro, desde que o sinal celeste será visível e desde que as últimas Trombetas soarem de maneira uniforme sobre a terra.

Os eventos desse mundo, tais como eles se apresentam à vocês ou tal como eles se apresentam, não são senão distrações que os distanciam de seu coração, levando-os a não voltar sua consciência sobre sua eternidade, sobre vocês mesmos, além de toda aparência e de todo jogo.

É tempo agora de ousar ser definitivamente o que vocês sempre foram, o que vocês serão sempre, qualquer que seja a dimensão, qualquer que seja a forma ou a ausência de forma. Vocês são convidados ao Banquete celeste, o tempo que chega de lavar as roupas no sangue do cordeiro. O tempo chegou de descobrir totalmente seu corpo de Existência, de todas as possibilidades da consciência, em qualquer forma ou em qualquer dimensão que seja, e isso não se encontrará no exterior, mas no instante em que vocês cessarem de manter o que quer que seja desse mundo, real e concretamente, não há nada a largar se isso não for se voltar definitivamente com firmeza e certeza ao Coração do Coração. A Teofania os impulsiona a viver isso. Ela lhes dá a iluminação necessária para enfim reconhecer a evidência.

O fim da ilusão desse mundo está bem ativado agora. Ele está ativado e não haverá meia volta. É suficiente reconhecer isso para largar e aceitar que a divina Providência é sua certeza, que a Luz é sua única defesa que não tem necessidade de proteção, nem de julgamento, nem de discriminação, entre isso que vocês chamam o bem ou o mal. O Amor está além do bem e do mal, ele é a Verdade, ele é o que vocês são.

Então esta Teofania se vive neste instante mesmo. Isso que foi nomeado o Fogo Ígneo é também claro a Radiância de meu Coração como de cada uma de minhas irmãs que se dirigem a vocês e em vocês nesse momento mesmo, neste instante, lhes convidam a renderem-se em face das últimas resistências, das últimas crenças e das últimas ilusões que fazem obstáculo a verdade do Amor.

…Silêncio…

Para aqueles de vocês que observam a Terra, o Sol, os irmãos e as irmãs da humanidade, os eventos do manto da Terra, os eventos de seus céus, só podem aceitar e aquiescer a verdade do Amor. Ele vê além dos sofrimentos, além desse corpo e além de toda aparência, a verdade de sua eternidade.

As Teofanias são apenas, definitivamente, somente a repetição do cenário final de meu Apelo, lhes dando a viver, se vocês se abandonam, uma alegria inextinguível, uma alegria que nada pode cessar, que nada pode parar, que se estende ela própria e que não tem nem suporte, nem objeto, nem vibração. Esse é o estado primordial do Amor e da consciência, lhes dando acesso a própria anterioridade desse primordial. Isso que nossos irmãos orientais chamaram o Absoluto ou o Parabhaman, é apenas o Coração Imaculado, aquele que não sofre nenhuma ação e que quer apenas ver o Amor, acima de toda oposição e acima de tudo o que vocês chamam o mal.

…Silêncio…

Numerosos de meus filhos revelam hoje com esta nova consciência, esse novo olhar, mesmo que não haja palavras para formular o que se vive, porque o essencial é o que se vive e não o que se diz. Muitos de vocês hoje mesmo e a cada quinta-feira, vão encontrar a totalidade de sua verdade. Nisso nós nos regozijamos, nisso nós os acolhemos, nisso o Cristo só pode aparecer no interior de vocês.

Numerosos de vocês são levados a fusionar totalmente com o Cristo e então para estar renascidos novamente, antes mesmo de meu Apelo. Como há numerosos anos, numerosos entre vocês foram chamados por mim mesma de maneira individual.

…Silêncio…

Lembrem-se as regras de ouro da simplicidade, da humildade, da transparência, do não julgamento, da Unidade. Elas são o testemunho de seu coração reencontrado e despertado. O que vocês têm percebido e vivido até o presente, mesmo isso deve se apagar diante da Graça do Amor, porque o Amor entra em graça sobre este planeta, em abundância e à disposição de cada um de vocês, desde o instante em que vocês aceitem de se desviar de tudo o que faz a dualidade, de tudo o que faz a ilusão desse mundo, mas também de sua sedução.

A Teofania é o meio de lembrá-los, isso é algum tipo de antecâmara do Juramento e da Promessa da Fonte que lhes está sendo dado a viver por antecipação, antes mesmo de meu Apelo a fim de concretizar isso que é.

Sacrificando assim sua individualidade e sua personalidade, vocês entrarão em pleno coração do coração da Ressurreição e em seus mecanismos, em pleno coração da bênção perpétua da Graça e da Luz que é apenas Amor e Verdade.

Os eventos da ilusão desse mundo vão desde esse dia se acelerar grandemente, colocando-os em face da verdade de todos os profetas estabelecidos em todo século e em todo lugar, sobre o futuro desse mundo.

Vigiem e orem, e, sobretudo, permaneçam neste estado de Amor e de confiança, que é o abandono total à Graça Divina, o Cristo. Sejam seus divinos imitadores. Além de toda referência histórica, de todo simbolismo, encarnem na carne, o Cristo. Isso se produz agora e isso é sua Teofania.

É claro, nós somos perfeitamente conscientes, minhas irmãs e eu, que isso não concerne senão a uma pequena parte da humanidade, mas essa pequena parte é tão grande, tão poderosa nas leis do Amor, na lei do Um, que o número não pode ser um obstáculo. Meu Filho lhes disse: “Quando vocês estiverem dois ou três reunidos em meu nome, eu estarei entre vocês e com vocês me expressando por sua boca”. Isso faz parte do Pentecoste.

A Teofania, para incentivar os eventos históricos, anuncia o retorno de Cristo, é claro, mas antes de tudo o nascimento de seu Cristo, surgindo sobre a cena desse mundo. Em um ato de arrependimento, o pecado se dissolve, a ressurreição da carne se faz no seio da nova dimensão, aqui mesmo em seu corpo de Existência, em seu corpo de Eternidade, fazendo passar à segundo plano as preocupações desse mundo de qualquer natureza que seja. Que isso seja em relação a seu corpo, que isso seja em relação a suas finanças, seus afetos, isso não representa nada diante da intensidade desta Teofania.

A Luz os chama cada vez mais a cessar seus mundanismos, à cessar de projetar o que quer que seja no exterior, de seu retornar em direção a vocês mesmos integralmente agora, de não mais depender de um conhecimento nem de quem quer que seja a fim de servir com a mesma equanimidade com a mesma alegria e a mesma bem-aventurança.

Nós estamos conscientes também de que numerosos entre vocês oscilam ainda entre este estado de beatitude e o estado de medo habitual. Que isso venha do corpo, que isso venha de suas crenças, pouco importa. Deixem simplesmente esta Teofania estabelecer-se em vocês a fim de que o Fogo Ígneo lhes deposite o mais próximo de sua eternidade, a fim de lhes demonstrar e de lhes mostrar que as ilusões desse mundo não tem mais do que um tempo e só vão passar, e que não existe nenhuma satisfação durável no seio desse mundo, em relação à verdade da eternidade e em satisfação do eterno Amor.

…Silêncio…

Aproveitem desses momentos de Teofania, assim como dos momentos em que a Luz lhes chama mais ruidosamente do que de hábito, para cessar seus medos, suas ocupações, seus interesses nesse mundo, sem os rejeitar, mas inclusive para vê-lo desde sua eternidade, porque é, sobretudo o que não é. Um mundo sofredor que não conhece o Amor, um mundo limitado e confinado não pode conhecer o Amor se este não está na projeção. O Amor do qual nós fazemos referência, é, claro, que muitos de vocês vivem já pelas Coroas, pelas vibrações, pela Onda de Vida, por suas comunhões, suas fusões e as diferentes etapas de processos vibratórios e de consciência que lhes foram anunciados claramente.

Se vocês ainda têm necessidade de muletas no seio da ilusão, então sirvam-se delas. Mas observem, fundamentalmente, que o que vocês são não necessita de nenhuma muleta, vocês são a certeza da Verdade. Todo o resto é passageiro e só traz perturbações. Isso, muitos de vocês já se deram conta e provaram algumas vezes as dificuldades para se entregar totalmente a sua eternidade. E, portanto, todas as soluções se encontram aqui, vocês estarão cada vez menos no seio do mundo exterior, que isso seja para sua alimentação, que isso seja para sua segurança, que isso seja para se aquecer, que isso seja para se distrair. Tudo isso vai desaparecer da tela de sua vida de maneira estrondosa, em muito pouco tempo agora. Isso pode se produzir desde agora em cada minuto, e de maneira mais forte desde o instante onde Miguel terá semeado os mares.

Então os demônios lhes aparecerão em sua nudez e em sua estupidez. O Amor lhes aparecerá em sua glória e em sua beleza, assim como em vocês como ao redor de vocês, como para cada um de seus irmãos e suas irmãs. Então não julguem, observem simplesmente o que é, o que acontece e o que surge, colocando fim a toda dualidade, a toda vontade de julgamento ou de acusação do que quer que seja ou de quem quer que seja, se estabelecendo na firmeza mais sólida que possa existir e que não é desse mundo, e que, portanto, entra em manifestação nesse mundo.

…Silêncio…

O Manto Azul da minha Graça lhes acompanha desde agora assim como esse Fogo Ígneo, não somente durante as Teofanias, mas nós esperamos, cada dia de maneira cada vez mais insistente e permanente, colocando fim a toda dúvida, colocando fim a toda interrogação disso que está agora presente sobre o mundo, a finalidade da Revelação, das imposturas, das mentiras, das fraudes próprias desse mundo, deixando lugar à iluminação da Luz e à transmutação do Amor, aquele que não conhece nenhuma contingência de forma, nenhum laço humano, lhes assegurando a Liberdade eterna, lhes assegurando a Alegria. E nesta Alegria, o que pode talvez ser necessário mais? Tudo é em abundância: sua nutrição, como suas respostas. Neste espaço, há a Evidência e a Verdade: não há lugar para outra coisa.

Então desde agora, meu Manto Azul da Graça lhes cobre, cada um, onde quer que estejam. A Radiância de meu Coração Imaculado se dirige a seu coração, acompanhado do Coro dos Anjos e do Espírito do Sol. O Impessoal se revela então totalmente, colocando fim ao cenário da Ilusão, lhes tornando prontos ao meu Apelo e a seu abandono final.

A Ressurreição, eu o disse, está já bem avançada para muitos de vocês, levando os últimos ajustes, se posso dizer, não tanto de vida, mas pelo contrário de posicionamento disso que vocês são em eternidade, lhes dando a ver o personagem que vocês eram ainda ontem ou anteriormente, com amor e com compaixão, e isso é viável para cada um de vocês que se verão no seio de sua ilusão, lhes dando a ver além das aparências, além dos sofrimentos, além de todos os jogos possíveis nesse mundo.

Então acolham sem restrições, acolham sem perguntas, acolham em toda liberdade a liberdade do Amor que não têm o que fazer com o que vocês acreditam ser esse mundo, em qualquer posição que vocês tenham vivido ou que vocês vivam ainda. Não há outro meio, vocês sabem de se reencontrar, não há outro meio de ser liberado.

O mecanismo ascensional da Terra que já começou, como eu havia dito há agora alguns meses, vai tocar efetivamente seu ápice. Este ápice será tocado desde o fim da próxima semana, colocando às claras os complôs, as manipulações, os sofrimentos e os medos que conduzirão esse mundo a esse momento específico, tal como foi anunciado por meu Filho, pela caneta de João.

Então sim, mais do que nunca, vigiem e orem. Mas não se isolem, não se colocando no escuro, ouçam, mas estando plenamente vivos, portanto a boa nova, não do fim da Ilusão – que não representa nada -, mas a glória da Ressurreição. A própria glória da Ressurreição coloca fim nisso que pode restar de ilusões, de crenças, de mental, de apego e de medos. Abram-se largamente e observem dentro de vocês. Observem-se, banhem-se no Manto Azul da Graça, banhem-se na Luz da Verdade e na Luz do Amor.

De que vocês têm necessidade? Nem de uma forma nem de uma dimensão, nem de uma existência trancada, separada; aí está a última Verdade, não há nada, além disso. Assim é a Teofania. Ela passou as palavras, ela passou as vibrações, mesmo que muitos de vocês tenham sentido esse Fogo Ígneo atravessar seu coração, de trás para frente e de frente para trás, essa quinta-feira que passou. Isso lhes é oferecido centuplicado hoje, e a cada quinta-feira isso será oferecido centuplicado em relação simultaneamente a anterior, colocando fim a todo sentido mesmo de uma medida de Amor, colocando fim a toda restrição a este Amor.

Vigiem e orem. Sirvam cada um.

O que quer que a Vida lhes dê a viver nesses momentos, quaisquer que sejam as perdas ou quaisquer que sejam os ganhos, isso não representa nada em face do que vocês são. Nesse Fogo Ígneo que eu dirijo ao seu coração, se encontra o inefável onde nenhum medo pode brotar, onde unicamente o ego pode limitá-los e impedi-los, por muito pouco tempo ainda, de aceder a isso.

Como vocês sabem, o conjunto da Confederação Intergaláctica está o mais próximo de vocês já desde numerosas semanas, se revelando cada dia um pouco mais a seus olhos estupefatos. Não sejam distraídos pelo ruído do mundo, por suas guerras; não sejam distraídos por suas penúrias, quaisquer que sejam. A única força nesse momento está em vocês e em mais nenhuma parte.

No Amor, não há nada a conquistar, não há nada a alimentar porque o Amor é a alimentação e as conquistas permanentes, não dependendo, vocês sabem, de nenhum de vocês, de nenhum tipo de vontade, nem mesmo a mais espiritual, nem de nenhum desejo. Porque o Amor não será jamais um desejo, jamais uma conquista, mas justamente um reconhecimento da Evidência, para além de todos os filtros que constituem a pessoa – que desaparece ela também agora.

…Silêncio…

A Teofania é também a sequência lógica do arrependimento, para muitos de meus filhos que viveram em toda parte sobre este planeta em diferentes momentos, e que continuam ainda a se produzir.

…Silêncio…

O Fogo do Amor, esse Fogo Ígneo, vem agora pulverizar e dissolver totalmente isso que vocês acreditam manter. Lembrem-se, meu Filho disse: “Aqueles que quiserem salvar sua vida, sua vida a perderão”. E aqueles que aceitarem o que a Vida lhes der removendo sua individualidade, encontrarão a Eternidade. Nada além disso pode ser comparável a isso e não vale isso.

Não esqueçam que a Graça lhes está aberta, vocês podem me chamar como cada uma das minhas irmãs e muitos entre vocês, em outros lugares, por intermédio do Canal Mariano, foram contatados e são vistos irradiados de Amor por uma de minhas irmãs ou mesmo eu. Isso é também possível, claro, para os Anciãos como para os Arcanjos, mas isso é muito mais fácil partindo de nós porque o Coração Imaculado, nesse mundo tão degenerado, é o apanágio da mulher, o que nós temos chamado de Feminino sagrado, que entra em manifestação pela graça do Masculino sagrado, lhes fazendo reunir o Andrógino Primordial onde nenhum sexo, nenhuma aparência é necessária para discriminar quem quer que seja, aí onde não há aparência entre o que vocês chamam homem e mulher, filho, inimigo ou amigo.

…Silêncio…

Então minhas irmãs se juntam a mim. O conjunto das Estrelas desde agora inicia esse coração do coração com cada um de vocês. Banhem-se no Manto Azul da minha Graça, banhem-se no Fogo Ígneo. Esse Coração Imaculado que se dirige a seu coração, lhes faz descobrir que claro, seu coração não pode ser senão imaculado, como o meu e como cada um de seus corações. Nenhuma escuridão pode manter-se, nenhuma resistência pode manifestar seu desacordo com a Verdade, desde o instante em que vocês aquiescem, desde o instante em que vocês observam aí onde é preciso, mostrando a vocês mesmos que vocês não são mais seduzidos pelas miragens desse mundo, porque isso que dá os prazeres e os desprazeres. A Alegria está aí, totalmente, neste instante.

…Silêncio…

Recolhamo-nos juntos, agora que minhas irmãs estão juntas a mim, e formemos juntos um círculo de Amor e de Liberdade ao redor de toda esta terra, pedindo simplesmente que a verdade do Amor e sua Graça surjam em cada um, no seio mesmo de sua manifestação nesse mundo.

Então, eu lhes digo hoje com minhas irmãs: “Elevem seus corações”. Cada um de meus filhos é digno do Cristo, cada um de meus filhos está aí, neste instante, em seu coração.

…Silêncio…

Então eu os saúdo, cada um de meus filhos cheios de Graça, e eu lhes digo: “o Senhor está convosco”. E eu lhe digo: “Você é abençoado, como cada um é abençoado”.

…Silêncio…

O fruto de seu coração é abençoado e é isso que você é.

…Silêncio…

Eu lhe dou o dom da Graça. Eu dou a cada um de vocês a mesma comunhão, a mesma eucaristia.

…Silêncio…

Eu dou a cada um de vocês a mesma Teofania.

…Silêncio…

Então eu lhe convido agora a ficar em silêncio. Minhas irmãs e eu mesma também ficaremos com você durante a hora concedida. Evidentemente eu voltarei desde que possível, em função das circunstâncias desse mundo e do progresso do surgimento de seus corações, a fim de acompanhá-los o mais próximo em seu renascimento, em sua ressurreição e em meu Apelo. Eu os chamo já desde logo, todos aqueles entre vocês que me ouvem, para juntarem-se as moradas de Eternidade, as moradas da Paz. Eu lhes convido também a não refrear nada deste Amor que é, de deixar livre lugar para Aquele que já está aí.

…Silêncio…

Você é Amor, todo o resto é passageiro; você é Verdade, todo o resto é falso; você é Alegria, colocando fim a toda incompletude e a todo desejo. Você é completo, neste instante.

Eu sou Maria, Rainha dos céus e da Terra. Eu lhes digo muito rápido. Eu lhes deixo agora aproveitar e viver a radiância de meu Coração Imaculado. Eu lhes deixo viver em silêncio a paz do coração, e eu dou a cada um de vocês minha bênção e esta paz do coração.

Então comunguemos juntos. Eu lhes digo até breve. Vão em paz, em seu Coração do Coração. Nós permaneceremos com vocês até que esta hora seja decorrida e não esqueçam jamais que desde agora não existirá mais nenhum recurso em face a todas as circunstâncias de sua vida: esse recurso é seu coração. Todo o resto não representará senão os pontos mortos, sem nenhuma utilidade.

Eu sou Maria, Rainha dos céus e da Terra. Eu os amo.

…Silêncio…

Fiquemos juntos silenciosamente agora, até o fim desta hora.

…Silêncio…

***

Fonte – https://lestransformations.wordpress.com/

Tradução do Francês: Mariana Anzzelotti

PDF (Link para download): MARIA – Teofania – 22 de abril de 2017 – 13 horas

Fonte – Últimas Leituras para os Filhos da Luz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s