Pergunte aos Mestres – 54 – Março / 2017

Pergunte aos Mestres – 54 – Março / 2017

Congregação de Paz e Transformação

Purificação e Transmutação

Paz, Luz e Amor.

* Para enviar uma pergunta aos Mestres, acesse o site: http://www.pazetransformacao.com.br/. O formulário permanece disponível somente às segundas-feiras.

COMO ENCERRAR UM CICLO DO PASSADO

Pergunta:

Amados Mestres. Quando me separei, há onze anos, tínhamos duas empresas, ambas com débitos de impostos estaduais e federais. As empresas faliram, fechamos as portas do comércio, mas não conseguimos dar baixa nas firmas por causa dos débitos. O imóvel que tínhamos ficou pendente porque é no nome de uma das empresas devedoras. Doze anos se passaram, e ainda hoje carrego este vínculo do passado, que me deixa inquieta e insegura. Já tivemos dinheiro bloqueado na conta bancária, são muitos aborrecimentos ao longo desse tempo. E por mais que eu desejo resolver e encerrar este ciclo ainda não foi possível, pois os valores são altos e não temos como quitá-los. Ou pelo menos não vejo como quitá-los. E desde então minha vida parece estagnada. Sinto que só conseguirei seguir em frente quando encerrar este ciclo do passado. Gostaria de entender o porquê dessas amarras. Dê-me uma luz Mestres. Gratidão.

Resposta:

Saudações minha irmã, sou Serapis Bey. Venho hoje lhe trazer um pouco de alívio ao coração. Para encerrar esse ciclo, basta que o finalize em seu coração. Optou por viver dessa forma para que aprenda que na vida física jamais haverá segurança, pois enquanto caminhar para a matéria, buscando condições materiais a sua felicidade, esse ciclo perpetuará. Veio a aprender que a felicidade pode existir independentemente da situação material que se encontra. Aproveite para destituir o ego de ser, de ter, de querer e se incumbir de tarefas. Eu sei filha, que do ponto de vista que se encontra são palavras duras as que te digo, que até te revolta. Mas compreenda que está a desvincular sua consciência, enquanto um ser espiritual, da rede holográfica do planeta. Foi por isso que aceitou essa experiência em sua vida, antes mesmo de ter nascido. São experiências duras como essas que nos abrem a uma confiança maior na vida, pois a vida física se torna tão dura que buscamos algo mais, por já não encontrar nesse plano aquilo que nos traga felicidade. E esse algo mais é a pureza de seu coração, o amor, a confiança e seu desenvolvimento espiritual. Você pode viver com esse medo, mas compreenda que a situação já se resolveu que já se foi. Tanto é verdade que após tantos anos você está viva e sua vida continua. Vieram duros enfrentamentos, mas a vida é eterna e estamos aqui de passagem para nos engrandecer aos olhos de Deus. Use essa lição, filha, para se desvincular da matéria, para seguir uma vida livre do ego de ser e de ter, sabendo que a cada dia haverá uma nova lição. E eu lhe asseguro que quando ancorar essa lição o problema irá se resolver por si só. Mas para isso precisa saber que você não será capaz de resolver senão em seu coração. Esteja em paz.

Sou Serapis Bey

PROPÓSITO DE VIDA E CAMINHO CERTO

Pergunta:

Gratidão por responderem a minha pergunta e pelas mensagens que tanto acalentam minhas noites. Mestres eu gostaria muito de saber se a decisão que tomei da separação e escolha de novo caminho foi a mais acertada, ainda sinto muita angústia e me sinto perdida sem saber pra onde ir, que rumo tomar. Gostaria muito de saber qual o meu propósito de vida e se estou no caminho certo.

Resposta:

Filha. A decisão certa é aquela que te faz sentir bem. É aquela que te traz suavidade. Não há decisão errada, mas há decisões que são tomadas por sentimentos menos nobres e outras que são para seguir aquilo que nos faz bem. Para identificar se uma decisão atende seu coração ou não, apenas você é que poderá dizer. Para isso traga a situação até seu coração, respire e se acalme. Mantenha a situação em seu coração com todo amor, vibrando o bem e o amor a todos os envolvidos. Agora, traga a primeira decisão que tomou ao seu coração e veja como se sente. Em seguida, traga umas ou outras decisões que eram possíveis e seu corpo te dirá. Ao fazer isso repare em seu abdômen se ele está solto ou rígido, se sua fronte está rígida ou relaxada. Seu coração te dirá. Você poderá também se imaginar frente a frente com a pessoa a qual terminou o relacionamento, imaginando um vinculo unindo ambos os plexos solares (região do estômago). Pergunte-se como se sente em frente essa pessoa, solta, suave, ou presa. Você é capaz de responder essa pergunta filha.

Sou Mestra Lis

PORQUE NÃO CONSIGO ENTRAR EM ESTADO DE SILÊNCIO

Pergunta:

Amado Mestre, gratidão por poder me servir. Gostaria de saber se a minha alma tem implantes e porque não consigo mais entrar em estado de quietude para ouvir o meu eu interior? Desde a minha adolescência sempre busquei a meditação, nos anos 90 alcancei o despertar e tive o privilégio do autoconhecimento e pude ajudar muitas pessoas. Porém, depois de alguns traumas que tive, acabei perdendo a conexão com a fonte do meu ser, e me esquecendo das lições que me foram passadas e da minha verdade divina. Quando comecei a buscar novamente a espiritualidade, fui abençoada com as Cartas de Cristo. Depois de muito estudo das cartas me lembrei de quem eu fui nos anos 90. Desde então, tenho buscado a quietude para poder observar o meu ser, porém não estou conseguindo entrar num estado de silêncio, para me conectar com a minha fonte. Isso é o que eu mais quero nessa vida porque sei que se tiver em conexão com o Deus que existe em mim eu já terei tudo. Além disso, estou com problemas em todas as áreas da minha vida, larguei um emprego em novembro/2015, por não aguentar um trabalho que não me realizava mais, isso vem acontecendo nos últimos dez anos. Vendi todos os móveis e voltei para minha cidade natal, para casa de uma irmã que está morando em outro país, na esperança de refazer a minha vida com o apoio da minha família. Entretanto, esse apoio nunca existiu e agora minhas economias acabaram e estou totalmente sem dinheiro. Tentei por duas vezes morar com a minha mãe para diminuir as despesas, mas, em menos de uma semana sempre acabo voltando para casa da minha irmã por não conseguir conviver com a minha mãe, nosso relacionamento sempre foi muito difícil, sofro muito por isso, oro pedindo forças e paciência para aguentar, mas está muito difícil enfrentar a realidade sem a conexão com o meu eu interior. Sei também que isso está de acordo com a vontade divina, gostaria de saber o que estou fazendo de errado, porque eu não consigo? Por favor, me ajudem! Gratidão.

Resposta:

Saudações. Sou seu irmão de amor, Jesus. O coração é um quarto minha irmã, que possui portas e janelas para permitimos a luz entrar e ventilar o ambiente. Um lado da porta se chama amor e outro medo. Há janelas que se abrem ou fecham com o vento da porta. Essas janelas se chamam ego ou paz interior. Em certo momento de sua vida minha irmã, você se encontrava em um ambiente de conforto para seu nível de consciência, então as portas se abriram. Mas à medida que foi subindo sua consciência sua vida já não ressoava com seu coração, você necessitava de mais amor, de mais paz para manter as portas e janelas bem ventiladas, com muita luz. Mas ao se afastar do conforto que possuía, para aquele período, você se fechou no medo do futuro, na insegurança da vida. E então as portas e janelas ficam semiabertas, que é onde você sente essa diminuição da conexão. Mas filha, isso é uma ilusão, você sempre está conectada a energia Eu Sou guardado em seu coração. Mas quando você ancorou receio, medo e dúvida na mudança de sua vida, você caminhou por uma trilha que não te trouxe felicidade, e assim construiu a vida que se encontra. Estamos todo momento construindo o amanhã a partir dos sentimentos do agora. Precisa então resgatar essa unidade, esse amor que se dará a partir da fé na vida. Talvez não na vida física, mas na vida espiritual, na unidade de intenções do coração com a criação. Mas saiba que não fez nada de errado, pois foi um caminho necessário para se questionar, e então poder ancorar novamente o amor e abrir as janelas e portas de seu coração. Você precisou trilhar esse caminho para que seja capaz de construir uma fé inabalável, destituída de tudo que é externo a ti. Esse caminho trará o ancoramento do amor, a confiança na vida, pois saberá que venha o que vier a porta de seu coração estará sempre aberta. Não houve um erro, mas apenas um caminho de sabedoria e aprendizado. Esteja em paz minha irmã.

De seu irmão Jesus

CASAMENTO SEM SENTIDO

Pergunta:

Queridos Mestres, obrigada pela atenção. Sou casada há 16 anos, tenho duas filhas, 12 e 14 anos. No início do casamento já me decepcionei muito pela forma grosseira que era tratada e sofria, mas queria muito manter minha família. Hoje vejo meu casamento totalmente sem sentido, sinto-me até desconfortável com a presença dele. Quero me separar, criar minhas filhas podendo ser autêntica e livre, mas receio em quebrar algum ciclo, ou interromper o meu carma de ter de ficar com ele, ou indo contra ao que se diz: “O que Deus uniu o homem não separa”. Eu estaria quebrando às promessas que fiz antes de encarnar? Com amor a todos os Mestres. Obrigada!

Resposta:

Salve filha! Salve a União em Deus! A força do amor e do ancoramento na unidade da força maior de Cristo. A filha percebe como está presa a restrições? Não percebe, não é filha? Porque estão vendo a vida a partir da visão humana, das restrições do planeta. A filha está na vala comum, cheia de crenças no coração. Mas deixa o pai aqui te mostrar o outro lado. Se a filha passar a ver a si e a todos, como irmãos, como filhos de um mesmo pai, então seu marido, seus filhos são todos seus irmãos. Inclusive aqueles que a filha nem conhece e cruza na rua. São todos iguais na unidade de Deus. Compreende filha, que a união ou a separação só existem na mente humana que se prende a tantas restrições sem qualquer sentido. A filha pode se separar do seu marido, segundo as leis humanas, pode ir viver em outra casa, mas ele vai continuar sendo seu irmão, queira você ou não. Agora, isso não significa que para ser irmão precisam morar numa mesma casa. Cada um pode ter sua casa e continuarem a ser irmão. Isso é a filha que decidi segundo seu bem-estar. Mas não tem nada que te prende não, a não ser as restrições que vocês colocam na cabeça. Salve Fia.

Pai Benedito de Angola

UMA PALAVRA DE AMOR

Pergunta:

Bom dia amados Mestres! Gratidão pelo amor que nos enviam e a luz dos esclarecimentos que nos fazem ir mais além. Queridos irmãos, tenho projetos materiais e espirituais. Nos projetos materiais estou me preparando para ser promovido no local onde trabalho, mas está demorando muito, me sinto inclusive excluído pela direção da empresa. Tenho o meu sonho de abundância tanto material quanto espiritual e, gostaria de ajudar as pessoas com questões financeiras. No meu casamento às vezes está tudo bem e às vezes não vai nada bem, inclusive com restrições que ela coloca sobre certos aspectos. Tenho meu filho que amo muito e gostaria de dar um futuro seguro. Enfim amados, gostaria de uma palavra de amor, porque vocês me conhecem. Gratidão e amor profundo!

Resposta:

Saudações meu irmão, Sou Serapis Bey. Venho hoje a tentar lhe mostrar um cenário. Por quantas vezes se prende nas restrições da matéria? Sonhando pela felicidade material? E então busca pela felicidade espiritual como se fossem coisas diversas, dois lados de uma moeda. Veja meu irmão, não há nada de errado em sonhar ter um conforto material, mas quando transformamos isso em condição para nossa felicidade, mais uma vez caímos nos quereres do ego que não é capaz de reconhecer aquilo que temos de bom no agora. Vivemos assim aguardando uma promoção, um casamento perfeito e com isso sempre adiamos nossa felicidade. Mais que isso, dificultamos nosso progresso espiritual. Se pudesse partir do que há de bom no agora, confiando que haverá dias bons, onde tudo fluirá, e outros onde o universo testará nossa paciência, tudo ficaria mais simples. Pois assim é a vida na matéria, ela é feita de fluxo e refluxo, onde cabe a cada um compreender que assim é a vida. A vida é feita disso, dessa paz que apenas a confiança em Deus nos traz. Saiba filho, que tens o que necessita na sua vida e quando começar a ter gratidão pela sua vida, talvez a direção da empresa sinta essa sua energia, sua esposa também e seu filho. Mas, quando carrega esses medos, essas bagagens desnecessárias, elas se transformam em profundo pesar ao seu coração. Busque meu irmão, pela felicidade nesse agora, ancore a gratidão pela abundância que já possui, pois tens tudo que necessita a sua própria superação e então encontrará a felicidade em seu coração. Junto desse sentimento virá à transcendência espiritual em amor, que apenas a gratidão nos traz. Fique em paz meu irmão.

Sou Serapis Bey

PORQUE ME SINTO MAL APÓS TRABALHOS ESPIRITUAIS

Pergunta:

Às vezes vou a encontros de meditação ou mesmo locais onde há algum evento a decorrer, e automaticamente começo a canalizar energias que se manifestam através de movimentos e sons. Quando sinto isso, parece-me algo bom. É tão natural como respirar. Faz-me sentir bem, em paz e com o sentimento de cumprir o meu papel. O problema é que no dia seguinte ou por vezes no próprio, umas horas depois, começo a sentir-me horrivelmente mau. Um torpor na cabeça. Uma falta de vitalidade. É tão desagradável que só me apetece dormir para ver se passa. E depois lá passa. Mas isto me deixa triste e desmotivada, e também preocupada, porque é esgotante e tira-me a alegria e vontade de viver. Então eu pergunto o que se passa? São estas energias, que julgo canalizar algo não positivo? O que faço eu quando sinto essas energias a quererem manifestar-se? Por que me sinto tão mau depois? Que energias são estas que canalizo e que depois me sinto mal? Eu até agora não questionei, sempre me deixei levar pela intuição e confiei, mas neste momento tendo em conta o mal-estar que me estão a provocar (que é imenso) começo a precisar de mais entendimento. Peço a vossa ajuda Mestres, Pai José, por favor, explique-me. Obrigada!

Resposta:

Amada filha. Todas as vezes que entrares em um local a fim de realizar um trabalho espiritual, ou quando nesse local houver uma egrégora espiritual atuando, peça permissão para adentrar. Em seguida peça também pela presença de seus guias mentores e protetores espirituais, e peça a permissão para que eles entrem contigo. Silencie por um momento e sinta a mensagem que eles passam a você. Você pede permissão para entrar e pede a seus guias que mostrem a você se deve ir a esse lugar. Você sentirá se deve prosseguir. Todos os trabalhos espirituais sem ancoramento deixam um canal aberto a absorver todas as energias do ambiente. É um trabalho satisfatório e que traz alegria para você por um momento sim, mas em seguida sentirá as dores do trabalho realizado sem proteção. Portanto, minha querida, sintonize com os seus guias antes de ir aos locais, sinta se deve ir. Se sentir que deve, siga em frente, mas sempre pedindo a permissão para entrar para você e para a sua equipe espiritual entrar contigo. Pode ser a hora da mudança, filha. Observe a si mesma e siga a sua intuição. Quanto mais segues no caminho da espiritualidade e descoberta do eu interior, mais será guiada para o seu propósito e pode não se ajustar mais a certos lugares que antes frequentava. Mas permita que tudo ocorra de forma natural. Fique em paz.

Sou Pórtia

Canais: Thiago Strapasson e Michele Martini – Março de 2017.

Colaboração: Ilza Barreto.

Fonte: www.pazetransformacao.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s