Os 5 recursos da vida – 07.04.2017

Os 5 recursos da vida – 07.04.2017

Várias pessoas lêem na PNL que possuímos todos os recursos necessários, em nossa mente consciente ou inconsciente, para obtermos tudo que desejamos. Tal afirmativa, além de parecer auto-confiante demais, conflita com a visão pessoal e a frequentemente baixa auto-estima de muita gente. Elas pensam: “como assim eu já tenho dentro de mim tudo o que preciso? Eu já sei a resposta de todos os meus problemas? Vasculho dentro de mim e não acho nada…“.

Este tipo de dificuldade é usual. A afirmativa pura e simples “Confie na mente inconsciente”, um truísmo muito usado pela Neurolinguística, faz com que várias pessoas ou se arrisquem sem muita base em um novo projeto ou, ao contrário, quedam-se inermes, esperando infrutiferamente que algo aconteça, ou um “gênio interior” assuma seu corpo e sua mente para resolver todas as questões necessárias, urgentes e pendentes de suas vidas…

Vamos analisar um pouco mais esta afirmação. Quando a PNL diz “você já tem dentro de você tudo o que você precisa” visa fazer com que o indivíduo se focalize em suas próprias habilidades e capacidades, e não em suas limitações. Isto é um truísmo – porquê é óbvio que todos nós devemos e iremos resolver nossas questões de vida a partir dos recursos, habilidades, competências, conhecimentos e oportunidades de que dispomos, seja agora, seja daqui a pouco, com o esforço de ampliação destes mesmos recursos, habilidades, competências, conhecimentos e oportunidades que conseguirmos obter.

A intenção é redirecionar a mente para aquilo que é realmente eficaz – agir a partir do que se tem – ao invés de apenas suspirar pelos cantos, ansiando pelo que não se tem. Não obstante, mesmo assim, algumas pessoas continuam obcecadas pelo que lhes falta. Ficam historiando suas falhas e fazendo um rol de acontecimentos tristes passados que justifiquem as suas limitações e bloqueios. Isso acontece muito em situações de coaching, isto é, situações onde estamos orientando pessoas para definir metas e estabelecer projetos de melhoria em suas vidas pessoais e profissionais.

Definir um projeto de vida é dependente daquilo que está motivando e interessando o indivíduo no momento – e isto pode ser um fio da meada para que se façam progressivas mudanças pessoais, profissionais e comportamentais que acabem se tornando bem radicais, que modifiquem completamente a vida em um período de dez ou quinze anos… É claro que este tempo permite que uma pessoa se engaje em uma busca objetiva pelas habilidades e recursos que ainda lhe falta e, assim, consiga chegar a um ponto de melhoria bem além do que sua imaginação possa abarcar no presente.

Para “baixar a bola” um pouco da angústia que acomete nestas horas, sugerimos que se escolha apenas um projeto de vida, não o projeto de vida. E comprometendo-se com ele por um período pequeno, digamos apenas três meses, e não para o resto da vida, cada um pode experienciar em si a sensação de se focar em plenitude, sem objeções. Experimentar se motivar é um pouco como uma experiência de faz-de-conta: faça de conta que você tem certeza de que aquilo que você está fazendo é aquilo que sempre sonhou…

Isto é, aceite as suas habilidades múltiplas e pense em como fazer uma sinergia entre estas habilidades, desenvolvendo uma especialidade só sua. Não se preocupe, por exemplo, em preencher um escaninho pré-fabricado de emprego – pense primeiro em você, em como você tem um misto de capacidades suas, e como vendê-las às instituições, dando a elas o que elas querem, através da forma como você quer.

E o que isto tem a ver com a frase “você tem dentro de si mesmo todos os recursos que precisa”? Esta frase nos redireciona a confiar que aquilo que nós não temos, somos capazes de desenvolver. E o ponto principal em mente é o que chamamos de recursos.

O que são recursos? São tudo aquilo o que podemos lançar mão para fabricar aquilo de que precisamos. Recursos não são necessariamente soluções prontas, e sim matéria-prima para engendrarmos soluções específicas. Quando estiver vasculhando a sua mente interior na busca de recursos, não espere encontrar soluções prontas, pré-fabricadas.

Percebemos que nossos recursos clássicos são aquilo que genericamente chamamos de dimensões ou parâmetros, aqueles eixos da escala de medida com os quais costumamos avaliar os resultados de alguma coisa. Quando medimos algo, normalmente usamos o tempo e o dinheiro como escala, correto? Vários parâmetros medem maneiras de avaliar um determinado processo de atingimento, sendo que alguns parâmetros só servem para máquinas, tais como o potencial elétrico ou a tonelagem por metro quadrado. E os parâmetros da escala humana normalmente são o Tempo, o Dinheiro, o Esforço, o Conhecimento e a Atenção.

Tempo, dinheiro e esforço são facilmente mensuráveis, mas conhecimento e atenção não. Isto acontece porque são atributos mais mentais, sendo o conhecimento algo mais pertinente ao hemisfério esquerdo e a atenção (e o interesse, motivação e expectativa, imbuídos nela) mais pertinente ao hemisfério direito do cérebro. Quando focalizamos que o desenvolvimento de uma habilidade ou competência é fruto do balanceamento pessoal da aplicação destes cinco recursos básicos – ou recursos-fonte, se assim o preferir, despersonalizamos a ideia de limitação pessoal. Se para um projeto específico precisamos desenvolver uma habilidade que não temos, basta se perguntar: “posso dispor do tempo (físico), dinheiro (social), esforço (disposição emocional) e atenção (motivação) suficientes para alcançar este nível de conhecimento?“.

Este questionamento nos faz perceber também que devemos aprender a fazer equilíbrio dos recursos. Isto é, se aplicarmos todo o nosso tempo e dinheiro disponível para obter uma meta, é claro que faltará destes recursos para outra, mesmo que nos sobre esforço, conhecimento e atenção…

Algumas vezes os recursos podem ser intercambiáveis – se temos pouco dinheiro, devemos investir mais tempo, esforço e atenção para obter o conhecimento necessário para alcançar o que desejamos com um investimento mínimo em dinheiro. Porém, em muitas situações, é necessário alocar algo em cada uma destas cinco dimensões ou parâmetros, se realmente queremos ser realistas em nossa busca. Este processo nos auxilia a estruturar nosso planejamento de vida e nossa estratégia de realização, bem como nos proteger das supostas limitações que reconheçamos ainda em nossa personalidade e ambiente.

Visão pessoal…

“Valorize seus pontos fortes e proteja seus pontos fracos” dizia a sabedoria antiga dos índios Sioux. Focalize a atenção naquilo que você tem de melhor, através dos cinco recursos de vida que todos nós usamos e, daquilo que você tem pouco, compense com aquilo que você tem muito. Os Sioux também diziam: “e saiba usar bem a sua imaginação, a seu favor, e não contra você”. Não digo apenas que pode transformar os pensamentos de derrota e fracasso em pensamentos de sucesso apenas com a prática. E que os recursos são uma mágica arca do tesouro dentro de sua mente inconsciente. Digo para reconhecer que os pensamentos de fracasso se tornam parte do problema e que modificá-los é, também, parte da solução. Acompanhados de uma ação de sucesso, os novos pensamentos se tornam cada vez mais presentes, criando sensações de bem-estar. E assim torna-se mais fácil estruturar uma linha de ação para a solução dos problemas, abrangendo os aspectos físicos, sociais, emocionais e cognitivos, de uma maneira sistêmica.

(Nota Gilberto – Deixo um trecho de um livro editado na década de 1930.

Somente na atividade exterior da personalidade humana que não é senão uma fração da individualidade de cada um, pode a imperfeição ser gerada e experimentada.

Por meio de sua própria consciência, (pensamento e sentimento) cada ser humano pode liberar o Poder Ilimitado da Poderosa Presença EU SOU.

Quando alguém disciplina suas faculdades exteriores, e as torna obedientes ao seu comando consciente de perfeição, então é capaz de deixar fluir este tremendo Poder Interior através de si mesmo, sem obstrução, e usá-lo construtivamente.

Dentro de cada um de vos se encontra este formidável Poder que estou usando agora.

Vós podereis usá-lo como Eu, quando conhecerdes, aceitardes e admitirdes sempre que a Poderosa Presença EU SOU esta continuamente em ação.

Este é o Cristo Cósmico, a Única Consciência que pode dizer EU SOU!

A Chama do Pensamento de Deus é a única atividade da vida manifestando-se em toda a parte, que pode ter conhecimento de sua própria individualização, usar a Palavra Criadora de Deus e enviá-la por todo o Universo para produzir manifestação.

Só o Filho de Deus, isto é, o indivíduo de livre arbítrio (vós mesmos) pode decretar como Deus decreta e dizer “EU SOU”.

Qualquer qualidade que se segue a este som, pronunciado no éter, torna-se uma manifestação no mundo da substância, deste modo tomando forma.

Quando o indivíduo diz EU SOU, ele esta usando o Atributo Criador da Divindade, e anunciando criação no seu ponto de atuação particular do Universo.

A ação vibratória da palavra EU SOU, quer seja pensada ou falada, é a libertação do poder da criação, e qualquer qualidade que se siga a esta palavra é instantaneamente imposta sobre a Substância Eletrônica do éter.

Sendo esta a única substância e energia da existência (o éter, Luz, Prana, Corpo de Deus) cuja natureza deve ser qualificada de alguma forma, o indivíduo deve criar uma imagem mental do modelo dentro da sentença. Se a sentença é sempre para a perfeição, então as experiências dentro do mundo do indivíduo exprimem a plenitude do Plano Divino de Vida.

Mas se o indivíduo não emite esta sentença, torna-se impossível essa perfeição projetar-se em suas experiências, até que a palavra seja liberada para o éter no qual ele vive.

Qualquer pessoa pode pensar perfeição a todo instante, depende apenas de querer; e ela não emprega mais substância e energia para experimentar e construir formas belas e perfeitas do que para construir formas imperfeitas. Se porém o indivíduo deseja que essa perfeição seja expressa em seu próprio mundo, ele deve empregar sua própria energia para pronunciar a sentença que desprenderá essa Perfeição para ele. Tal é a Lei do seu Ser e nada pode mudá-la!

A discórdia e a limitação podem construir uma película, por assim dizer, em volta dessa substância, impedindo em certo grau, a irradiação da Luz, mas jamais poderá penetrar a própria substância. As comunicações dos sentidos da consciência humana (pensamento e sentimento reconhecendo limitações) são meramente atividades não iluminadas, pois quando a Luz que vem da Poderosa Presença EU SOU é encaminhada para elas, imediatamente se dissolvem na Sua Gloriosa Perfeição!

Se o estudante fixar sua atenção sobre a Poderosa Presença EU SOU e a conservar com determinada tenacidade, poderá desprender de si tanto Amor Divino, Luz, Sabedoria, Poder, Coragem e Atividade, que possivelmente não há de entender no momento.

O Amor Divino encerra a Atividade Perfeita de todos os Atributos da Divindade!

Quando o indivíduo entra no caminho consciente de sua própria mestria, deve compreender e imaginar perfeitamente que desde este momento está na obrigação de realizar o que pretender pelo poder do Amor Divino do interior de sua própria Presença EU SOU!

Deverá saber de um modo absoluto e lembrar-se sempre que o Amor Divino contém Sabedoria Completa e a Força Onipotente da Poderosa Presença EU SOU.

Quando o indivíduo gera bastante Amor Divino e o emite para todas as atividades externas, ele pode comandar o que quiser por meio da Poderosa Presença EU SOU e seu pedido é sempre realizado!!

O Amor Divino, quando conscientemente gerado dentro do indivíduo, é uma Invisível, Invencível, Invulnerável Armadura de Proteção contra qualquer atividade perturbadora.

Só existe uma coisa que pode produzir perfeição em qualquer lugar do Universo e essa é: bastante Amor Divino!

Por isso, amai intensamente vossa majestosa Presença EU SOU, e nada mais poderá penetrar vosso Ser ou vosso mundo.

Poucos dentre aqueles humanos que se acham grandemente necessitados financeiramente compreendem quão fácil e rapidamente poderiam obter a Liberdade Financeira se apenas voltassem sua atenção para a Poderosa Presença EU SOU, mantendo-a aí sempre, com determinada tenacidade.

Grande seria sua recompensa por tal esforço.

Extrato do Livro “EU SOU” A Presença Mágica – Mestre Saint Germain – Ed. Ponte para a Liberdade)

Inspiração…

A Batalha pela sua Mente – Técnicas de Persuasão – PNL – PDF

Os Pressupostos Básicos da PNL – Iluminatta

Baixar Livro Coaching com PNL Para Leigos – Kate Burton em PDF

Recomendo…

Fonte – Monicavox

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s