Nikola Tesla – O Segredo Impressionante, oculto nos números 3, 6 e 9 – 21.03.2017

Nikola Tesla – O Segredo Impressionante, oculto nos números 3, 6 e 9 – 21.03.2017

Nikola Tesla realizou inúmeras experiências misteriosas, mas ele próprio era um mistério completamente diferente dos demais. Quase todos os grandes génios mantêm uma certa obsessão na sua mente… e Nikola Tesla carregava uma muito grande!

Tesla dava, repetidamente, três voltas ao redor de um bloco antes de entrar num edifício, limpava os seus pratos com 18 guardanapos e só se instalava em habitações de hotel cujo número fosse divisível por 3.

Fazia cálculos sobre coisas do seu ambiente próximo, apenas para estar seguro de que o resultado era divisível por 3 e baseava as suas escolhas nos resultados. Fazia tudo em conjuntos de 3. Algumas pessoas diziam que ele sofria de TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), outros diziam que era muito supersticioso. Contudo a verdade era muito mais complexa.

“Se conhecêsseis a magnificência dos números 3, 6 e 9, teríeis uma chave do Universo.” – Nikola Tesla.

A sua obsessão não era exactamente com números; era especialmente com estes números: 3, 6, 9. Talvez tivesse um caso extremo de TOC e fosse supersticioso, no entanto escolheu esses números por um motivo especial. Tesla afirmou que esses números eram muitíssimo importantes!

Ninguém lhe fazia caso. Calculou pontos nodais ao redor do planeta, ligados aos números 3, 6 e 9. Mas, por quê esses números precisamente? O que era que Nikola Tesla tratava de fazer que o mundo entendesse?

NOTA: O que vamos explicar agora talvez vos pareça ainda mais estranho. Primeiro devemos entender que não foi o ser humano que criou a Matemática: descobriu-a (Redescobriu-a, recordou-se). Ela é a linguagem da Lei Universal. Seja qual for o lugar do Universo em que estejas, 1+2 sempre será igual a 3. Tudo no Universo obedece a esta Lei.

VER: “Tudo é Luz” A Incrível entrevista a Nikola Tesla em 1899.

Existem padrões que ocorrem naturalmente no Universo, padrões estes que descobrimos na vida, nas galáxias, nas formações estelares, na evolução e em quase todos os sistemas naturais. Alguns deles são a proporção da Geometria Sagrada.

Um sistema muito importante a que a natureza parece obedecer é o das “Potências do Sistema Binário”, no qual o padrão começa com o número 1 e continua duplicando os números. As células e os embriões desenvolvem-se seguindo este parâmetro sagrado: 1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, 128, 256 e assim sucessivamente.

Algumas pessoas chamam a estes padrões “Plano de Deus”.

Seguindo esta analogia a matemática seria a impressão digital de Deus. (Colocando à parte qualquer religião).

Em Vortex Math (a ciência de Torus Anatomy) existe um padrão que se repete: 1, 2, 4, 8, 7 e 5 e assim sucessivamente: 1, 2, 4, 8, 7, 5, 1, 2, 4, 8, 7, 5, 1, 2, 4, …

Como podem ver, 3, 6 e 9 não estão neste padrão. O cientista Marko Rodin acredita que estes números representam um vector da terceira e da quarta dimensões, que ele denomina “um campo de fluxo”. Supõe-se que este campo é uma energia dimensional superior, que influi no circuito energético dos outros seis pontos.

Randy Powell, um estudante de Marko Rodin, diz que esta é a chave secreta para a energia livre, algo que, como todos sabemos, Tesla dominou. Comecemos com 1; duplicando-o fica 2; este, duplicado é 4; 4 duplicado é 8; este por sua vez dá 16 que significa 1+6 que é igual a 7; 16 duplicado é 32, que dá um resultado de 3+2=5 (também podem duplicar o 7 e obterão 14 que dará um resultado de 5); 32 duplicado é 64 (5 duplicado é 10) dando um total de 1.

Se continuarmos seguiremos o mesmo parâmetro: 1, 2, 4, 8, 7, 5, 1, 2, … se começamos com 1 dividido pela metade, continuaremos obtendo o mesmo padrão no seu oposto (em lugar de duplicar, dividir pela metade): a metade de 1 é 0,5 (0+5) igual a 5. A metade de 5 é 2,5 (2+5) igual a 7 e assim sucessivamente. Como podem ver nunca se menciona o 3, o 6 ou o 9. É como se estes números estivessem fora deste parâmetro, livres dele.

No entanto, quando começamos a duplica-los acontece algo estranho: 3 duplicado é 6; 6 é 12 que daria origem a 3; neste padrão não aparece o 9. É como se este estivesse mais além, totalmente livre de ambos padrões.

Mas se começam a duplicar o 9 o resultado será sempre 9: 18, 36, 72, 144, 288, 576…

Isto chama-se Símbolo de Iluminação!

Se vamos à Grande Pirâmide de Giza, não só vemos que existem 3 grandes pirâmides em Giza, senão que todas estão lado a lado, refletindo as posições das estrelas no Cinturão de Órion. Também vemos um grupo de 3 pirâmides mais pequenas e mais distantes das outras 3 maiores.

Encontramos muita evidencia de que a natureza utiliza simetria tripla e sêxtupla, incluindo a forma de mosaico hexagonal da colmeia das abelhas comuns.

Estas formas estão na natureza e os povos antigos plasmaram-nas na construção da sua arquitetura sagrada. Será possível que haja algo especial no misterioso numero 3? Será possível que Tesla tenha descoberto este segredo e usasse este conhecimento para empurrar os limites da ciência e da tecnologia?

A magnificência do 9.

Digamos que existem 2 lados opostos. Chamem-nos como quiserem. São como os polos norte e sul de um íman.

Um lado é o 1, 2 e 4; o outro é o 8, 7 e 5. Tal como a eletricidade, tudo no Universo é uma corrente entre esses dois lados opostos, como um pêndulo oscilante: 1, 2, 4, 8, 7, 5, 1, 2, … (e se imaginam o movimento é algo como o símbolo do infinito).

Porém estes dois lados regem-se pelo 3 e o 6; o 3 rege o 1, 2, e o 4, entretanto o 6 administra o 8, 7 e 5. Se vêem o padrão de perto, este mostra-se ainda mais assombroso: 1 e 2 é igual a 3; 2 e 4 é igual a 6; 4 e 8 é igual a 3; 8 y 7 igual a 6; 7 e 5 igual a 3; 5 e 1 igual a 6; 1 e 2 é 3…

O mesmo padrão numa escala mais alta é na realidade 3, 6, 3, 6, 3, 6…

Mas inclusivamente estes dois lados, 3 e 6, são regidos pelo 9 que revela algo maravilhoso.

A Vibração, a Energia e a Frequência! 3, 6 e 9!

“Se queres encontrar os segredos do Universo, pensa em termos de energia, frequência e vibração”. – Nikola Tesla.

Aqui existe uma verdade filosófica mais profunda! Imaginem o que poderíamos conseguir se aplicássemos este conhecimento sagrado à ciência do quotidiano.

(Nota Gilberto – Há algumas informações de que Nikola Tesla mantinha contato com os Irmãos Pleiadianos)

Fonte – https://compartiendoluzconsol.wordpress.com/

Texto e fotos: www.ufo-spain.com

Fonte – http://portugueselovenlightmessages.blogspot.com.br/

Tradução: Lúcia – anjodeluz57@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s