A Cozinha de Monicavox – Sementes; o segredo da longevidade e saúde… com receitas… – 27.03.2017

A Cozinha de Monicavox – Sementes; o segredo da longevidade e saúde… com receitas… – 27.03.2017

Na alimentação crua e viva tudo tem início pela germinação das sementes e grãos, agentes biogênios – que geram vida -, por sua elevada concentração energética e nutricional. Ao colocarmos uma semente para germinar (água = umidade + escuro = à noite), ela entende que chegou a hora de brotar e expandir para se transformar em uma nova planta. Neste exato momento, antinutricionais como o glúten, ácido fítico, inibidores de tripsina, etc., são transformados em substâncias pró-ativas (enzimas, vitaminas, sais minerais) da germinação, para provocar um rápido brotar, enraizar e crescer. Quem já colocou uma semente germinada para brotar, não cansa de se extasiar diante das mudanças a olhos vistos, a cada hora que passa diante do canteiro.

As mais recomendadas podem ser consideradas alimentos especiais, porque predominam macronutrientes (proteínas e gorduras vegetais), e micronutrientes como os minerais (agentes mineralizadores), o selênio e o cobre, matérias-primas excelentes para o cérebro:

1. Sementes oleaginosas como o girassol, gergelim, linhaça, castanha do Pará, nozes pecã e macadâmia, etc.

2. Grãos de cereais tradicionais como o trigo, cevadinha, aveia, etc.

3. Grãos de cereais não convencionais para consumo humano como o alpiste e painço.

E, o interessante é que os leites preparados a partir de seus germinados, apresentam uma digestão leve e alcalinizante (ao contrário da digestão das proteínas de origem animal, que é lenta e acidificante), além da propriedade de facilitar a liberação da serotonina, um neurotransmissor benéfico para várias funções cerebrais, entre elas a de facilitar o bom-humor e a qualidade do sono.

Portanto, estes leites e vitaminas são ideais para serem tomados pela manhã (incluso em jejum), nos lanches e à noite, antes de deitar. Logicamente, sem exagero. Mas, para preparar estes leites e vitaminas, precisamos antes germinar a semente escolhida, ou seja, é preciso planejar.

— Germinando sementes e grãos – preparo em geral

1. Coloque de uma a três colheres (sopa) da semente ou grão escolhido num vidro e cubra com água filtrada.

2. Deixe de molho por 8 a 12 horas – varia para cada semente. Amêndoa, por exemplo, germina na água por 24-48 horas.

3. Cubra a boca do vidro com um pedaço de filó (pano fininho e furadinho, destes que cobrem pães na padaria) e prenda com um elástico.

4. Despeje a água em que ficaram de molho e enxágue bem as sementes sob a torneira.

5. Depois da fase de molho, vem a fase da aeração. Então, coloque o vidro inclinado (45 graus) e emborcado num escorredor, num lugar sombreado e fresco. Outra opção, mais prática, é colocar as sementes “acordadas” sobre uma peneira.

6. Enxágue pela manhã e à noite. Em dias quentes é preciso lavar 3 ou mais vezes.

7. O tempo de germinação varia de acordo com a semente, temperatura local, etc. Em geral, estão com sua potência máxima logo que sinalizam, ou seja, quando põem a “cabecinha branca” para fora, o chamado “narizinho”. Então, estão prontos para serem consumidos. O ponto limite para consumo é até que o gérmen atinja o tamanho da semente. Depois disso ela deverá ser brotada, plantada ou jogada fora.

Lembrando que a partir de cereais não obtemos um leite verdadeiro, porque são pobres em proteínas e gorduras. Na verdade são branquinhos, porém tem extratos ricos em amidos e féculas…

— Alpiste e painço: coloque as sementes de molho em água filtrada por 8-12 horas. Na sequência elas deverão ficar aerando como na operação 6. Em 12 a 24 horas horas estarão prontas para o preparo do leite. Lembrando que a partir de cereais não obtemos um leite verdadeiro porque pobres em proteínas e gorduras.

— Girassol: pode ser com casca ou sem casca. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 8 horas. O girassol sem casca ficará pronto com somente estas 8 horas de hidratação. Já o girassol com casca deverá ficar aerando como na operação 6. Em 1-2 dias estarão germinadas e prontas para consumo.

— Linhaça: germina na água. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 8 horas (ideal durante a noite). Use 1 parte de semente para 5 partes de água. Estas sementes não precisam aerar. É opcional dar uma lavada rapidíssima numa peneira sob a torneira antes do seu consumo. A mucilagem (uma gosminha) formada pela semente da linhaça deverá ser preservada, pois ela é terapêutica. Estará pronta para fazer leite, pasta ou usar em receitas de sucos desintoxicantes.

— Gergelim: é uma fonte maravilhosa de cálcio e fósforo. Coloque as sementes de molho em água por 8 horas. Coe numa peneira e deixe as sementes por máximo 1 hora aerando. Mais que isso irá ficar amargo. Prepare então o leite batendo no liquidificador com o dobro de água filtrada ou de coco. Tome imediatamente para evitar o sabor amargo.

— Nozes brasileiras (pecã e macadâmia): germina na água. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 48 horas, trocando a água 2 vezes/dia. Assim, estarão prontas para consumo, pois as castanhas não necessitam aeração. Prepare então o leite, pasta ou use em receitas de sucos verdes e desintoxicantes.

— Noz portuguesa: germina na água. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 8 horas. Assim, estarão prontas para consumo, pois elas não necessitam aeração. Prepare então o leite ou pastas doces ou salgadas.

— Amêndoa e Avelã: germina na água. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 48 horas. Troque a água 2 vezes/dia. Estas sementes não necessitam aeração. Estará pronta para fazer leite, pasta ou usar em receitas de sucos verdes e desintoxicantes.

— Castanhas do Pará e de caju: acordam na água. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 4 horas. Por terem passado por cozimento ao serem descascadas, estas sementes não germinam, somente acordam. Assim, estarão prontas para consumo, porém mais digestas e menos calóricas. Prepare então o leite ou pastas doces ou salgadas.

— E na Cozinha de Monicavox… Leites de sementes germinadas

Leite de trigo fermentado: batido no liquidificador com água na proporção de 1 parte de SEMENTES FERMENTADAS para 1 de água. Coe e está pronto para o consumo puro ou no preparo de vitaminas com frutas frescas ou secas.

Leite de alpiste (ou painço) com banana e gengibre: prepare o germinado conforme acima. Para cada ½ xícara (chá) de semente germinada use + 1 xícara (chá) de água filtrada ou de coco verde. Bata tudo no liquidificador e coe. Volte para o liquidificador, acrescente 1-2 bananas nanicas bem maduras, suco fresco de 1/2 limão e sumo de gengibre a gosto. Bata e sirva imediatamente. Opção: no lugar do gengibre use ramos de salsa crespa.

Leite de amêndoas: prepare o germinado de amêndoa conforme indicado acima. Bata no liquidificador colocando água aos poucos até que fique um leite cremoso. Em geral a proporção é para cada mão de semente (ideal sem a pele), uma xícara (chá) de água. Coe e reserve a pasta que fica sobre o coador para o preparo de pastas e patês. Retorne o leite para o liquidificador, adicione maçã picada a gosto e acerte a doçura com uma fruta seca de sua preferência. A medida é 1 colher (sopa) de fruta seca/xícara (chá) de leite.

Leite de gergelim com mamão: ½ xícara (chá) de semente de gergelim germinada conforme indicado acima + 1 xícara (chá) de água mineral. Bata tudo no liquidificador e coe. Volte para o liquidificador, acrescente 1 xícara (chá) de mamão picado e sirva imediatamente, pois esta semente tende a desenvolver um fundo de sabor amargo.

Leite de gergelim com morango: 1 xícara (chá) de leite de gergelim + 1/2 xícara de morangos doces + água e polpa de 1 coco-verde. Prepare o leite de gergelim + água de coco conforme indicado acima. Volte para o liquidificador, acrescente os morangos e a polpa do coco. sirva imediatamente, pois esta semente tende a desenvolver um fundo de sabor amargo.

Leite de coco: nada mais simples do que bater no liquidificador a água do coco com sua própria polpa. Não acrescente mais nada e delicie-se. Você pode ainda acrescentar fermento BioRich e preparar um delicioso iogurte natural de coco.

Vitamina cremosa: 1 xícara (chá) da sua fruta favorita + 1 xícara (chá) de leite de trigo + 1 beterraba (crua) pequena + 2 colheres (sopa) de girassol germinado. Bata tudo no liquidificador e coe. Sirva imediatamente.

Um pouco mais sobre cada tipo de leite:

– Leite de soja:

Há algumas ressalvas quanto a ele: o excesso no consumo pode ser prejudicial para quem sofre com problemas na tireoide e uma pesquisa de 2008 da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, indicou que comer alimentos feitos à base de soja pode causar problemas de fertilidade e diminuir a contagem de espermas. Mas não é só isso. Acredita-se também que suas proteínas possam ser reduzidas durante o preparo do leite e que ele seja feito com substâncias à base de petróleo, que são cancerígenas. A soja ainda pode aumentar a probabilidade de coagulação sanguínea e prejudicar a absorção de nutrientes. Entretanto, além de ser fonte de proteínas, ele é pobre em gorduras saturadas e colesterol e é fonte de cálcio potássio e magnésio.

– Leite de arroz:

Como já vimos, ele é rico em carboidratos, pobre em proteínas e é o que apresenta menores propensões de desenvolvimento de alergias, além de ser fonte de vitaminas do complexo B.

– Leite de amêndoas:

É fonte de fibras e pode ser fortificado com cálcio, vitamina D e vitamina E e não possui colesterol ou lactose. Suas propriedades são benéficas para quem sofre com problemas hepáticos, anemia, fraqueza, desnutrição ou excesso de colesterol ruim.

– Leite de aveia:

Rico em carboidratos, fibras e proteínas, o leite de aveia é bom para saciar e fornecer energia. Apesar de conter glúten, ele é fonte de ácidos graxos essenciais e vitamina E e oferece benefícios como diminuição do colesterol e melhoria do sistema digestivo.

– Leite de nozes:

É bom para quem sofre com diarreia, possui antioxidantes, vitamina E, ômega 3, ômega 6, zinco, cobre, selênio e magnésio e previne doenças cardiovasculares e diabetes.

Nota do Monicavoxblog: não basta dizer  que o leite de vaca (e todos os de origem animal) e os laticínios fazem mal e são inadequados ao consumo humano. Para sermos construtivos, de bem-com-a-vida, é fundamental falarmos também das opções naturais e saudáveis que substituem este enraizado mito e mau hábito alimenta. Leite de vaca e outros de origem animal pela manhã devem ser substituídos por suco verde. Ou seja, aquela tradicional bebida branquinha que é o leite de origem animal, será nutricionalmente substituída por sucos verdinhos contendo cálcio e magnésio, frutas, folhas verdes, brotos e sementes germinadas.

— Vantagens dos leites de sementes: ecológico – integral – fresco – cru – biodiverso e apresenta menor chance de causar alergias (aliás é uma opção para as pessoas alérgicas aos leites de origem animal) – ativa a capacidade de concentração, a memória e a disposição – excelente para problemas de constipação – preparado com sementes germinadas, portanto tem energia vital potencializada. Ideal ser consumido no inverno, época propícia ao consumo de sementes e raízes, como também à noite, pois contém agentes que estimulam a produção de serotonina, importante neurotransmissor do sono restaurador.

Tempo de preparo: após a germinação das sementes – 2 a 5 minutos.

Equipamentos necessários: liquidificador, panela furada 1 (ideal para o leite sair com a textura ideal, sem granulações), bacia pirex ou cerâmica e xícara (não use utensílios de plástico ou metal).

— Regras gerais para o preparo de um bom leite de semente:

Proporção dos ingredientes: a fração gordurosa das sementes deverá propiciar uma textura parecida com a do leite animal. Algumas vezes pode-se recorrer a adição de uma colher (chá) de azeite de oliva extra-virgem ou de coco (prensados a frio), ou, a opção mais interessante, adição de 1 xícara (chá) de polpa de coco verde.

Ingrediente principal: as sementes oleaginosas e neutralizadas pela hidratação e germinação prévias, são as ideais para o preparo destes leites, pois combinam perfeitamente com as frutas no caso de se desejar preparar uma vitamina. A segunda opção seriam os cereais germinados, sem restrições se consumidos somente com saborizantes tipo ervas frescas ou brotos como nas fotos abaixo.

Errado: no caso de batidos com frutas, podem causar fermentações ou gases, porque a digestão do amido entra em conflito com a digestão da frutose. Também não combina colocar batata doce em sucos com frutas pelo mesmo motivo.

Mas a regra é: estude bastante e depois experimente suas receitas e observe a resposta do seu organismo. Existem crianças e pessoas que não formam gases facilmente e outras que são mais propensas. Mas se há um excesso de gases: desconfie da sua receita…

Brotos de Trigo Grama

Brotos de semente de Alpiste (esquerda e centro) e de Painço (direita)

Brotos de Girassol

— Dicas de como melhorar o sabor (saborizantes):

Ervas e PANC (Plantas Alimentícias Não Convencionais) – Menta, hortelã, erva-doce, salsão, manjericão, malva… Quando usamos as PANC, o suco passa a ser um Suco Verde Selvagem…

Brotos de gramíneas – não são exatamente saborizantes, mas facilitam a assimilação do cálcio, plenificam os leites de magnésio, vitaminas (incluso do complexo B) e vitalidade.

Limão ou Laranja – Raspas da casca e um pouco do líquido.

Uma cesta plena de exemplos de PANC

Especiarias – Canela, cardamomo, cravo, vanila (baunilha) em xarope ou varinhas.

Chocolate – Use cacau 100% sem açúcar ou algaroba, uma planta que tem a propriedade de tornar os alimentos com sabor parecido ao do cacau. No caso, ambos não são ecológicos, pois, em geral não são crus, integrais nem frescos. Porém, tanto a algaroba quanto o cacau podem ser encontrados “in natura” e crus, embora, caros e raros.

Nota do Monicavoxblog: A alfaroba é uma árvore de porte pequeno, que tem um fruto parecido com uma vagem de feijão, porém grande, duro e, por dentro, tem uma goma de sabor doce. Quando processado, o grão é seco, torrado e transformado em pó, bastante parecido com o chocolate. Por sua constituição extremamente dura, as indústrias de beneficiamento não  efetuam a moagem do grão cru, pois pode danificar as máquinas. Você pode encontrá-la também em forma de flocos. No caso dos leites, deve ser batida com as sementes e depois coada, pois tem muita fibra. Use 4 colheres (sopa rasa) para um litro de leite.

Adoçantes – Evite usar açúcar. As frutas poderão transformar o leite numa deliciosa vitamina. Mas, caso você não queira bater com frutas pode-se usar o mel, melado de cana ou de caju.

Frutas – Banana, maçã, mamão, manga, abacate, fruta de conde, uva vermelha, preta ou Thompson, frutas secas, etc.

— Os segredos que fazem toda diferença

. Lave bem os grãos antes de começar o processo de “tirar o leite”.

. Todo resíduo poderá ser reaproveitado em sopas, mingaus, assados ou na confecção de pães e tortas.

. Para obter uma consistência homogênea, os leites vegetais necessitam ser coados de três a quatro vezes em peneira fina ou pano macio. Coe, separe o bagaço e volte a coar sucessivamente. No caso de optar pelo pano, faça um saquinho largo e reserve-o só para esse fim. A vantagem do saquinho é que com ele pode-se “ordenhar” os grãos – o que dá uma sensação especial e gratificante.

. Os leites vegetais não toleram temperaturas elevadas. Conserve-os sempre em geladeira e se precisar aquecer, não deixe ferver, pois podem talhar. O uso da canela é indicado quando o leite for aquecido.

Visão pessoal…

Beber leite de vaca é outro hábito humano enraizado desde que o homem passou a viver em comunidades e criar animais. É um leite extremamente gorduroso e existe para que o bezerro, um ser pequenino, se transforme em uma vaca enorme em pouco tempo. Se pensarmos bem, não pode ser algo que traz benefícios à saúde. Além disso, a vaca, que viveria naturalmente cerca de 25 anos, vive 7 ou 8 anos, sendo inseminada artificialmente, parindo, sendo separada de seus bezerros e tendo infecções nas tetas. Essas infecções produzem pus, que vai direto para o leite que você ingere, pois, segundo o ativista Gary Yourofsky, apesar da pasteurização (que mata as bactérias), a substância ainda está lá. Para se ter uma ideia, é permitido que a indústria deixe cerca de um conta gotas de pus por copo de leite(!!)

Já os leites vegetais, ricos em cálcio, ferro, minerais e vitaminas, são fontes de energia e fazem bem ao organismo. Os leites vegetais podem ser uma ótima opção alimentar para quem anda querendo diminuir o consumo de leite animal ou mesmo retirá-lo do cardápio diário, muitas vezes seguido por simples hábito. E o melhor da história: ao adotar novos leites em sua vida, você não vai sofrer por falta de nutrientes. Pelo contrário, poderá ganhar em fibras, minerais e saúde. Sua principal função no organismo é proteger os vasos sanguíneos permitindo que toda a circulação do sangue flua melhor. Fornece proteínas e também diminui o colesterol. Mas atenção: Caso você sofra de alguma condição específica de saúde, não deixe de conversar com o seu médico antes de escolher qual tipo de leite vegetal é mais apropriado para você.

Inspiração…

Sementes germinadas: saiba os benefícios e como preparar …

Sociedade Vegetariana Brasileira

Do “Leite de Alpiste” – Unicamp

11 Benefícios do Leite de Gergelim – Como Fazer e Receita

As Plantas – Ciência Viva

Conceição Trucom: química, cientista, palestrante e escritora sobre temas voltados para alimentação natural, bem-estar e qualidade de vida –http://www.docelimao.com.br

Recomendo…

Fonte – Monicavox

Anúncios

2 respostas em “A Cozinha de Monicavox – Sementes; o segredo da longevidade e saúde… com receitas… – 27.03.2017

    • Boa tarde irmão Daniel,

      Minha amiga de blogosfera, Mônica, sempre prepara excelentes artigos elucidativos e de fácil compreensão, só temos de aproveitar e agradecer pelo belo trabalho que ela faz.

      Namastê!

      Gilberto

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s