Conheça a importância do sistema imunológico para sua saúde e bem-estar – 15.03.2017

Conheça a importância do sistema imunológico para sua saúde e bem-estar – 15.03.2017

Dentro do nosso corpo há um impressionante mecanismo de proteção, chamado sistema imunológico. Ele foi elaborado para defendê-lo de milhões de bactérias, micróbios, vírus, toxinas e parasitas que adorariam invadir nosso corpo. Para compreender o poder do sistema imunológico, tudo o que você precisa fazer é olhar o que acontece quando qualquer coisa morre. Isso pode parecer grosseiro, mas mostra algo muito importante sobre o seu sistema imunológico.

Quando alguma coisa morre, nosso sistema imunológico (junto com todo o resto) é desativado. Em uma questão de horas, o corpo é invadido por todo tipo de bactérias, micróbios, parasitas… Nenhuma dessas coisas é capaz de entrar quando o sistema imunológico está funcionando, mas no momento em que ele pára a porta fica escancarada. Quando morremos, leva apenas algumas semanas para que esses organismos destruam completamente nosso corpo e o levem embora, ficando apenas o esqueleto. Obviamente, o sistema imunológico está fazendo algo impressionante para impedir que toda essa destruição aconteça – enquanto estamos vivos.

— Como funciona o sistema imunológico

Dentro do nosso corpo há um impressionante mecanismo de proteção, chamado sistema imunológico. Ele foi elaborado para defendê-lo de milhões de bactérias, micróbios, vírus, toxinas e parasitas que adorariam invadir nosso corpo. Para compreender o poder do sistema imunológico, tudo o que você precisa fazer é olhar o que acontece quando qualquer coisa morre. Isso pode parecer grosseiro, mas mostra algo muito importante sobre o seu sistema imunológico.

Quando alguma coisa morre, nosso sistema imunológico (junto com todo o resto) é desativado. Em uma questão de horas, o corpo é invadido por todo tipo de bactérias, micróbios, parasitas… Nenhuma dessas coisas é capaz de entrar quando o sistema imunológico está funcionando, mas no momento em que ele pára a porta fica escancarada. Quando morremos, leva apenas algumas semanas para que esses organismos destruam completamente nosso corpo e o levem embora, ficando apenas o esqueleto. Obviamente, o sistema imunológico está fazendo algo impressionante para impedir que toda essa destruição aconteça – enquanto estamos vivos.

Meditação ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Estudo prova que a prática intensifica a atividade da enzima telomerase, que atua na defesa do organismo.

O sistema imunológico é complexo, conexo e interessante. E há pelo menos duas boas razões para você saber mais sobre ele. Primeiro, é simplesmente fascinante compreender de onde vêm coisas como febre, urticária, inflamação, etc. Você também escuta bastante sobre o sistema imunológico nos noticiários à medida que novas partes dele são compreendidas e saber sobre o sistema imunológico torna essas notícias compreensíveis; vamos dar uma olhada em como o sistema imunológico funciona de modo que possamos entender o que ele está fazendo por nós a cada dia, assim como o que ele não está fazendo.

— Como funciona nossa equipe de defesa…

O sistema imunológico age durante 24 horas porque estamos o tempo todo expostos a bactérias e vírus. As infecções bacterianas e virais estão entre os principais agentes causadores de doenças na população.

Anticorpos: São proteínas, também chamadas imunoglobulinas, criadas pelas células brancas (linfócitos B) que encontram-se em uma região específica que respondem a um determinado antígeno. São cinco tipos de anticorpos: IgG, IgA, IgM, IgD e IgE.

Leucócitos: Esse é o nome de todas as células sanguíneas brancas e são diferentes das demais células do corpo. Eles são divididos em granulócitos, monócitos e linfócitos.

Monócitos – Eles se transformam em macrófagos.

Linfócitos – Se dividem entre as células que amadurecem na medula óssea (células B) e as que amadurecem no timo (células T).

Granulócitos – Constituem mais da metade dos leucócitos e dividem-se em: basófilos, neutrófilos e eosinófilos.

— Células Brancas

As células brancas tem um papel diferente no sistema imunológico.

Neutrófilos: É o tipo mais comum de célula branca gerado na medula óssea e liberado para a corrente sanguínea. Esse tipo de célula é atraído por qualquer coisa estranha no organismo para realizar o processo de quimiotaxia. Ou seja, o neutrófilo solta enzimas e substâncias químicas para matar as bactérias. Quando há o surgimento de pus trata-se do acúmulo de neutrófilos mortos e outras substâncias.

Basófilos e Eosinófilos: Não são tão comuns e trabalham de formas diferentes: os basófilos são capazes de liberar a histamina (causam a inflamação); já os eosinófilos destroem os parasitas da pele e dos pulmões.

Macrófagos: São as maiores células sanguíneas e são formadas através dos monócitos liberados pela medula óssea.

— Componentes do Sistema Imune

. Timo;

. Baço;

. Sistema Linfático;

. Medula Óssea;

. Células sanguíneas brancas;

. Anticorpos;

. Sistema Complemento;

. Hormônios.

Resposta Imune: A resposta imune acontece quando são identificados agentes invasores. O corpo humano reage de forma adaptativa e inata.

Resposta imune inata: Assim que um organismo estranho invade o corpo, células tentam destruí-lo através de um processo chamado fagocitose. Essa é nossa primeira força de defesa, mas sem muita força para reconhecer os micro-organismos.

Resposta imune adaptativa: Nesse caso os linfócitos conseguem identificar o invasor. Existe o linfócito B e o linfócito T.

— Alimentos que podem fortalecer este exército do corpo humano

Uma mudança na alimentação pode ser suficiente para acabar com os resfriados, inflamações, viroses e ataques de bactérias recorrentes. Alguns alimentos fortalecem a defesa do organismo para combater doenças e vencer a batalha contra bactérias e vírus.

“Uma dieta equilibrada que inclua legumes, frutas e outros produtos naturais é a melhor maneira de fornecer ao sistema imunológico, vitaminas e minerais que vão fortalecê-lo”, disse à BBC Emma Williams, da Fundação Britânica de Nutrição.

Aqui estão alguns alimentos que ajudam a combater os invasores do corpo.

— Alho

Em testes laboratoriais, os investigadores descobriram que o alho tem propriedades que permitem combater a infecção, as bactérias, vírus e fungos. Embora mais estudos sejam necessários para determinar os benefícios específicos dessa planta em humanos, uma pesquisa feita nos países do sul da Europa encontrou uma ligação entre a frequência de consumo de alho e cebola e uma redução do risco do desenvolvimento de certos tipos câncer. De acordo com a WebMD, um site americano com informações relacionadas a saúde, o alho tem uma variedade de antioxidantes que ataca os “invasores” do sistema imunológico. “Um de seus alvos é a Helicobacter pylori, uma bactéria associada com algumas úlceras e câncer de estômago.”

— Cogumelos

Estimulam a ação dos linfócitos T (células do sistema imune), fortalecendo o sistema imunológico.

— Castanha do Pará

Possuem as gorduras ômega 3 e ômega 6, que melhoram a resposta imunológica quando associadas a uma alimentação balanceada.

— Chá Verde

O chá verde é um dos principais chás que Fortalecem o Sistema Imunológico. Pois, ele é rico em flavanóides que estimulam o funcionamento do sistema imunológico, deixando o organismo mais forte contra infecções causadas por vírus e bactérias, Além disso, Ele apresenta uma substância chamada epigalocatequina galato, ou EGCG, e esta substância pode combater as bactérias e evitar os vírus de se multiplicarem. De acordo com pesquisas recentes, a ECGC pode ser capaz de controlar o desenvolvimento de câncer.

— Limão

O limão é um dos principais Alimentos que fortalecem o sistema imunológico. Pois, ele é uma fonte de vitamina C assim como a laranja, o limão, além de ser um escudo contra doenças, também contém geraniol, substância que é capaz de inibir a multiplicação de células cancerosas. A fruta ainda possui limoneno, uma substância encontrada em sua casca que promove grandes benefícios à saúde. Ele penetra com facilidade em todos os tecidos e células do nosso organismo e é um poderoso solvente das toxinas e gorduras, com isso, dissolve cálculos renais e ajuda a desentupir veias.

— Gengibre

O gengibre tem um papel essencial na defesa do organismo, fortalecendo o sistema imunológico e garantindo uma verdadeira ação bactericida. O alimento também conta com altas taxas de vitamina C. A recomendação é consumir o gengibre em sucos ou chás diariamente.

— Amêndoas

As amêndoas são ricas em gorduras monoinsaturadas, e ajudam a combater o colesterol ruim (LDL). Também são ricas em potássio e pobres em sódio, contribuindo para a manutenção da pressão arterial. Selênio, manganês, vitamina C e outros antioxidantes presentes na amêndoa fornecem proteção contra os danos pelo excesso de radicais livres. E tem mais: essas delícias são ricas em fibras que ajudam no processo digestivo e saciedade, ajudando-a no processo de emagrecimento.

— Mel

Seus compostos antioxidantes bloqueiam as enzimas necessárias para multiplicação dos germes, funcionando como um escudo do organismo. O Mel ainda inibe a bactéria causadora da tosse. Como se não bastasse, o doce possui ação antioxidante, que combate os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento da pele e por outras doenças como o câncer. Além disso, o alimento auxilia no funcionamento intestinal e na melhora de problemas respiratórios em geral. Além disso, o mel tem polifenóis, substâncias antioxidantes que vão proteger o corpo contra as doenças do coração e de alguns tipos de câncer. Sendo assim, ele ajuda a deixar a imunidade um pouco melhor.

— Mamão

Famoso por ajudar a regular o intestino, o mamão tem muitos outros benefícios. A fruta possui licopeno, substância responsável por sua cor avermelhada e pelo seu poder antioxidante, capaz de prevenir o câncer de próstata. Também é fonte de betacaroteno, importante para a saúde dos olhos. Além disso, o mamão foi consagrado pela sabedoria popular como um santo remédio para prisão de ventre por conter papaína, enzima que facilita a digestão. Ele ainda ajuda a tratar de: doenças respiratórias, calos, feridas, prisão de ventre, problemas digestivos, anemia, verminoses e verrugas.

— Acerola

Por conter boa quantidade de Vitamina C, a acerola estimula, e muito, a produção de anticorpos, protegendo o corpo contra bactérias que podem causar diversas doenças. A fruta ainda pode ser considerada um escudo contra o câncer. Além disso, a acerola possui carotenóides e flavonóides. Estes compostos associados à vitamina C dão à fruta um excelente potencial bloqueador dos radicais livres, o que pode explicar sua fama de planta que previne o câncer.

Visão pessoal…

Novas doenças infecciosas estão aparecendo com maior frequência, de acordo com um estudo que identifica os “hot spots” (“locais quentes”) onde a próxima geração de germes deverá surgir.

Para determinar os “hot spots”, pesquisadores encontraram 335 surgimentos de novas doenças entre 1940 e 2004 e analisaram os aspectos sociais e ambientais que pareciam tê-los estimulado. A maioria dos eventos envolvia germes novos para os seres humanos, mas os pesquisadores também levaram em conta doenças causadas por micróbios conhecidos que se tornaram resistentes a medicamentos, invadiram uma nova região ou se tornaram muito mais comuns. Década a década, esses incidentes se tornaram cada vez mais comuns, indo de 25 nos anos 40 a 98 na década de 90, com um pico anômalo de 103 nos anos 80. Alguns dos “hot spots” futuros relacionam-se a doenças que migram de animais para o homem, como o HIV, que era inicialmente de chimpanzés. Os pesquisadores afirmam que as principais áreas de risco estão no leste da Ásia, Américas Central e do Sul, o subcontinente indiano, África, Europa Ocidental e alguns centros populacionais da América do Norte. Os pesquisadores também verificaram que novas ou velhas bactérias são as principais responsáveis por doenças emergentes – quase 55% do total histórico. Em segundo lugar, vêm os vírus, com 25% dos episódios registrados. No caso de regiões tropicais, no entanto, o mais provável é que causadores de doenças totalmente desconhecidos apareçam daqui para a frente. O futuro claramente está nas nossas mãos… em todos os sentidos.

Nota do Monicavox: Os Probióticos, ou “bactérias do bem”, terão um post à parte, devido à sua complexidade e dados novos que estão surgindo em pesquisas recentes, aguardem…

(Nota Gilberto – Você pode ler um pouco mais sobre os “Probióticos“)

Inspiração…

Revista científica Britânica Nature

Explorando o Sistema Imunológico – PUC Minas

Mecanismos de Resposta Imune às Infecções

Células do Sistema Imune – Projeto TICS – UFLA

Imunologia e Nutrição – UFRGS

Nutrologia: O que os Médicos NÃO te dizem ou NÃO sabem

Alimentação equilibrada ajuda a fortalecer o Sistema Imunológico

Recomendo…

Fonte – Monicavox

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s