Julie Redstone – Choque – 13.11.2016

Julie Redstone – Choque – 13.11.2016

Mensagem de Julie Redstone – 13 de Novembro de 2016

Com o resultado da eleição presidencial nos Estados Unidos, muitos estão tentando hoje compreender um resultado que foi inesperado e, em alguns casos, temido. Este poema tem a ver com o modo de absorção do choque, não apenas nesta situação, mas em qualquer situação em que o inesperado vier a acontecer de uma forma que altere a vida.

Julie Redstone“A vida nos traz o inesperado que
A nossa mente e os nossos sentidos
Não conseguem apreender.
Em nossa confusão, ficamos transtornados
Tanto interior, quanto exteriormente.
Nossos próprios órgãos
Parecem que não mais estão nos lugares familiares.
Nossa pele parece diferente quando é tocada
Pelo ar que nos rodeia.
O choque ocorre e o mundo parece mudado
Na verdade, o nosso mundo está mudado,
E devemos absorver a nova realidade.
Nossa respiração tem que absorver
O novo ritmo da vida.
Nossa visão tem que se ajustar a um mundo que
Parece diferente, mas que, muitas vezes, parece o mesmo.
Nossa mente tem que tentar, mas, muitas vezes,
Não consegue entender o que aconteceu
Pois, pela sua própria natureza, o choque desaloja
As premissas básicas da mente.
Portanto, devemos nos aprofundar mais do que a mente, em nossa própria respiração.
Inspirarmos e expirarmos, regulando
O nosso ritmo interno da melhor forma possível
Permitindo que as emoções nos atravessem
Reivindicando mais espaço do que tínhamos considerado ser possível.
Inspiramos e expiramos novamente.
O mundo mudou, mas nós somos os mesmos em nossa essência.
Mantemos o centro de nosso ser
Da maneira que o fazíamos
Antes que os eventos nos lançassem em uma nova realidade.
Nosso ser não está mudado
Chegamos até o nosso ser
Alcançamos a luz do nosso ser.
Alcançamos a verdade de nosso ser,
A nossa verdade mais profunda.
Desta forma, nós nos adaptamos a um novo mundo,
Não através da força de vontade ou
Através da elegância da mente
Que cria razões e explicações,
Mas através da inspiração e da expiração
E permitindo que a nova realidade penetre em nossa corrente sanguínea.
Inspiramos e expiramos, afirmando a vida
Que flui através de nós e que continua a fluir
Através de nós, com a sua bondade e presença.
Nós somos
Esta é a resposta definitiva
Para o desalojamento de uma realidade que mudou.
Nós somos
E a partir deste fato,
A vida pode continuar
Ao redor do centro que não foi alterado,
Este é o nosso porto seguro da Verdade e do Amor.”

Fonte: http://lightomega.org/ 

Traduzido por Regina Drumond Chichorro – reginamadrumond@yahoo.com.br 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s