Dominando a incorporação – A dissolução da identidade – 11.10.2016

Dominando a incorporação – A dissolução da identidade – 11.10.2016

Por Lauren C. Gorgo – 11 de outubro de 2016

É oficial. Setembro 2016 foi o mês mais pro – lon – ga – do na regularidade da história.

multidimensionalDe certa forma, também foi o mais excruciante, e ainda, porque passamos tantos anos nos preparando para a morte final (e repetitiva) que todos nós teríamos que caminhar pelo mês passado; também houve um crescente sentimento de capacidade … talvez mesmo Mestria … enquanto nós perseveramos através de alguns dos mais antigos demônios da nossa existência uma última vez.

Para aqueles de vocês que apanharam um estoque final de suas feridas mais antigas e perceberam completamente a sua plenitude … a desfragmentação (leia-se: a auto-cura), a jornada está oficialmente finalizada … a porta para sua nova realidade agora está abrindo. Este mês começamos a fazer o nosso caminho para o próximo ciclo de nosso domínio divino-humano, que não requer mais o longo sofrimento, a fim de evoluir/expandir/experimentar a vida sobre a Terra.

Pode ainda não sentir enquanto estamos sendo escavados a um ponto de quase não-existência, mas ainda estamos girando de vazio para cheio … reabastecendo nossas xícaras de AMOR com apenas o que é verdade. Continuará a ser um fortalecimento lento e constante, mas os nossos novos começos estão ancorando, e estamos começando a explorar os novos potenciais que estão totalmente alinhados com a verdade de nossa alma.

A Dissolução da Identidade é a capacidade de viver na verdade completa sem ter que nomeá-la.

À medida que dissolvermos a nossa identidade do velho mundo, o novo mundo se abre para nós, e é por isso que nós adicionamos a verdade através da morte do nosso passado eu/vida pelos 30 muito longos, e exaustivos dias … pelo menos metade dos quais passando envoltos em mares de incerteza e não -significado.

Para aqueles perguntando o que o processo abrange, é por isso que eu escolhi não escrever um relatório para setembro enquanto algo tão GRANDE completamente foi terminado, – eu encontrei-me literalmente incapaz de falar sobre ele enquanto nele … que eu acho que diz mais do que qualquer palavra que pudesse ter eventualmente transmitido. Para terminar este relatório levei significativamente mais tempo do que a maioria (desculpe). Então, setembro encontrou seu caminho para o meu outubro, depois de tudo, apenas em seu próprio tempo.

Vou chamar essa fusão inesperada de meses de – meu relatório de setembro.

NOTA: Para aqueles de vocês que perguntaram sobre o meu bem-estar, obrigado e desculpe causar-lhes preocupação. Foi um mês profundamente desafiador para mim a nível pessoal e eu precisava retirar-me completamente, a fim de me orientar, para ser capaz de entender o que estava ocorrendo até o ponto que eu poderia falar sobre isso com clareza. Eu só escrevo quando chamada, eu sei que isso prolonga alguns de vocês além de suas zonas de conforto, e agradeço a todos por sua paciência durante o que equivalia a ser um momento muito doloroso em minha vida.

Até agora, cada pensamento/palavra/ação era literalmente desprovido de significado, e cavalgando esse ciclo com a consciência nos trouxe a um lugar onde nós podemos agora começar a entender o que todos nós temos propriamente sido, por que e para onde estamos agora nos dirigindo … o que acabará por atingir a materialização da nossa mais recente transformação: criar/aprender/praticar novas formas de relacionamento e respondendo à vida, desprovidos de participação cármica, enquanto nós atravessamos a ponte do “mundo espiritual” com o material.

Agora é hora de experimentar uma nova/autêntica verdade física de expressão do Eu, e assim o mês passado foi semelhante a um momento grand finale para muitos, um último “hurrah” e incursão final na Separação … não apenas em caráter definitivo do ano, ou até mesmo os últimos 9 anos … mas de vida após vida de limitação nos padrões dolorosos/cármicos e repetitivos. E enquanto isso soa ótimo no papel, a realidade é que este ciclo é / foi não sair sem uma luta …

O Equinócio recente acompanhado pela Lua Nova (negra) em Libra tem sido visto enquanto àquilo que somos/fomos todos apresentados: com uma dose séria de última hora da verdade … um despertar interior da falsidade que em alguns casos não tínhamos ideia de que estávamos suportando, e se nós o fizemos, e não até agora, é que nós entendemos o porquê.

A fim de completar a nossa permanência na Dualidade todos nós estamos sendo chamados, de uma forma ou de outra, para arrancar o bandaid cobrindo nossas feridas mais profundas e até nossas próprias escolhas passadas, que podem ter sentido verdadeiro na época, mas agora nos obrigam a equilibrar o efeitos da nossa causa inconsciente.

A notícia surpreendente é que as árduas e intensas consequências que nós (há muito tempo) estávamos equivocados em a-cre-di-tar ser a nossa verdade, finalmente, como navalha afiada, apresentou-nos com a oportunidade radical de mudança permanente.

Para os meses restantes de 2016, nós todos seremos apoiados até a nossa nova verdade, pedindo repetidamente para agir sobre ela … para ter certeza de que honramos o nosso coração & centro da autoridade sobre o “exterior/outro”, a fim de esculpir o novo caminho (neural ) inserindo-nos para o novo mundo/ano.

A luz no fim do túnel da morte/nascimento (Portal do Eclipse) tem chamado todos aqueles que estão purgando a densidade para a Volta para Casa/Lar, e agora que estamos para além de setembro e podemos vê-lo mais objetivamente (?), nós começaremos a notar o quanto peso morto que nós realmente descartamos.

Nós todos sabemos agora que passar através do buraco da agulha significa que não há arquivos para a 3D, mas o que encontramos no mês passado é que mesmo os mais ínfimos MINÚSCULOS pensamentos/sentimentos/ações, que mantiveram uma falsa sensação de segurança, têm / tiveram de ser abandonados, entregues para o nosso bem maior.

Em alguns casos, fomos mesmo obrigados a abandonar nossos apegos para Deixar ir/Soltar. No melhor dos casos, isso significava encontrar um novo resultado de nossas experiências passadas mais dolorosas … face a face com os nossos medos, com novas perspectivas de marca em vez de identificação com o nosso ferimento.

À medida em que fomos bem sucedidos neste mês passado, haverá uma mudança radical na consciência este mês, e para a frente, enquanto a fase de procura de partes perdidas de nós mesmos termina, e a jornada de viver espontaneamente, corajosamente, com poderes com AMOR, começa a sério.

Onde setembro pode ter um sentido como o (antigo) mundo fechando-se sobre nós, outubro vai ser sentido como um novo mundo abrindo-se para nós.

Porque assim é.

Fonte – https://angelstoyou.wordpress.com/

Tradução Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s