Joana d’Arc – O poder não está naquilo que se faz , mas sim naquilo que se é – 05.09.2016

Joana d’Arc – O poder não está naquilo que se faz , mas sim naquilo que se é – 05.09.2016

Canal – Luciana Attorresi – 05.09.2016

Amados irmãos de Luz,

Senti no meu coração o desejo e a oportunidade para vir até vocês e deixar esta mensagem.

joana-darcO poder não está naquilo que se faz , mas sim naquilo que se é .

Em virtude de mais uma comemoração pela Independência do Brasil, aproveitei a oportunidade de usar isso como a ilustração desta mensagem.

Quando houve a separação entre Brasil e Portugal, não foi preciso de nenhuma manifestação, abaixo-assinado, e partidos políticos influenciando a sociedade a colorirem o rosto ou qualquer outra coisa do gênero.

O Brasil conseguiu se separar não porquê o povo, que é a alma de um país, fez alguma coisa efetivamente, a separação se deu porque o Brasil, ou seja, o povo brasileiro, se  tornou grande e a sua grandeza não podia mais ser escondida ou manipulada.

Claro que muitas coisas que existem nos livros de história daquela época nunca existiram, e muitas que existiram não estão contadas nos livros, mas a questão que quero falar sobre esse assunto é que tudo isso foi uma movimentação energética, foi algo invisível.

Quando uma energia aumenta em volume e frequência, tudo muda sozinho, esse foi o caso do Brasil e dos brasileiros daquela época.

– Mas o que promoveu a mudança no povo? O que fez com que eles conseguissem isso, se eles não tinham nem sequer o direito de protestar naquela época?

O que aconteceu foi algo que sempre existiu e sempre existirá, o direito a cocriação com a vossa Mente Criativa. Eles começaram a sonhar em serem livres, em não mais pagar taxas imensas a um país tão longínquo.

Sonhavam que suas vidas poderiam ser muito melhores se eles deixassem de ser colônia de um império e passassem a ser uma república. De fato as coisas começaram a ser diferentes, mas existia também algo sendo cocriado junto com isso, era o medo e a insatisfação, é claro que isso também se manifestou, mas a questão que eu queria ressaltar é que aquilo que se é, é o que Universo entende e responde, e não aquilo que se faz.

Eu fui para guerra, coisa que era proibido para uma mulher, porque eu acreditava que tinha tanta força quanto um homem e tanta astúcia quanto uma mulher, eu acreditava que a minha missão era levar a minha energia do feminino para os campos para que então essa magnífica força sozinha acabasse com a guerra com o menor sofrimento possível.

Muitas pessoas do pelotão e do governo sabiam que eu era uma mulher e sabiam também da minha capacidade de estratégia, e era essa energia que eles sentiam de mim, então por mais que não gostassem da minha presença ali entre eles, não existia uma força para desmaterializar algo que eu tinha materializado com a força do meu Ser.

Você ser aquilo que você é, é resgatar essa força maior que ninguém consegue parar, ninguém consegue atrapalhar os teus passos se aquilo que você está trilhando é exatamente aquilo que você é.

Não desistam dos vossos desejos por nada e nem por ninguém, sejam corajosos no vosso falar e pensar, mas usem sempre o amor como pano de fundo para todas as situações das vossas vidas, porque assim vocês serão o vosso Ser em ação, e não a ação sem o vosso Ser.

Sejam o vosso Ser a cada segundo do vosso dia.

Sejam, sejam sempre.

Eu abençoo a todos vocês, amados irmãos de Luz, e vos abraço dentro do infinito amor do Criador Maior.

Eu sou Joana d’Arc

Fonte – Trabalhadores da Luz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s