Mestra Kuan Yin – A Transformação do Pilar de Luz – 03.11.2015

Mestra Kuan Yin – A Transformação do Pilar de Luz – 03.11.2015

Canalizado por Elsa Farrus – Em 03 de novembro de 2015

Amado ser de luz, eu sou Kuan Yin, a sua amada Kuan Yin.

Lady Kwan Yin-3Deixe de chorar pelo seu passado, fazia parte de sua transformação, é tempo agora de ressurreição interna, é tempo de caminhar para o novo.

Em todos e em cada um dos fatos de seu passado estava a aceitação do outro em todo o ser dele; em toda a expansão dele que não a conduziu a nada mais do que a tolerância em você e nas realidades profundas do seu interior.

Tudo estava compactuado, tudo estava assumido pelo seu ser, e você caminhou entre fatos incompreensíveis para seu coração, mas que têm aberto todas as respostas de seu coração e transformado sua dualidade em sabedoria.

O caminho do “humano” se baseia nessa transformação interna a partir das emoções, o caminho do “humano” é a união de polaridades, sabemos que muitos de vocês têm experiência com os extremos por causa e consequência da separação do “humano” e a essência do ser.

Assim era preciso para desenvolver as combinações infinitas e as experiências do amor, mas realmente gerou muita dor em todos vocês pela falta de conexão interna na fonte de amor devido aos períodos de maior densidade da criação e para a intervenção de outras raças no plano.

Agora se restabelece o plano a partir da vibração infinita, a partir do amor mais presente e a partir da abertura da luz e serenidade interna que os acolhe e unirá todos de novo a partir do legado do coração interno. Com a Luz Raima e a frequência esmeralda, toda essa agitação será selada, as feridas do coração irão se transformando em compreensão e em amor puro ao compreender a diferença entre o humano e a razão do que foi vivido.

Amado ser de luz, é tempo de consolar, de abraçar e de compreender o humano em ternura infinita, sabendo que o passado fez parte do processo da consciência atual e abriu as relações na consciência de hoje, cada vez que você vê uma ferida do passado em um ser vivo, você está automaticamente mudando de dimensão e ficando no tempo anterior.

No tempo anterior não há processo, há divisão.

É tempo do perdão maior, jamais sustentado, a partir da afirmação interna clara no saber mais profundo, o amor é real e são vocês que por sensibilidade o têm no interior, pois expandir, dar e compartilhar o amor maior do silêncio é o amor incondicional.

Tirem as feridas humanas através do papel, escrevam a raiva, a dor, “os por quês” e joguem fora diretamente tudo isso e comecem os “para que foi vivido”, e aí entenderão que seus pais, antecessores, amigos e traições fizeram um grande papel para formar sua sensibilidade e a busca de respostas para serem quem realmente vocês são agora, é o tempo final de criação do todo, ou seja, de todo o seu ser.

E o eu nasce da fusão de todos os corpos de luz no agora, soltem o passado, sequem as lágrimas e entendam “o para que dessas vivências” que muitas vezes foram voluntárias para mostrar que outra forma de viver é possível e não era nada pendente, o mal chamado Karma.

Muitos de vocês prestaram-se para circunstâncias como almas fortes que expandiram a luz na mais absurda polaridade e não foram arrastados pela raiva e a violência, mas ficaram em silêncio na dor, cortaram uma grande linhagem de causa e consequência eterna que danificam os pilares da humanidade…

“Os por que a mim”… permitirão nascer os “como e para que eu” estava aí e então nascerá em vocês o amor maior para a compreensão do humano que nasce do divino, o para que alguém mais aprenda com cada fato, cada instante, cada vida.

Sustentar pilares de luz na mais profunda escuridão, assim se formou a base desta grande transformação humana que agora vocês estão vivendo, amados seres de luz, este era seu contrato com a humanidade como trabalhadores da luz, mas que como guerreiros, os guerreiros da luz, não transformam a realidade porque a guerra não nasce do coração.

Um forte abraço, amada Kuan Yin.

Estava em seu contrato de vida com Gaia, vida após vida e plano após plano, cortar as fontes da dor do “humano”.

Obrigada a todos por compartilhar esta mensagem.

Um abraço, Elsa Farrus

Fonte: http://www.ascensiongaia.es/

Tradução: Blog Sintese

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s