Dicas para a Super Lua Cheia – Unindo Mundos – 26.08.2015

Dicas para a Super Lua Cheia – Unindo Mundos – 26.08.2015

Mensagem de Selacia – 26 de Agosto de 2015

Ao nos dirigirmos para a nossa primeira das três Super Luas Cheias, em 29 de Agosto, é útil agora fazer um balanço de como as coisas estão em sua vida.

SelaciaÉ muito provável que as nossas recentes energias variáveis, estimularam mais do que um desafio nos relacionamentos e fez com que você questionasse a sua situação atual. Talvez, você tenha iniciado algumas novas medidas ousadas, também, aproveitando os potenciais positivos do ciclo de energia deste mês.

Às vezes, você pode se perguntar como pode unir as realidades espirituais e físicas – elas podem parecer tão diferentes e em desacordo! A sua parte sábia sabe, entretanto, que a sua vida espiritual e física podem se complementar. Elas realmente seguem juntas!

UNINDO MUNDOS – DIMENSÕES

Como um agente de mudanças divino, você compreende que está conectado para unir o espiritual e o físico, trazendo o elemento espiritual à vida cotidiana. É parte de sua vida, de qualquer maneira. O que estou falando aqui é que ela seja um aspecto consciente e integrado de como você vive, como você pensa, e como você interage com o mundo.

É comum que você sinta que deve ser de uma maneira com determinadas pessoas, ou em situações específicas e de outra maneira, quando separado delas. Este é um conceito linear que ignora a sua natureza quântica e multidimensional. Ele também ignora esta mesma natureza nas outras pessoas que você encontra.

É como dizer a si mesmo, focado somente no corpo ou nos resultados físicos – “Eu devo fazer isto acontecer, ou conseguir que esta pessoa concorde comigo” – sem levar em conta o elemento espiritual que, na verdade, está aí. Quando uma pessoa está fazendo isto, ela pode se esquecer de se ligar à sabedoria interior, ou vislumbrar o envolvimento do eu superior da outra pessoa. Estes elementos estão mesclados e disponíveis, ainda que esquecidos.

Ao longo do tempo, inúmeras tradições espirituais fizeram referência à interação destes elementos dimensionais. Na sociedade de hoje, há uma compreensão muito mais comum destas dinâmicas. O condicionamento humano, ao longo de centenas de anos, entretanto, acentua a separação e a desconexão do eu espiritual.

O conhecimento que você tem deste eu espiritual é uma coisa – viver conscientemente como um ser multidimensional é outra. 

Como parte do seu caminho agora, você está despertando para o que isto significa na prática. A ideia é que você se torne um participante ativo do processo de união, experienciando-se de forma tangível em ambos os reinos. Quando faz isto, você se vê e as outras pessoas de maneiras totalmente novas.

Você abre a sua mente às possibilidades nunca antes vistas! Elas aí estavam, você simplesmente não as percebeu.

RELACIONAMENTOS

Com problemas nos relacionamentos nos últimos dias, você pode estar questionando algumas decisões que fez e algumas coisas que foram ditas. Se assim for, considere os elementos mais quânticos envolvidos.

Cada pessoa com que você interage tem um passado, presente e futuro – assim como você. Estas linhas do tempo e o conteúdo nas experiências, muitas vezes, podem parecer um mistério por causa da visão restrita, que não leva em consideração a grande cena. Uma união das realidades é necessária – com uma compreensão mais ampla do que está realmente acontecendo. O que isto significa?

A COMPREENSÃO DA UNIÃO DO ESPIRITUAL E DO FÍSICO

Em primeiro lugar, isto significa que uma pessoa envolvida em seu círculo interior pode ter experiências passadas que levaram à dinâmica do relacionamento que está se revelando agora. O passado e como esta pessoa respondeu a ele irão afetar os resultados futuros – incluindo o que está acontecendo com você agora.

A pessoa com quem você teve recentemente um desentendimento poderia estar em um padrão do passado não resolvido. Este padrão pode não ter nada a ver com você, pessoalmente. No entanto, saiba que se isto está se apresentando em sua vida diante desta outra pessoa, não é por acaso.

Significa que, em algum nível, seus caminhos estão se cruzando para que você veja algo, talvez, que nada tenha a ver com esta outra pessoa.

Os eus superiores dos participantes estão envolvidos com a dinâmica, ainda que as pessoas envolvidas ativamente, sejam ignorantes desta outra dimensão. Quanto mais consciente você se torna deste envolvimento multidimensional e da história por trás das coisas, mais experiente você pode ficar, quando os relacionamentos ficam difíceis, ou simplesmente não fazem sentido.

Em segundo lugar, significa que a sua linha do tempo e a da outra pessoa podem apenas se cruzar por um tempo curto. Isto é uma coisa importante para se manter em mente.

Muitas vezes, quando um relacionamento fica estranho, ou simplesmente fora de sincronia, há uma tendência de ver o acaso como um elemento permanente em sua vida. Nestas situações, você pode ficar desconfortável – não apenas com a mudança, mas sobre como você responde à mudança.

Exemplo: Uma pessoa que você conheceu por muitos anos pode, de repente, começar a trabalhar no seu local de trabalho. Você pode gostar do fato dela aí estar, ruminando sobre todos os tipos de potenciais que podem ou não ser produtivos. Você também pode não gostar, sentindo-se desconfortável com a presença desta pessoa. Mantenha as coisas em perspectiva.

A pessoa que se apresenta em seu local de trabalho não é uma conspiração, ou um desenvolvimento definitivo e positivo que você deve agir. Não torne isto algo rígido. Há duas pessoas envolvidas aqui. Esta dinâmica da pessoa que você conhece em outros ambientes, surgindo no trabalho, representa uma nova parte da linha do tempo desta pessoa em interseção com a sua.

A menos que você considere o espírito na grande cena quântica, esta pessoa que está em seu local de trabalho poderia distraí-lo desnecessariamente e tirá-lo do curso. Isto é um bloqueio para o seu progresso e pode ser um impedimento nas linhas do tempo de ambas as pessoas.

Exemplo: Uma pessoa que cruza inesperadamente com a sua linha do tempo tem a sua própria jornada e propósitos mais elevados para estar aí. Se você puder reconhecer a conexão, como tal, e compreender que deve ter uma razão de vocês estarem envolvidos, você pode se conectar com a orquestração e o tempo divino. Isto o ajuda e ajuda a outra pessoa.

Vocês dois, fazendo a dança juntos, evoluem de alguma maneira e, então, avançam para onde devem, em seguida. Lutar contra a dança, resistir à conexão, ou fingir que não há um propósito geral, é inútil e um obstáculo.

Esta dança é muito sutil, mas está acontecendo o tempo todo!

Neste final de semana de Super Lua Cheia, convide uma percepção de como isto poderia se aplicar em sua própria vida. Peça para ver as operações sutis do espírito em sua realidade física. Peça para saber como as suas linhas do tempo e a casualidade se entrelaçam milagrosamente com as dos outros. Solicite uma apreciação crescente dos elementos místicos que estão em jogo em sua vida.

Fonte – www.Selacia.com
Tradução – Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s