O Tríplice Modelo do Universo – 10.02.2015

O Tríplice Modelo do Universo – 10.02.2015

A Lei do Tempo e da Reformulação da Mente Humana – Sétima Parte

O Tríplice Modelo do Universo, refere-se ás áreas de perfeição e juízo, que nos motivam quando nos movemos através do mundo. Este modelo demonstra não somente como sempre estamos nos movendo através de um reino externo e outro interno, mas também que um terceiro reino ou Universo, está continuamente informando nossas decisões e nossas percepções.

A História Cósmica contém numerosos modelos de realidade, cada uma com um diferente aspecto que se refere a diferentes níveis e ordens  de Dimensionalidade, Hierarquia e Totalidade ou “Holarquia” – governo do inteiro. Toda a História Cósmica participa em ordens holárquicas e/ou hierárquicas. Já que a natureza da realidade muda com a percepção, necessidade e modo de operação, o homem noosférico planetário deve mover-se simultâneamente através de diferentes mundos para alcançar seus fins. Isto significa que o homem planetário opera com múltiplos modelos de realidade. Podemos pôr nossa atenção nesses 3 princípios;

1 – Para discriminar os modos de realidade há o Tríplice modelo do Universo.

2 – Para discriminar os modos de conhecimento há o Modo de Quatro pilares.

3 – Para discriminar níveis e ordens do ser há o Modelo Simultâneo do Universo.

Hoje, discutiremos o TRÍPLICE MODELO DE UNIVERSO 

Quando falamos de um modelo de realidade, estamos falando sobre uma estrutura subjacente, que constitui um sistema de crenças. O que é um sistema de crenças?Às vezes as pessoas usam esta frase sem considerar realmente o seu significado. A maioria das pessoas não é consciente do que crê, embora a maioria delas creia em algo ou não, que poderia existir no dia a dia.

Um sistema de crenças é um padrão fixo de comportamento, pensamento habitual e padrões de pensamento. O que se tende a repetir em uma base diária, para criar uma semelhança de continuidade de um padrão de vida, constitui um sistema de crenças. Pensemos sobre isso. Quais são algumas partes constitutivas de nossa agenda diária? A maioria das pessoas se levanta pela manhã, faz a sua rotina diária de cuidar-se e ir ao trabalho.

Quando temos milhões de pessoas participando de uma forma particular ou modo de vida, estão todos operando por um sistema de crenças comum. Este sistema inteiro de crenças, então, realmente constitui uma estrutura ou um modelo de realidade. De modo que temos o sistema de uma espécie singular de preparação ou educação, para alcançar as habilidades necessárias a adquirir algum tipo de trabalho. Tem-se em conta que a maioria dos empregos estão realmente programados de acordo com os conceitos gregorianos, de semana, de trabalho, de fim de semana e, consequentemente, mantém e suporta a tecnosfera. Isto é, no presente, a soma coletiva de vida.

Podemos reduzir o sistema de crenças, em sua duração em tempo, ao conceito da semana, porque a semana é repetida uma e outra vez, e tem os diferentes dias de trabalho e tempo livre, e ainda os tais “festivos”. Esta estrutura de crenças sustenta que o propósito de vida é trabalhar duro para conseguir certa quantidade de dinheiro, de modo que se possa desfrutar algum tipo de ócio ou lazer, no que se denomina “fim de semana”, ou “horas livres”.

Tudo isso forma um modelo de realidade que é mantido junto pelo micro-programa do calendário gregoriano, e é reforçado em todo nível singular por todas as diferentes formas de comunicação, meios e educação pública. Este macro-programa coletivo atual acredita em seu crescimento, na formação de uma família (obrigatoriamente, não por opção, para aumentar o consumo), no trabalho, aquisição de bens de consumo e que, talvez, você seja feliz quando se aposentar. Quando vislumbramos esse modelo de realidade, não há nada nele que signifique que é para ser transcendido.

É apresentado como um tipo de meio para promover a afluência material da ordem social mais elevada. O ser humano é justamente uma espécie de peça da engrenagem de serviço industrial, há engrenagens de indústria pesada, há engrenagens de indústria financeira, farmacêutica, alimentícia, da vaidade, da mídia, da guerra, da manipulação mental e assim sucessivamente.

Este modelo de realidade é absorvido por mais crenças, como democracia, civilização ocidental e globalização, que é a grande concha que abrange todas as outras crenças. Todas essas crenças e subníveis de crenças constituem aquilo a que nos referimos como um sistema de crenças dominante, que pode ser resumido como o materialismo histórico. O materialismo histórico tem dado como resultado a criação do híbrido homo sapiens, do humano planetário. E este híbrido humano não será mais tradicional por mais tempo. Ele é o adjunto da Tecnosfera alimentada pelo sistema nervoso eletrônico, e como resultado é consequentemente “destribalizado” e sem tradição, até chegar ao ponto de um híbrido humano planetário desarraigado. É este Humano Planetário o que vem a ser a base para a Noosfera. O passo seguinte é dissolver o anual modelo mundial.

A violência nunca é a resposta. Agora temos que dissolver o sistema de pensamento e substituí-lo com um novo modelo positivo que é a História Cósmica. Estamos aqui para descobrir como tudo é intrinsicamente sagrado. O que é a Ordem Sagrada?

A Holonômica – O Estudo do Sistema Inteiro

A razão pela qual tudo é sagrado é porque tudo é forma parte desta ampla totalidade, e ela é o que descreve a História Cósmica. Definindo este ordenamento, estamos realmente aproximando-nos de uma nova definição da realidade, na qual a totalidade do Universo retorna à totalidade e entendimento do Sagrado, governado pelo Omnicoordenador princípio do Plenum Cósmico. Deste modo, tudo é visto como UM TODO INTERCONECTADO, INTER-RELACIONADO, que é a verdadeira fábrica da Ordem Sagrada. O profano somente existe na secularizada, não teológica e consequentemente fragmentada, mente do homem moderno.

Novamente, quando falamos sobre a História Cósmica, estamos descrevendo um novo modelo de realidade. Para começar a construir, a partir da base, falamos em capítulos anteriores, sobre inserir uma nova Matriz de Tempo, ou substituir a antiga Matriz por uma Harmônica. Assumindo-se que a matriz harmônica está em seu lugar, pode-se estabelecer novos modelos de realidade que ilustrem as sempre crescentes ordens de perfeição harmônica, que atuem sintrópicamente para promover os outros.

De modo que, ao invés de haver uma degradação entrópica de energia, haverá um incremento sintrópico dela, porém será energia psíquica. A energia psíquica cresce continuamente, em oposição à energia física que tende a degradar-se em variados espaços de tempo. Assim veremos que os modelos de realidade da História Cósmica são opostos aos modelos de realidade do materialismo histórico.

Ao contemplar os diferentes modelos de realidade, podemos pensar neste processo de 3 passos:

1 – Primeiro ali existe um campo omninvasor de inteligência.

2 – Este campo de inteligência é logo popularizado por meio de simples princípios de desenho de forma.

3 – Desses simples princípios de desenho-forma,emergem formas de códigos luminosos.

O Tríplice Modelo de Universo é uma dessas formas.

“O erro não se torna verdade por multiplicar-se na crença de muitos, nem a verdade se torna erro por ninguém a ver…” – Mahatma Gandhi.

Bibliografia para consulta:

O Tempo e a Tecnosfera – Jose Arguelles

Los Mayas Y La Entrada na Quinta Dimension – Dilzik Moysen

O Tempo do Buda – Lama Surya Dass

Sobre o Tempo – Norbert Elias

(Nota Gilberto – Leia Parte 1 – Parte 2 – Parte 3 – Parte 4 – Parte 5 – Parte 6).

Divulgação: A Luz é Invencível

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s